Connect with us
Deezer revisita clássicos dos anos 1980 em "InVersions 80s" Deezer revisita clássicos dos anos 1980 em "InVersions 80s"

POP

Deezer revisita clássicos dos anos 1980 em “InVersions 80s”

Deezer

Published

on

Conhecida como a Década de Ouro da Música, os icônicos anos 1980 passam a ser revisitados pela plataforma Deezer no álbum InVersions 80s com novas versões de clássicos consagrados nas vozes da nova geração de artistas alternativos de todo o mundo como Terno Rei, Cansei de Ser Sexy, Milky Chance, Laura Mvula, entre outros.

Deezer revisita clássicos dos anos 1980 em "InVersions 80s"

Foto: Deezer

InVersions 80s tem como foco atingir um público que está longe de ter vivido aquela época dos anos 1980, mas que começa a despontar interesse em conhecer aquele universo. A melhor forma dessa conexão acontecer é unir um grupo de artistas celebrados por estas gerações e, através deles, apresentar os clássicos desta icônica época.

Wolf Alice, banda britânica vencedora do Mercury Prize, que deu um toque de guitarra moderno ao clássico melancólico da banda Roxy Music, More Than This de 1982.

Também se junta ao lançamento a estrela britânica em ascensão Holly Humberstone, que impressiona com uma bela e delicada reformulação de I Would Die 4 U do Prince. Enquanto isso, a vencedora dos prêmios Ivor Novello e MOBO (Music Of Black Origin), Laura Mvula, reinterpreta a canção antológica de Toto, África, trazendo uma visão totalmente emocionante.

Deezer revisita clássicos dos anos 1980 em "InVersions 80s"

Foto: Deezer

Ela comenta sobre a opção por tal música: “Escolhi África, do Toto, porque é um clássico dos anos 80. Parece a música que eu escreveria hoje e se encaixa com a sonoridade do meu álbum”.

Pra quem sentiu falta de representantes brasileiros no repertório até agora, não tem mais com o que se preocupar. O InVersions 80s conta com duas reinterpretações pensadas especialmente para nós: a primeira é da banda Terno Rei, que traz uma versão exclusiva do sucesso do Djavan, Lilás.

Já a segunda, marca o retorno, mais que bem-vindo, do ícone indie CSS (Cansei de Ser Sexy), com a primeira nova gravação do grupo nos últimos oito anos, a banda entrega uma versão arrebatadora de Buffalo Stance de Neneh Cherry. Segundo a vocalista da banda, Lovefoxxx, “sempre sonhei em fazer um cover e tocar essa música com o CSS. A letra é contemporânea, falando sobre auto-estima e confiança”.

Advertisement

Ouça o álbum: