Connect with us
Délia Fischer é indicada ao Grammy Latino pelo álbum "Tempo Mínimo" Délia Fischer é indicada ao Grammy Latino pelo álbum "Tempo Mínimo"

MPB & SAMBA

Délia Fischer é indicada ao Grammy Latino pelo álbum “Tempo Mínimo”

Divulgação

Published

on

Tempo Mínimo, um disco elogiado mundo afora, duas turnês europeias em menos de três meses e a indicação ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Brasileira. Esse é apenas um resumo rápido do que tem sido o ano de 2019 para a cantora e compositora Délia Fischer.

Enquanto aguarda o embarque para Los Angeles, onde acontecerá a cerimônia de premiação do Grammy Latino, marcada para o dia 14 de novembro, Délia saboreia a indicação: “Por mais tempo e esforço que eu tenha dedicado nos últimos anos ao meu trabalho de compositora, cantora e instrumentista, a dificuldade para se ‘chegar lá’ é grande”, avalia. “Não sou uma novinha ‘revelação’ e estou longe de ser uma consagrada. Por isso, há uma felicidade maior em saber que houve uma escuta criteriosa de ‘Tempo Mínimo’, um álbum que foi feito com todo amor e os maiores e melhores colaboradores possíveis, com todo esmero no som e nos arranjos”.

Ao lado dela, concorrem na mesma categoria Zeca Baleiro (O Amor no Caos), Nana Caymmi (Nana Caymmi Canta Tito Madi), Zélia Duncan (Tudo é Um), Jards Macalé (Besta Fera) e Gilberto Gil (OK OK OK).

Délia Fischer é indicada ao Grammy Latino pelo álbum "Tempo Mínimo"

“Sem dúvida, a parte mais incrível é estar nesse rol da MPB, principalmente ao lado do Deus Gil, que é uma das maiores referências da canção para mim e para todo mundo, tenho certeza”, frisa a artista.

O Grammy Latino chega em um momento para lá de especial. Desde que lançou o disco, em abril, Délia não para em casa. Nas duas turnês pela Europa, ela tocou para públicos majoritariamente locais. O triunfo no Velho Continente contou com apresentações consagradoras em palcos da Alemanha (Karlsruhe e Frankfurt), Itália (Turim, Roma e Nápoles) e Portugal (Lisboa e Amarante, dentro do prestigiado MIMO Festival). Foi dessa maneira que ela comemorou seus 30 anos de estrada. Melhor, impossível!

Em agosto, a festança aconteceu em sua cidade natal, o Rio de Janeiro, através do Festival Levada 2019. Com um detalhe: ela foi a única artista a tocar em duas noites. O show é o resultado de mais de oito anos de dedicação ao novo disco, que acentuou a sua faceta de cantora, em um repertório quase integralmente autoral.

“Nos dias de hoje, quando a atenção dedicada a qualquer experiência cognitiva ou estética não dura mais que 30 segundos, apropriar-se do tempo e de seu valor talvez seja um gesto muito mais revolucionário do que se poderia imaginar”, destacou o crítico italiano Massimo Milano, estudioso da música japonesa e brasileira, sobre o trabalho da artista.

Em tempos de mídias digitais, o público de Délia Fischer continua rigoroso e não perde o costume de ouvir CD à moda antiga. Por isso, o álbum físico está à venda em todas as unidades da Livraria da Travessa, no Rio. Nesse trabalho, Délia trouxe a palavra para o primeiro plano, depois de dedicar muito tempo de sua carreira à seara instrumental, seja como artista ou produtora. São faixas como Orgia, Samba Mínimo, Tanto Faz, Canção de Autoajuda e a regravação de Garra, dos irmãos Paulo Sérgio Valle e Marcos Valle, este último presente na própria faixa.

Já no palco, Délia Fischer vem se apresentando ao lado de dois músicos não menos talentosos: o baixista Matias Correa e do multi-instrumentista Antonio Fischer-Band. É a mesma formação que rodou com ela pelos palcos internacionais.

“São os parceiros perfeitos para o meu som”, acentua a artista, que é casada com Matias e mãe de Antonio.

Depois de mostrar Tempo Mínimo na Europa e no Rio de Janeiro, Délia Fischer entra para o panteão dos artistas indicados ao Grammy Latino: “Me sinto, antes de tudo, empolgada para continuar a seguir desafiando o tempo. Esse tempo que abre um portal de amor e reconhecimento pela música, por anos de dedicação incansável, ao som de todos os sentidos dele”, finaliza ela.

MPB & SAMBA

São Paulo: Fonte do Ibirapuera apresenta sucessos de Demônios da Garoa, Tom Jobim e Rita Lee

Espetáculo audiovisual celebra os 466 anos da capital paulista

Published

on

São Paulo: Fonte do Ibirapuera apresenta sucessos de Adoniran Barbosa, Tom Jobim e Rita Lee
Divulgação

Este ano, a cidade de São Paulo comemora 466 anos e a Fonte Elo Ibirapuera terá mais uma vez o espetáculo em homenagem à data. As apresentações acontecem de 25 de janeiro a 3 de fevereiro, em duas sessões diárias, às 20h e 20h30.

São Paulo: Fonte do Ibirapuera apresenta sucessos de Adoniran Barbosa, Tom Jobim e Rita Lee

O espetáculo, que tem 20 minutos de duração, começa mostrando a história da cidade, desde o nascimento, em 1554 até os dias de hoje. No écran da fonte, o público poderá ver também as principais imigrações e a concentração em diferentes bairros.

Há também um destaque para os principais pontos ícones de São Paulo como o Museu do Ipiranga, a Avenida Paulista, Ponte Estaiada, Masp e Museu do Ipiranga, entre outros, mostrando que a cidade é a capital da gastronomia, da multi-cultura e da mistura de etnias.

Entre as canções que fazem parte do repertório do espetáculo – produzido pela Divina Comédia, realizado pela Elfus Eventos, com o apoio da Prefeitura e Secretaria do Verde e Meio Ambiente, estão alguns chorinhos, samba e hip hop.

Entre as músicas escolhidas, estão as tradicionais Trem das Onze dos Demônios da Garoa e Sampa de Caetano Veloso, além de alguns raps e músicas de Tom Jobim e Rita Lee.

Fonte Elo Ibirapuera – Programação Especial de Aniversário de São Paulo
Estreia dia 25 de janeiro. Até 3 de fevereiro.
Duas apresentações: às 20h e 20h30
Parque Ibirapuera | Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n | Ibirapuera, zona sul de São Paulo
Acesso gratuito

Continue Reading

MPB & SAMBA

Maria Bethânia cancela show em São Paulo 

De acordo com a produtora Time For Fun, apresentação foi cancelada por “motivos de logística”

Published

on

Maria Bethânia cancela show em São Paulo 
Divulgação | T4F

A produtora Time For Fun divulgou uma nota à imprensa para informar que a apresentação que a cantora Maria Behtânia faria em São Paulo no dia 12 de março no UnimedHall foi cancelada por motivos de logística.

Maria Bethânia cancela show em São Paulo 

Para os clientes que já adquiriram seus ingressos, mas tem interesse em comparecer à apresentação que será realizada no dia 14 de março no mesmo local, é necessária a troca do ingresso até o dia 31 de janeiro de 2020.

Caso o cliente não possa comparecer à nova data, a solicitação de reembolso deverá ser solicitada entre os dias 14 e 31 de janeiro de 2020, conforme política abaixo:

1) Compras efetuadas em um canal presencial (Bilheteria ou ponto de venda):

a. Dirigir-se ao mesmo local onde a compra foi efetuada;
b. Apresentar o ingresso adquirido;
c. Caso a compra tenha sido efetuada em dinheiro, o reembolso ocorrerá através de depósito bancário;
d. Caso a compra tenha sido efetuada com cartão de débito, o valor será creditado na conta do cartão utilizado na compra;
e. Para compras efetuadas com cartão de crédito, o valor será creditado na fatura do cartão utilizado na compra.

2) Compras efetuadas pela Internet:

a. Entrar em contato com a Central de Relacionamento da Tickets For Fun através do telefone 4003-5588 (abrangência nacional), de segunda à sexta, das 11h às 17h, ou pelo e-mail sac@ticketsforfun.com.br, com o título “REEMBOLSO”;
b. O valor pago será creditado na fatura do cartão utilizado na compra;
c. Seguir com demais instruções que serão enviadas pelo SAC.

Continue Reading

MPB & SAMBA

Isabella Taviani lança o novo single “Não Brinca Comigo”

Faixa é parte integrante do álbum “A Máquina do Tempo”

Published

on

Isabella Taviani lança o novo single "Não Brinca Comigo"
Divulgação

A Máquina do Tempo é o nome do oitavo disco de Isabella Taviani. Um aperitivo da obra estará disponível no começo do ano para os fãs da cantora, a ensolarada faixa Não Brinca Comigo, uma daquelas canções que ficam na cabeça, e nos faz viajar no tempo flertando com os anos 1980 e seus quentes verões.

Isabella Taviani lança o novo single "Não Brinca Comigo"

Desde 2013 sem um álbum de inéditas, considerando o Carpenters Avenue, tributo lançado em 2016, um projeto de regravações, Isabella Taviani lança A Máquina do Tempo com inovações sensíveis tanto no processo de composição como na sonoridade, já que boa parte da produção foi feita na Argentina com músicos portenhos.

“Quando dividi a produção do Carpenters Avenue entre Rio e Los Angeles fiquei fascinada com a combinação estética oposta que acabou acontecendo. O produtor André Vasconcellos me propôs essa aventura e nós embarcamos para Buenos Aires”, disse a cantora.

A Máquina do Tempo é lançado justamente após a turnê comemorativa dos 15/16 anos de carreira fonográfica da artista, e parece contar essa história de mudanças profundas na vida pessoal de Isabella que se tornou mãe de gêmeos enquanto comemorava seus 51 anos de vida.

Das 11 canções autorais apenas uma já havia sido lançada em 2018, A Vida Vive Sem Você.

O conceito do álbum passa por fases, momentos, amores, desamores, acertos e erros. O que se foi e o que virá. O tempo de plantar e esperar florir. Começar, terminar e assim recomeçar.

Confira:

https://open.spotify.com/album/4s8VcREY9I8REVxHo6EU9e

Continue Reading

As Mais Lidas