Bruna Caram anuncia homenagem a Gonzaguinha em "Redescobrir"   | The Music Journal Brazil | MTV
Connect with us
Bruna Caram anuncia homenagem a Gonzaguinha em "Redescobrir"   Bruna Caram anuncia homenagem a Gonzaguinha em "Redescobrir"  

MPB & SAMBA

Bruna Caram anuncia homenagem a Gonzaguinha em “Redescobrir”

Faixa conta com a participação de Zé Renato e capa de Jean Wyllys

Jean Wyllys

Published

on

Bruna Caram é cantora, compositora, preparadora vocal, empresária, fundadora da Cor e Voz, e ativista no combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes pela campanha Ninguém Mexe Comigo, para a qual compõe canções de conscientização.

Bruna Caram anuncia homenagem a Gonzaguinha em "Redescobrir"  

Arte: Jean Wyllys

Desde 2019, quando lançou seu quinto disco, Alívio, a cantora vem falando da arte como ferramenta de cura, luta e união. Agora ela aposta novamente em cantar por união e consciência no seu novo álbum, não à toa chamado Afeto e Luta – Bruna Caram canta Gonzaguinha.

No dia 29 de abril, a data em que faz 30 anos da morte do compositor, a artista põe no mundo sua versão da faixa Redescobrir, o clássico “como se for a brincadeira de roda, com a participação impecável de Zé Renato, do grupo Boca Livre.

Bruna Caram anuncia homenagem a Gonzaguinha em "Redescobrir"  

Foto: Site oficial | Bruna Caram

A arte de capa é assinada por Jean Wyllys (ex-deputado federal e professor) e mostra Bruna sorrindo levemente junto a uma personalidade de gênero indefinido, negra. A personagem é colorida, Bruna está por colorir, mas seus adereços têm tons fortes. Sobre a arte, Jean completa:

“A canção é um ijexá-ciranda, alegre e colorido como um afoxé carnavalesco de pessoas trabalhadoras no intervalo da luta. Como ‘tudo principia na própria pessoa’, trecho da letra, eu parti, na arte, de Bruna: sua representação numa mulher que se colore a partir dos acessórios, dos adornos de festa, ao lado de pessoa negra que é a retomada de um ícone da trabalhadora feminista dos anos 50; elas estão brincando, encostadas no suor dos corpos, no calor da vida. Como a música faz referência à memória, eu usei a técnica do desenho em carvão vegetal, apagando e refazendo o desenho para deixar os traços da construção, como no caso da memória individual e coletiva; o carvão é o mais antigo instrumento usado para desenho; é carbono do qual também somos feitos; e, para colorir os pontos da redescoberta, usei pastéis seco e oleoso. Essa é a minha leitura visual da interpretação de Bruna e Zé Renato para uma canção de Gonzaguinha que fala basicamente de luta e afeto. Amei fazer.”, disse.

Zé Renato diz: “A primeira vez que ouvi Redescobrir foi no show Saudades do Brasil, da Elis Regina, e era um momento extremamente emocionante do show. Aquilo me marcou. E embora eu ame Gonzaguinha há tanto tempo, nunca havia gravado uma composição dele. Foi uma oportunidade muito bonita que Bruna me deu”.

Redescobrir estará disponível nas plataformas digitais no dia 29 de abril.

As Mais Lidas