Connect with us
Cantor franco-brasileiro lança primeiro álbum em português como uma mensagem ao Brasil Cantor franco-brasileiro lança primeiro álbum em português como uma mensagem ao Brasil

MPB & SAMBA

Cantor franco-brasileiro lança primeiro álbum em português como uma mensagem ao Brasil

A única faixa do disco em francês de Fábio Jorge é “La Mamma” em homenagem à mãe francesa que faleceu de covid

Reprodução | Instagram | @fabiojorgecantor

Published

on

O cantor franco-brasileiro Fábio Jorge lançou em todas as plataformas digitais no final de setembro o álbum O Tempo. Este é o quinto projeto de sua carreira e conta com 10 faixas e consultoria artística de Thiago Marques Luiz, que lançou o cantor há 17 anos.

Cantor franco-brasileiro lança primeiro álbum em português como uma mensagem ao Brasil

Foto: Reprodução | Instagram | @fabiojorgecantor

Os arranjos de O Tempo form assinados pelo multi-instrumentista Joan Barros e a gravação, mixagem e masterização ficaram a cargo de Rovilson Pascoal, do Estúdio Parede e Meia.

No repertório canções de diversos músicos e compositores consagrados, como Cuide-se bem e Nosso fim, nosso começo (Guilherme Arantes), A paz (João Donato e Gilberto Gil), Pra fazer o sol adormecer (Gonzaguinha), Canção do Medo (Gianfrancesco Guarnieri e Toquinho), Porta estandarte (Geraldo Vandré e Fernando Lona), que conta com participação especial da cantora mineira Consuelo de Paula, entre outras.

“Escolhi as canções para esse disco pensando muito seriamente sobre um tema específico, que foi a turbulência que aconteceu na vida das pessoas mundialmente, em todos os aspectos, a partir do início da pandemia”, explica o cantor.

Fábio Jorge já lançou quatro projetos em francês, sendo este o primeiro projeto com canções em português, tendo somente a faixa La Mamma, conhecida pela interpretação de Charles Aznavour, no usual francês, por se tratar de um tributo e uma prece à sua mãe.

“Construi minha carreira essencialmente como intérprete de canções francesas, por ser um diferencial. Minha família por parte de mãe é toda francesa e desde pequeno aprendi a conviver com esse tipo de música. Mas achei que me expressar em português fosse o mais adequado para esse momento”, explica.

Advertisement

O nome do projeto também tem todo um significado: “Quando eu estava formando repertório para esse disco, a intenção era que ele se chamasse “Tempestade”, que é uma das músicas e traduz literalmente o que passamos, e nesse ínterim Thiago Marques Luiz me sugeriu uma canção do compositor Reginaldo Bessa, que me voltou à memória, chamada “O Tempo”, e imediatamente pulou para a primeira faixa do disco, e acabou sendo também escolhida para dar nome ao álbum, tamanha é a força e a mensagem exata do que eu queria dizer ao povo…a questão ”TEMPO”. ‘O tempo não para no porto, não apita na curva, não espera ninguém’”, cantarola.

Confira:

 

Advertisement