Connect with us
Billie Eilish vem ao Brasil em 2020 Billie Eilish vem ao Brasil em 2020

POP

Billie Eilish vem ao Brasil em 2020

Divulgação

Published

on

A sensação da música pop Billie Eilish acaba de confirmar duas apresentações no Brasil em 2020. A cantora vem ao país com a turnê WHERE DO WE GO? WORLD TOUR, com shows em São Paulo, no dia 30 de maio, no Allianz Parque e no Rio de Janeiro, no dia 31 de maio, na Jeunesse Arena. A venda de ingressos começa em 4 de outubro.

Billie Eilish vem ao Brasil em 2020

Aos 17 anos, Billie Eilish acaba de conquistar o topo da Billboard Hot 100, com a música bad guy. O single é parte de seu álbum de estreia, WHEN WE ALL FALL ASLEEP, WHERE DO WE GO?, já reconhecido com múltiplos Certificados de Platina. Lançado em março, o disco estreou no primeiro lugar da Billboard 200 e, desde então, retornou ao topo mais duas vezes neste ano.

Mais informações sobre a turnê de Billie Eilish, acesse www.billieeilish.com/tour

POP

Pocah participará do evento Warner Pride 2020

Published

on

Pocah participará do evento Warner Pride 2020
Ricardo Brunini

A cantora Pocah, um dos maiores nomes do funk no Brasil, participará neste sábado (4) do Warner Pride 2020, que começa a partir das 18h. O evento é realizado anualmente pela Warner Music Group em todo o mundo.

Pocah participará do evento Warner Pride 2020

Foto: Ricardo Brunini

O Warner Pride visa chamar a atenção para o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+, celebrado no último 28 de junho. Neste ano, a edição brasileira acontece em formato digital e será transmitido pelo canal da Warner Music Brasil no YouTube.

Além de Pocah, o evento também contará com Elana Dara, Nick Cruz, Ludmilla, a americana Ava Max e a dupla mexicana Jesse & Joy.

Além das apresentações, as estrelas Dua Lipa, Ava Max e muitos outros representantes da causa LGBTQIA+ deixarão um recado especial para o público brasileiro.

A transmissão também apresentará painéis com o tema Transformação e (novos) Desafios para a comunidade LGBTQIA+.

Continue Reading

POP

Gaab firma parceria com produtor americano Mahogany Beatz

Published

on

Gaab firma parceria com produtor americano Mahogany Beatz
Divulgação | Texto Mais Ideias

O cantor Gaab está em estúdio gravando novas músicas com o produtor norte-americano Mahogany Beatz que está no Brasil há cerca de três meses e juntos estão criando músicas que possam “representar o Brasil no mundo”, segundo o artista brasileiro.

Gaab firma parceria com produtor americano Mahogany Beatz

Fotos: Divulgação | Texto Mais Ideias

Mahogany começou a carreira produzindo nada menos que para o rapper Jay-Z, umas das principais referências da música americana, e com ele conquistou um Grammy. Feito que se repetiu também na parceria com a cantora Mariah Carey, ícone do R&B.

Acostumado com as superestrelas americanas, Mahogany também já se familiarizou com a musicalidade brasileira. Trabalhou em projetos com DJ Dennis, Ludmilla, Mc Kevin, Mc IG, Mc Ph, Luccas Carlos, Bivolt e DJ Cia. Produzindo pela primeira vez com Gaab, ele destaca a criatividade do cantor.

“Gaab tem uma mente aberta e por isso é tão fácil trabalhar com ele, nós respeitamos as idéias um do outro, é como se nossas mentes estivessem conectadas o que torna essa parceria muito natural”, disse Mahogany.

Gaab e Mahogany se conheceram no final de 2019, declaradamente apaixonado pela cultura e música brasileira, com uma menção especial ao funk, o produtor estava no Brasil trabalhando com a cantora Ludmilla, quando surgiu a oportunidade de conhecer o artista brasileiro..

“Ele já tinha gostado da minha vibe antes de me conhecer e eu já tinha curtido algumas músicas produzidas por ele. Nos conhecemos e começamos a se envolver no estúdio, começamos a nos conectar musicalmente”, conta Gaab.

E dessa conexão, até agora já foram gravadas seis faixas, ainda sem data de lançamento. As músicas trazem letras com uma mistura de influências brasileiras e americanas, e as letras são cantadas em inglês e português. “Mahogany é apaixonado pela nossa cultura e para mim, é uma oportunidade de vestir a camisa e representar o meu país lá fora”, completa o cantor.

Sobre esse período no Brasil, o produtor norte-americano diz que tem aproveitado para pensar positivo e ser produtivo: “A quarentena me fez pensar positivo, porque sei que o mundo está se concentrando tanto no negativo, que decidi fazer o contrário. Estou aproveitando esse tempo no Brasil e trabalhando com minha família musical LEGADO. Sei que estamos fazendo história e estamos apenas começando. Eu amo o Brasil”, concluiu.

Continue Reading

POP

Val Marchiori é condenada a pagar R$ 30 mil à cantora Ludmilla por racismo

Published

on

Val Marchiori é condenada a pagar R$ 30 mil à cantora Ludmilla por racismo
Danilo Borges

A socialite Val Marchiori foi condenada a R$ 30 mil à cantora Ludmilla por um caso de racismo. As informações são da coluna de Ancelmo Gois do jornal O Globo.

Val Marchiori é condenada a pagar R$ 30 mil à cantora Ludmilla por racismo

Foto: Divulgação | Danilo Borges

O processo judicial teve seu inicio em 2016. Naquela época, Ludmilla desfilava como rainha da bateria do Salgueiro e Val Marchiori era uma das apresentadoras do Carnaval na RedeTV. Em um determinado momento, Marchiori, ao comentar sobre o visual de Ludmilla disse: “A fantasia está bonita, a maquiagem… agora, o cabelo… Hello! Esse cabelo dela está parecendo um bombril, gente”.

Val Marchiori disse que chegou a pedir desculpas a Ludmilla: “Pedi desculpas para ela. Mas olha como ela foi “mais” racista que eu: Mais racista, não, porque eu não sou racista… Mas enfim: ela estava lá no barco com a família dela. Fui até ela pedir desculpas. Sabe o que ela fez? Virou as costas para mim e saiu nadando. Mas tudo bem, é um direito dela”, afirmou a socialite durante uma entrevista ao canal Na Lata.

Ludmilla explicou porque nao aceitou as desculpas, em uma mensagem no Twitter: “Mas é claro que eu virei as costas. Ela pediu pro marinheiro dela começar a filmar e me chamou. Quando eu estava indo, meus amigos me alertaram e eu voltei. Segundos depois saiu a manchete no site Ego (lembro perfeitamente) e ainda bem que não fui. Desculpas com o telão ligado é mole”, disse.

Continue Reading

As Mais Lidas