in

BTS discute sobre crimes de ódio contra asiáticos com Joe Biden 

BTS discute sobre crimes de ódio contra asiáticos com Joe Biden
Foto: Big Hit Entertainment

Um dos grandes ícones do pop na atualidade, a boyband coreana BTS se reuniu no salão oval da Casa Branca com o presidente dos EUA, Joe Biden.

A reunião durou cerca de 35 minutos e ambas as personalidades discutiram sobre crimes de ódio anti-asiáticos e inclusão asiática e falaram também sobre a recente visita do presidente Biden à Coreia do Sul.

Biden iniciou o diálogo discutindo a discriminação e o recente aumento desse tipo de crime.

BTS discute sobre crimes de ódio contra asiáticos com Joe Biden
Foto: Big Hit Entertainment

“O ódio apenas se esconde. Quando as pessoas boas falam sobre isso e dizem o quão ruim é, isso cai”, disse o mandatário norte-americano. “As pessoas se importam muito com o que você diz, e o que você está fazendo é bom para todas as pessoas”. Ele acrescentou: “Não é apenas o seu bom talento. É a mensagem que você está comunicando. É o que importa.”

Os integrante do BTS ficaram agradecidos com o posicionamento de Biden: “Queremos agradecer, sinceramente, por sua decisão, como assinar a Lei de Crimes de Ódio COVID-19 em lei”, disseram os jovens artistas asiáticos. “Então, queremos apenas ser uma pequena ajuda e realmente apreciamos a Casa Branca e (esforços) do governo tentando encontrar soluções”.

Ao final da reunião, Joe Biden presenteou os integrantes com moedas comemorativas.

Matéria produzida por Marcelo de Assis

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Já realizou reportagens musicais na Record TV para o Domingo Espetacular e Jornal da Record. Foi vencedor do Prêmio TopBlog em 2010 e membro do Grammy Latino.

Eddie Van Halen: filho do guitarrista critica documentário sobre o pai

Eddie Van Halen: filho do guitarrista critica documentário sobre o pai 

Noivo de Britney Spears reflete sobre o aborto espontâneo

Noivo de Britney Spears reflete sobre o aborto espontâneo