Connect with us

Vencedora da recente edição do Indepedent Music Awards que foi realizada na noite do último dia 31 de março em Nova York, a cantora, compositora e instrumentista Delia Fischer se apresentará nesta quinta-feira (19) no Teatro Solar de Botafogo para celebrar o feminino através do encontro de mulheres artistas de várias gerações e vertentes no projeto Ela é Solar.




Fischer celebrará a sua conquista no IMA nas categorias Best Latin Song e Vox Pop, inaugurando sua nova formação instrumental e repertório renovado.

No setlist estarão Mercado (uma parceria com Thiago Picchi, premiada em Nova York), Tempo de Amar (escrita com Ronaldo Bastos), além da inédita Ela Furou (parceria com Camila Costa) e as autorais Samba Mínimo e Mesmos Sons.

Delia Fischer estará acompanhada do seu filho Antonio Fischer-Band (teclados, guitarra, bateria, glockenspiel e programações) e de seu marido Matias Correa (stick, baixo acústico e voz).

Nos primeiros meses de 2018, Delia Fischer foi convidada para realizar novos arranjos para sucessos de Ivan Lins para o show Simone canta Ivan Lins, que, desde março, percorre as principais capitais brasileiras.

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.

MPB & SAMBA

ONErpm lança especial sobre a semana da Consciência Negra

Published

on

ONErpm lança especial sobre a semana da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra ou de Zumbi é de fundamental para que sejam lembradas as personagens da luta do povo preto por liberdade e reconhecimento da grande contribuição na história do Brasil. A data instituída com a lei 10.639 de 2003, é importante também para que a busca por direitos raciais se mantenha sempre em pauta até que estes sejam garantidos, como prevê a constituição.

ONErpm lança especial sobre a semana da Consciência Negra

E em homenagem ao Mês da Consciência Negra, a ONErpm apresenta o projeto #BlackIsPower, que reúne grandes nomes da música em pílulas sobre representatividade, ancestralidade e luta. Relembrando sucessos sobre o tema, artistas como niLL, Danna Lisboa, Brunno Ramos, Karol de Souza, Luciana Mello e Felipe Flip resgatam em suas trajetórias momentos importantes para música brasileira, além de composições que marcaram suas carreiras.

Como estreia do projeto #BlackIsPower, a lenda da black music, Sandra de Sá, participou de um showcase exclusivo nos estúdios da ONErpm nesta segunda-feira (18), onde contou marcos importantes da sua carreira e luta, além de interpretar grandes sucessos como Olhos Coloridos e Energia Surreal.

Para dar início a ação, convidados para o primeiro episódio a cantora Luciana Mello, que começou na música aos 5 anos de idade e se tornou um dos maiores nomes da MPB, voz de sucessos como Alma Negra e Na Veia da Nêga.

As pílulas serão publicadas no Instagram da ONErpm Brasil de 20 à 26 de novembro, às 18 horas. Assista o primeiro episódio de #BlackIsPower com Luciana Mello:

View this post on Instagram

Em homenagem ao mês da #ConsciênciaNegra, a @onerpmbr apresenta o projeto #BlackIsPower, que reúne grandes nomes da música em pílulas sobre representatividade, ancestralidade e luta. Relembrando sucessos sobre o tema, artistas como @nil_oadotado, @dannalisboa, @brunnoramos.o, @karoldesouza, @lucianamello e @flipmynameisflip resgatam em suas trajetórias momentos importantes para música brasileira, além de composições que marcaram suas carreiras. Para dar início a ação, convidados para o primeiro episódio a cantora @lucianamello, que começou na música aos 5 anos de idade e se tornou um dos maiores nome da #MPB, voz de sucessos como “Alma Negra” e “Na Veia da Nêga”. As pílulas serão publicadas no Instagram da ONErpm Brasil de 20 à 26 de novembro, às 18 horas. Assista agora!

A post shared by ONErpm Brasil (@onerpmbr) on

Continue Reading

MPB & SAMBA

Torcuato Mariano lança o novo álbum “Escola Brasileira”

Novo álbum conta com colaborações especiais de Djavan, Cesar Camargo, Hamilton de Holanda e Gabriel Grossi

Published

on

Torcuato Mariano lança o novo álbum "Escola Brasileira"
Divulgação

Prefácio de Roberto Menescal

Por sorte a Argentina, nos presenteou com esse músico maravilhoso (Guitarrista, compositor,arranjador, produtor e … muito mais). Desculpe Argentina, mas não vamos devolvê-lo nunca mais, pois hoje ele é um brazuca nosso!

Tive a chance e o prazer de ouvir esse seu novo trabalho Escola Brasileira, que Torcuato me mandou antes de chegar ao público, e resolvi então escrever minhas primeiras sensações e emoções, ao ouvi-lo.

Torcuato Mariano lança o novo álbum "Escola Brasileira"

Poderia ter sido mais um disco de guitarrista, mostrando o quanto toca seu instrumento numa “cachoeira de notas e técnica” como tenho ouvido outros grandes cobras da guitarra, mas não, é um projeto para ser saboreado, pela sua música, suas composições e das grandes participações de músicos e artistas maravilhosos!

Imagine com o que fui deparando durante minha audição: Gabriel Grossi e sua gaita incrível, o grupo vocal moderníssimo que foi na verdade gravado todo por uma pessoa, Marquinhos o Socio, vou acreditar pois Torcuato me garantiu assim, uma cantora de jazz que ainda não conhecia, Toni Scruggs, a música cantada por Djavan, que como sempre arrasou, que tem letra de Carlinhos Brown e ainda por fim, tem a participação de Cesar Camargo Mariano, quer mais?

E tem, nosso grande mestre Hamilton de Holanda na faixa Jogando Bola. Quer mais ainda? Arranjos de cordas do próprio Tocuato e dos cobras dos metais, Jessé Sadock e Rafael Rocha!

Quer mais? Então ouça o trabalho todo como eu ouvi, num belo domingo de outono no Rio de Janeiro. Torcuato, me desculpe mas como eu queria ser esse músico que você é!!!

Ouça o álbum Escola Brasileira:

Continue Reading

MPB & SAMBA

Documentário apresenta Egberto Gismonti e João do Pife em reencontro inédito

Filme estreará na seleção oficial do Festival MIMO de Cinema no dia 24 de novembro em São Paulo

Published

on

Documentário apresenta Egberto Gismonti e João do Pife em reencontro inédito
Divulgação

Incumbido de programar artistas brasileiros para um evento no Canadá chamado O Espírito de Villa-Lobos, no ano de 1997, o produtor musical Geraldinho Magalhães teve uma ideia inicial: unir dois gigantes da música popular brasileira.

Numa ponta, um dos maiores e mais sofisticados intérpretes de Villa-Lobos, o mestre multi-instrumentista Egberto Gismonti; na outra ponta, a inspiração maior do maestro homenageado: a mais pura e genuína música brasileira, ali representada por um de um de nossos mais intuitivos artistas, o artesão e tocador de pífanos João do Pife. Dois guardiões do melhor da nossa música.

Documentário apresenta Egberto Gismonti e João do Pife em reencontro inédito

O entrosamento foi enorme. Muitas histórias aconteceram, mas não tocaram juntos na ocasião. Até que, 20 anos depois, Geraldinho encontra Egberto na rua e – papo vai, papo vem – ele propõe: “Você tocaria com João do Pife e sua bandinha em Caruaru e Recife? Vamos pra lá, meio às cegas e arrumamos isso?”. Na empolgação, Egberto topou na hora. E o filme O Avião tá de Parabéns – frase disparada por um entusiasmado João do Pife para uma aeromoça que não falava português no voo de volta ao Brasil – nasce numa viagem Rio de Janeiro-Caruaru, em Pernambuco.

Egberto vai até João e sua Banda de Pífanos Dois Irmãos. Reencontro de dois amigos que não se viam há 20 anos, unidos pela música e pela prosa, agora revisitadas. Egberto reviu o amigo in loco, na sua cidade, em sua oficina de sonhos onde João fabrica a ferro e fogo seus pífanos e seus tambores. Dois grandes mestres e dois ícones distintos da extrema sofisticação e virtuosismo, as raízes mais profundas e verdadeiras da maravilhosa música brasileira.

A direção do longa-metragem – que se tornou um programa especial para o Canal Brasil a ser exibido dia 30 de janeiro de 2020 às 18h – ficou a cargo de Geraldinho Magalhães (Diversão & Arte) e do documentarista Nilton Pereira (Virtual Produções). A empresa Pitú, mais popular cachaça nordestina, embarcou nesta viagem e patrocinou o filme.

A estreia será no Mimo Festival 2019, em São Paulo, dia 24 de novembro no Centro Cultural São Paulo, às 18H.

Continue Reading

As Mais Lidas