Connect with us
Beatles: 30% das músicas ouvidas no Spotify são do público jovem Beatles: 30% das músicas ouvidas no Spotify são do público jovem

MERCADO

Beatles: 30% das músicas ouvidas no Spotify são do público jovem

Divulgação

Published

on

O Spotify revelou recentemente que as músicas dos Beatles foram transmitidas cerca de 1,7 bilhão de vezes até o momento em 2019. Mas o que realmente impressiona nos números, é que essas transmissões vieram do público jovem, que estão na faixa dos 18 aos 24 anos.

Ou seja, o apelo musical, histórico e artístico dos Beatles continua incólume. É só observarmos outros artistas contemporâneos aos Fab Four e até mesmo outros lendários nomes da música, que, mesmo cravando seu nome na história, não alcançam a mesma performance com a sua obra disponível por meios digitais.

Beatles: 30% das músicas ouvidas no Spotify são do público jovem

Para se ter um panorama do que isso significa, 20,6 milhões de usuários mensais, ou quase 10% dos 220 milhões de usuários nesse status, ouvem faixas dos Beatles. Pode colocar nessa conta, também, os usuários que utilizam o Spotify de forma gratuita.

Contudo, como sempre falo, quando acompanhamos um resultado como este, dos Beatles, em pleno século XXI, tenhamos certeza que um trabalho bem estudado de marketing foi executado, até porque, o que realmente interessa é apresentar esses trabalhos paras novas gerações para que se tenha o efeito de perpetuação da obra e de seu apelo musical. Ainda mais: para que elas tenham referência cultural.

É claro que, parte desse impacto, se devem aos relançamentos que chegaram ao mercado nos últimos meses, a exemplo dos 50 anos de Abbey Road no dia 27 de setembro.

Sempre será, de valor imensurável, que as grandes gravadoras revisitem seus arquivos e distribuam seus generosos catálogos de grandes nomes da música nacional ou internacional para as novas gerações. Do ponto de vista comercial, indubitavelmente, com um trabalho de divulgação voltado para o público jovem onde o consumo maior de música é nas plataformas digitais, pode ser uma grande vantagem. Do ponto de vista cultural, é um grande serviço em prol da cultura.

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.

MERCADO

Spotify revisita década da música com posters no Metrô de São Paulo

Published

on

Spotify revisita década da música com posters no Metrô de São Paulo
Divulgação | Spotify

Por Spotify Brasil

Como de costume o Spotify se despede do ano que passa com uma campanha relembrando os melhores momentos da temporada e os hits que marcaram época. Mas dessa vez vai ser um pouco diferente. Isso porque estamos nos despedindo da década. Exatamente! Ano que vem, ou melhor, no mês que vem, já estaremos em 2020, mas não podemos deixar de relembrar essa década maravilhosa que nos trouxe Waka Waka, passando pelo 7 x 1 (ok, isso não é nada maravilhoso), Malandramente, Envolvimento e várias outras recordações.

Spotify revisita década da música com posters no Metrô de São Paulo

Por isso, o Spotify decidiu transformar os túneis da Linha 4 Amarela do Metrô de São Paulo (ViaQuatro) num verdadeiro túnel do tempo com a campanha Da Luz ao Morumbi, uma viagem no tempo. Voltaremos a 2010 e chegaremos a 2019 mostrando os principais hits nesses (nem tão) longínquos anos. A cada estação, um novo ano e uma exposição com artistas e músicas que tocaram a nossa década.

Além dessa verdadeira exposição debaixo da terra, na plataforma de cada estação da Linha Amarela, o Spotify vai disponibilizar pôsteres que o público poderá pegar e levar de recordação para casa. E o melhor. De graça! Cada pôster traz trechos e dados sobre as músicas que marcaram cada ano da década. E ao juntar o poster de cada período, a arte do Spotify Line se completa.

Além dessas obras de arte que farão o público viajar no tempo, em algumas estações (Butantã, Pinheiros e Higienópolis-Mackenzie) teremos trechos de músicas com jargões icônicos em letreiros gigantes que influenciaram a cultura pop nessa década, como Ai Se Eu Te Pego, relembrando o sucesso de Michel Teló, Yukê, de Pabllo Vittar, e Cebruthius, que ficou famoso na voz de MC Loma e as Gêmeas Lacração.

Continue Reading

MERCADO

Festival GRLS! será lançado para celebrar o papel da mulher na música

Com curadoria da Popload, o evento produzido pela Time For Fun acontece no Memorial da América Latina, nos
dias 7 e 8 de março

Published

on

Festival GRLS! será lançado para celebrar o papel da mulher na música
Divulgação | T4F

A produtora Time For Fun anunciou nesta quarta-feira (11) o novo festival GRLS!, que pretende reconhecer, valorizar, transformar e celebrar o papel das mulheres na cultura. O evento, que acontece nos dias 7 e 8 de março no Memorial da América Latina, tem curadoria da Popload e irá mesclar palestras, oficinas, rodas de conversa e muita música! Tudo feito, composto e estrelado por elas, mas destinado a todes*.

Festival GRLS! será lançado para celebrar o papel da mulher na música

As informações sobre as datas de venda de ingressos e lineup de GRLS! serão divulgadas em breve. O público poderá adquirir ingressos separadamente somente para palestras e workshops, somente para os shows ou para ambos.

“Pensamos em um festival feito por mulheres e não-binários, mas que crie uma discussão para todos os gêneros”, afirma Paola Wescher, diretora artística da T4F e sócia da Popload. “Queremos fazer pensar, refletir e também conectar todas as pessoas. A mulher sempre tem que se esforçar mais, se impor mais e conquistar mais para ser respeitada. Temos muitas mulheres fortes em todos os setores da indústria da música, tanto no palco como atrás dele, fazendo tudo acontecer. Queremos amplificar essas vozes e ser um marco neste sentido. Celebrar tudo o que já foi conquistado e abrir caminho para o que ainda precisamos melhorar, criar e conquistar”, concluiu.

Para inserir o público na essência de GRLS!, até os dias do festival, serão produzidos podcasts pela Popload Radio e matérias exclusivas sobre as artistas e as ativações em um portal feito especialmente para GRLS!.

*todes: para promover uma inclusão na linguagem de GRLS!, a palavra “todes” será utilizada para se referir ao público de forma a respeitar a diversidade das identidades.

Estatísticas

GRLS! entende que há questões muito importantes a serem discutidas e questionadas na indústria musical e do entretenimento. Apesar da sensação de que as mulheres vêm conquistando um espaço bem mais significativo, os números mostram que ainda há muitos desafios pela frente.

Em eventos e festivais de música, 87% das escalações são compostas por homens. Neste cenário, os cachês das artistas mulheres são 28% menores que os dos homens, uma diferença que aumenta com a idade. Os levantamentos foram feitos pela BBC Reality Check e União Brasileira de Compositores.

A desigualdade vai além da esfera dos eventos. Da composição à produção, o ambiente musical é dominado por eles: oportunidades, premiações, facilidade de ascensão, aceitação e até de reconhecimento.

Em 2018, 83% dos artistas mais populares da música foram homens, e apenas 12% das 600 músicas mais populares do mundo foram feitas por mulheres. De acordo com dados publicados pela Official Charts Company. E quando pensamos em produtores, a disparidade é ainda mais chocante: a proporção de produtores homens para mulheres nas 400 músicas mais populares de 2018 foi de 47 homens para 1 mulher.

Segundo dados da União Brasileira de Compositores, no Brasil os homens ainda detêm 90% do valor total distribuído e as mulheres ganham em média 28% a menos. Em 2017, entre os 100 artistas que mais faturaram apenas 17 eram mulheres.

Uma campanha internacional iniciada pela PRS Foundation (fundação inglesa que apoia e financia novos talentos musicais pelo Reino Unido) desafiou festivais do mundo todo a igualarem suas escalações em 50/50 até 2022.

Até o momento, 45 festivais já toparam o desafio. E em 2019, o espanhol Primavera Sound se tornou o primeiro grande festival a cumprir a promessa.

Continue Reading

MERCADO

Brasileiros procuram Réveillon em Portugal

Convento do Espinheiro, histórico hotel 5 estrelas, prepara noite com jantar de gala, música e fogos de artifício

Published

on

Brasileiros procuram Réveillon em Portugal
Divulgação

Se Portugal passou a ser a segunda casa dos brasileiros, por que não pensar em um Réveillon com o melhor do Alentejo? O Convento do Espinheiro, Historic Hotel & Spa preparou um ano novo temático, onde homenageia Havana, a capital Cubana. Música, alta gastronomia e conforto são os requisitos indispensáveis na festa do antigo Mosteiro, em Évora.

Brasileiros procuram Réveillon em Portugal

No dia 31, a programação começa às 19h30 com um coquetel, seguido de um jantar de gala. Com DJs, decoração estilo cubano e fogos de artifício, o Convento do Espinheiro dá às boas-vindas a 2020.

Além de usufruir desta experiência única, para toda a família e amigos, o Convento do Espinheiro ainda oferece vouchers para estadias, degustação de requintados menus gourmet ou momentos de absoluta tranquilidade no Spa.

O antigo Mosteiro do século XV é considerado Monumento Nacional e já se tornou rota de turistas dos quatro cantos do mundo, que passam por Évora, e não deixam de conhecer a história e lendas do local.

Continue Reading

As Mais Lidas