JAZZ SOUL R&B

Al Jarreau homenageia George Duke em “My Old Friend”

By  | 

Uma das maiores vozes do mundo, com grande contribuição e livre trânsito entre o Jazz e o R&B, o cantor Al Jarreau homenageia o saudoso e genial multi-instrumentista George Duke no álbum-tributo My Old Friend – Celebrating George Duke lançado pela Universal Music sob o selo Concord Records. Justiça seja feita, ninguém melhor que Jarreau para homenagear seu amigo de longa data, mais precisamente dos anos 60, quando este trabalhava como conselheiro de reabilitação vocal em um hospital em San Francisco e teve a oportunidade de cantar no trio de Duke. As dez canções escolhidas parecem soar como grandes exemplos de sofisticação e improvisação nestes tempos em que a musicalidade é um assunto que roga imperiosa sensibilidade. Grandes nomes como Marcus Muller, Jeffrey Osbourne, Dianne Reeves, Lalah Hathaway e Gerald Albright realizaram um grande trabalho.

Indicado: aos amantes do jazz e do R&B e aqueles que apreciam música com bom gosto e sofisticação

O produto: No livreto de 16 páginas, você encontrará 3 repletas de agradecimentos de Jarreau aos músicos que trabalharam neste projeto, a gravadora e aos seus familiares, além das letras das canções e das fotos do artista, que fez questão de mostrar um sorriso em cada uma delas. Foi a forma como Al Jarreau decidiu homenagear seu grande amigo.

Pontos altos: Existe um cuidado meticuloso na construção de cada canção, nos seus arranjos e na qualidade da gravação e com isso, todas as faixas ganham destaque, mas a clássica e envolvente Sweet Baby, o saxofone de Gerald Albright na faixa-título  e o samba sofisticado de Brazilian Love Affair / Up From The Sea / It Arose and Ate Rio In One Swift Bite mostram também que a performance vocal de Al Jarreau está impecável!

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.