Connect with us

Uma demo tape do clássico Starman de David Bowie será leiloada por Kevin Hutchinson, dono do material que recebeu de seu amigo Mick Ronson quando ele tinha apenas 16 anos.

A fita também contem demos de Hang On to Yourself e Moonage Daydream que foram parte integrante do álbum The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars.

Hutchinson teria ouvido o material apenas uma vez, antes de escrever “fita de ensaio de David Bowie” em uma etiqueta da fita JVC E-180 com o selo da gravadora EMI.

Em uma entrevista à BBC ele afirmou que não teria ficado entusiasmado com o material de Bowie naquela época: “Eu não pensei: isso é fantástico! Com 16 anos, você não está totalmente impressionado. Nada impressiona você!”

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.

ROCK

Travis divulga mais um single de seu novo álbum. Ouça “Valentine”

Published

on

Travis divulga mais um single de seu novo álbum. Ouça "Valentine"
Divulgação | BMG

O Travis lançará no dia 9 de outubro pela BMG, o seu novo álbum intitulado 10 Songs. Depois de revelar A Ghost, agora é a vez de Valentine, que já está disponível em todas as plataformas digitais.

Travis divulga mais um single de seu novo álbum. Ouça "Valentine"

Foto: Divulgação | BMG

Valentine surge como uma energia escaldante e uma faísca que brilha no contraste entre os vocais suaves de Fran e as linhas de guitarra pesada de Andy Dunlop.

“‘Valentine’ foi gravada como uma performance predominantemente ao vivo em dezembro de 2019 nos estúdios da Rak em Londres. É o mais próximo que Travis chegou sonoramente ao nosso álbum de estreia, ‘Good Feeling’”, observa Fran Healy.

Ouça:

Continue Reading

ROCK

Wilson Sideral e Rogério Flausino dão voz ao poema de Cazuza em “Essas Canções de Amor”

Published

on

Wilson Sideral e Rogério Flausino dão voz ao poema de Cazuza em "Essas Canções de Amor"
Antonio Andrade

São três décadas de saudade quando Agenor de Miranda Araújo Neto, ou simplesmente, Cazuza, nos deixou em 7 de julho de 1990 depois de uma longa batalha contra a AIDS. Ficaram as lembranças de sua trajetória artística e de sua veia de poeta, que marcou sua passagem por este planeta.

Wilson Sideral e Rogério Flausino dão voz ao poema de Cazuza em "Essas Canções de Amor"

Foto: Antonio Andrade

Suas poesias foram imortalizadas no livro Preciso Dizer Que Te Amo – Toda a Paixão do Poeta, uma luxuosa coletânea de 65 textos não musicados que sua mãe, Lucinha Araújo, encontrou em cadernos e anotações do filho.

Agora, a música Essas Canções de Amor, personifica nas vozes dos irmãos Wilson Sideral e Rogério Flausino todo sentimento impresso por Cazuza no poema Não Reclamo. Esse tributo já é recorrente no trabalho artístico dos irmãos mineiros que, mais uma vez, dão seu toque magistral na composição.

“Isso é um bolero-blues, bicho”, sacramenta Wilson Sideral.

Wilson Sideral e Rogério Flausino dão voz ao poema de Cazuza em "Essas Canções de Amor"

Foto: Antonio Andrade

Sideral e Flausino estão acompanhados no single dos músicos David Maciel (bateria), Adriano Campagnani (baixo), Marcelinho Guerra (guitarra), Marcus Abjaud (teclados), além dos metais sobre a assinatura de Wagner Souza (trompete), Breno Mendonça (sax tenor), Walmer Carvalho (sax alto e barítono) e João Machala (trombone).

Essas Canções de Amor (Não Reclamo), que já está disponível em todas as plataformas digitais pela Sony Music Entertainment, integra o esforço artístico-solidário de manter viva a memória de um dos nomes mais importantes da música popular brasileira. E vai destinar 100% dos direitos autorais à Sociedade Viva Cazuza.

Assista ao clipe, editado por Sideral a partir das imagens de Diego Ruahn:

Continue Reading

ROCK

O dia em que Ozzy Osbourne pediu drogas ao baixista do Metallica 

Published

on

O dia em que Ozzy Osbourne pediu drogas ao baixista do Metallica 

Rob Trujillo, baixista do Metallica, revelou que Ozzy Osbourne já lhe pediu drogas. O músico disse em uma entrevista ao Louder Sound, que ele trabalhava na gravação de um álbum do Infectious Grooves enquanto que Ozzy estava concentrado no seu disco No More Tears.

O dia em que Ozzy Osbourne pediu drogas ao baixista do Metallica 

Foto: Reprodução | YouTube

Tanto Trujillo, quanto os colegas do Infectious Grooves, eram colegas de quarto e estúdio de Ozzy Osbourne.

“Lembro que estávamos gravando ‘The Plague That Make Your Booty Move’ com Mark Dodson em um estúdio chamado Devonshire, e Ozzy estava lá ao mesmo tempo fazendo ‘No More Tears’, então éramos basicamente colegas de quarto ou companheiros de estúdio, por um tempo“, relatou Rob Trujillo na entrevista.

Trujillo também revelou durante a entrevista que lembra de Ozzy “correndo pelo corredor, completamente louco, fazendo muitas coisas naquela época” e que Infectious Grooves já estava pensando em chamar o lendário vocalista do Black Sabbath para cantar em uma música.

Até o momento em que Ozzy Osbourne partiu para o interrogatório: “Vocês tem cerveja?” Não!. Vocês tem vinho?Não. Vocês tem comprimidos? Não. Vocês tem cocaína?Não, Ozzy!.

“Vocês são chatos!”, reclamou a voz de Changes.

Ozzy gravou Therapy para o Infectious Grooves em seu álbum de estreia The Plague That Makes Your Booty Move… It’s the Infectious Grooves de 1991.

Continue Reading

As Mais Lidas