Connect with us
Chris Cornell: viúva processa Soundgarden por royalties e gravações inéditas Chris Cornell: viúva processa Soundgarden por royalties e gravações inéditas

ROCK

Chris Cornell: viúva processa Soundgarden por royalties e gravações inéditas

Vicky Cornell chegou a criticar os membros da banda em um post no Instagram

Divulgação

Published

on

Nesta segunda-feira (30), Vicky Cornell, viúva do saudoso Chris Cornell (1964-2017), anunciou que está processando o Soundgarden por centenas de milhares de dólares em royalties supostamente não pagos e direitos de sete gravações não lançadas antes da morte do cantor em maio de 2017. As informações são da emissora norte-americana NBC.

Chris Cornell: viúva processa Soundgarden por royalties e gravações inéditas

Cornell é representada por Marty Singer – que chegou a ser descrito pelo Los Angeles Times como um “pitbull” para pessoas como Bruce Willis, John Travolta, Jeff Bezos, Sharon Stone e Arnold Schwarzenegger – e James Sammataro.

Os membros do Soundgarden, Kim Thayil, Ben Shepard e Matt Cameron – este, também membro do Pearl Jam – recentemente romperam um contrato com o advogado Peter Paterno e com o empresário Ron Lafitte, que trabalhavam com a banda desde 2010.

Ainda de acordo com a NBC, Kim Thayil teria sido apontado nos documentos pelos comentários que fez recentemente sobre sua frustração por não ter conseguido terminar e lançar gravações feitas por Cornell e os membros do Soundgarden antes da morte de Chris Cornell. Vicky chamou de “uma tentativa ilegal de forçar os representantes de Chris a entregar certas gravações criadas pelo falecido músico antes que ele morresse”. Vicky Cornell ainda relata que as músicas em questão foram “de autoria exclusiva de Chris, contém as faixas vocais de Chris, foram legadas aos representantes legais de Chris para o benefício dela e de seus filhos”.

Os membros do Soundgarden alegaram ter co-escrito algumas das músicas e, em uma carta à Vicky Cornell, disseram que “a banda ineira estava se sentindo muito positiva com a energia artística e a criatividade reavivadas”, antes da morte de Chris Cornell. Ela afirmou que se ofereceu para compartilhar as gravações com a banda e ajudar a facilitar o lançamento “de uma maneira que respeite os desejos de Chris”, mas disse que a banda se recusou.

Além disso, Vicky também afirma, de acordo com a NBC, que Thayil colocou sua família em risco, alegando que está bloqueando o lançamento de um álbum das gravações.

As Mais Lidas