Connect with us
Camila Cabello e Shawn Mendes se unem a protestos contra o racismo em Miami  Camila Cabello e Shawn Mendes se unem a protestos contra o racismo em Miami 

POP

Camila Cabello e Shawn Mendes se unem a protestos contra o racismo em Miami

Reprodução | Twitter

Published

on

O casal pop Camila Cabello e Shawn Mendes se uniram aos protestos do Black Lives Matter em Miami (EUA) no último domingo (31), contra a morte de George Floyd, um homem de 46 anos de idade que morreu no dia 25 do mês passado depois que um policial o asfixiou com o joelho sobre o seu pescoço.

Camila Cabello e Shawn Mendes se unem a protestos contra o racismo em Miami 

Foto: Reprodução | Twitter

Camila e Shawn, que estão em auto-isolamento com suas famílias na Flórida, saíram às ruas depois que a cidade foi aberta novamente após um toque de recolher noturno, anunciado para manter as pessoas fora das ruas após os violentos confrontos entre policiais e ativistas.

Shawn Mendes segurava uma placa do Black Lives Matter acima de sua cabeça e sua namorada caminhava a frente dele, acenando com o próprio cartaz.

“Eu tenho tentado encontrar as palavras certas para dizer depois de ver o vídeoem que a vida de George Floyd está sendo tirada dele com impunidade … Sinto muito pela família de George Floyd … e pelas inúmeras outras famílias negras que têm seus filhos e pais sendo levados embora”, escreveu Camila Cabello em sua rede social.

Shawn Mendes acrescentou: “Sinto mal do estômago. Ouvir osom da voz dele (Floyd) clamando por ajuda é arrepiante e arrebenta meu coração. Sinto muito que essa injustiça continue acontecendo. Eu não posso imaginar como é a vida lidando com o racismo com tanta frequência. Como pessoa branca, não apenas reconheço que isso é um problema, mas que sou parte do problema… que todos nós, que somos maioria, não podemos mais ficar ociosos enquanto a minoria está sofrendo. É tempo para TODOS os seremos humanos exigirem mudanças. Essa precisa ser a luta de TODOS”, concluiu.

Além de Camila Cabello e Shawn Mendes, outros artistas como Ariana Grande, Halsey, Paris Jackson e John Cusak também se uniram aos protestos do Black Lives Matter.

As Mais Lidas