Connect with us
Ecad anuncia terceira e última parcela de pagamentos antecipados por direitos autorais Ecad anuncia terceira e última parcela de pagamentos antecipados por direitos autorais

MERCADO

Ecad anuncia terceira e última parcela de pagamentos antecipados por direitos autorais

Plano contempla quase 22 mil profissionais da música com reprasse de adiantamento extraordinário

Divulgação | Ecad

Published

on

Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) concluiu sua participação no primeiro plano de auxílio a compositores e artistas proposto pela gestão coletiva da música no Brasil, da qual faz parte juntamente com as associações que o administram. São elas: Abramus, Abramus, Amar, Assim, Sbacem, Sicam, Socinpro e UBC.

Ecad anuncia terceira e última parcela de pagamentos antecipados por direitos autorais

Foto: Divulgação | ECAD

A empresa fez o repasse às associações de música da terceira e última parcela do adiantamento extraordinário e os valores serão disponibilizados por elas até o fim desta semana a quase 22 mil compositores, intérpretes, músicos, editoras e produtores fonográficos brasileiros.

Outros beneficiários são titulares de obras musicais que tiveram rendimento médio anual entre R$ 500 e R$ 36 mil nos últimos três anos.

O pagamento inicial foi realizado em abril e o segundo, em maio. Ao todo, cada titular recebeu entre R$ 600 e R$ 900 dependendo de sua renda média nos últimos anos e valor total distribuído foi R$ 14 milhões.

“A gestão coletiva da música compreende as dificuldades enfrentadas por todos e essa medida emergencial certamente ajudou profissionais que são fundamentais para a cadeia produtiva da música”, observa Isabel Amorim, superintendente executiva do Ecad. “Estamos trabalhando firme com o intuito de auxiliar a todos. Seguimos em negociações com diversos parceiros, clientes, associações e sindicatos para acordos e retomada de pagamento dos direitos autorais de execução pública da música em diversos segmentos”, concluiu.

A medida visa auxiliar os autores em meio à atual pandemia do coronavírus.

As Mais Lidas