NACIONAIS

Entrevistamos a dupla Victor Freitas & Felipe

By  | 

Com a música latina invadindo o topo das paradas em todo o mundo, os irmãos gêmeos Victor Freitas & Felipe ficaram a vontade para apostar no rítimo reggaeton em seu novo single Redução de Coração, lançado pela gravadora MM Music na última quarta-feira (16).

O clipe já está disponível no YouTube e teve a direção assinada por Luiz Soufe, que gravou as cenas em diversos pontos do Rio de Janeiro, como a colorida Escadaria do Selaron na Lapa. A respostas dos fãs foi imediata: mais de 200 mil views em poucos dias.

A dupla recebeu a imprensa na semana de lançamento do canção e conversou com o The Music Journal Brazil. confira:

Marcelo de Assis: Como nasceu a ideia de unir a musicalidade de vocês com o reggaeton?

Victor Freitas & Felipe: Temos alguns amigos que moraram em Madrid entre 2012 e 2014 e começaram a nos enviar muitas músicas de reggaeton e começamos ouvir muito elas que não tinham espaço nenhum na mídia brasileira e quando começou essa abertura, já no final do ano passado com a Anitta gravando com Maluma, J Balvin, aí resolvemos que era o momento de fazer o que a gente gosta, que é o lado mais pop, o reggaeton e também sentimos que era o momento certo de fazer uma composição nossa dentro dessa vibe, cantando em português primeiramente, mas com muita influência latina.

Marcelo de Assis: Vocês gostam muito de música latina?

Victor Freitas & Felipe: Começamos a gostar no inicio do movimento reggaeton. Ela é dançante, porém, é mais envolvente. Então, tivemos esse “estalo” de pensar que sempre fizemos música pop, sempre trouxemos esse lado pop para o nosso sertanejo. Também sempre tivemos banda de rock na adolescência e quando morávamos em Belo Horizonte fizemos parte da “geração MTV, de ver clipe todos os dias e isso foi bem legal para a nossa formação musical. Então, a partir de 2012 começamos a ouvir música hispânica e o reggaeton abriu a nossa concepção para cantar em espanhol. Foi a partir de Despacito que vimos que é possível fazer um reggaeton no Brasil também!

Marcelo de Assis: Vocês acreditam em uma conexão com a musicalidade de vocês, do sertanejo, com a música latina?

Victor Freitas & Felipe: A relação não. Nem o timbre vocal do sertanejo, dueto, não dialoga com a música latina, com a eletrônica no reggaeton. Falo pela nossa essência. Ouvimos muito Justin Bieber, Ed Sheeran e nós tivemos uma certa facilidade para migrar do sertanejo, que ja era muito pop em nosso trabalho. Agora, não vemos uma ligação do sertanejo atual com o reggaeton só pelo fato de este ser muito dançante.

Marcelo de Assis: Qual foi a ideia de dar o título de Redução de Coração para este single?

Victor Freitas & Felipe: O título foi uma sacada de pensar: “Se você quer emagrecer, você faz uma redução de estômago. Então, se você não quer mais sofrer por amor, você faz uma redução de coração” (risos). A música tem esse lado cômico, do cara que se iludiu demais.

Marcelo de Assis: Como é o processo de composição entre vocês?

Felipe: O nosso trabalho é 100% autoral. Sentamos juntos, algumas das vezes eu começo, como o Victor não toca violão, ele toca bateria e percussão. Aí eu começo com uma ideia, ele dá um tema e vamos compondo a melodia e letra e, nossos parceiros, também tocam ou cantam e todo mundo vai pensando junto. Refrão, Parte a, parte b, parte c.. É uma matemática mesmo…

 

Extraímos o foco na arte, no perfeccionismo de sempre querer melhorar como artista, como intérprete, como performer no palco. A preocupação de deixar um legado na música.

 

 

Marcelo de Assis: Vocês já trabalharam com o Victor & Léo. Como surgiu essa parceria e como foi trabalhar com eles?

Victor Freitas & Felipe: Foi muito bacana trabalhar com eles, um aprendizado muito grande. São ídolos nossos. Ídolos do Brasil inteiro. Gravamos uma participação em 2015 no DVD deles Vai Me Perdoando que é uma musica que nos deu uma visibilidade nacional muito legal pra gente e depois participaram em nosso CD em Você Nem Sonha. São ídolos, são parceiros, temos um carinho muito grande. A parceria e a amizade continua.

Marcelo de Assis: Mas como surgiu o convite do DVD?

Victor Freitas & Felipe: Vai Me Perdoando era uma canção que entraria no nosso CD que o Léo estava produzindo e nisso gravamos uma amostra da música. O Léo enviou essa amostra ao Victor que gostou demais e fez o convite para a gente. Foi um gelo na barriga total fazer um projeto daquele tamanho, mas foi muito especial. Um aprendizado muito grande.

Marcelo de Assis: Quais são as referências musicais imediatas de vocês?

Victor Freitas & Felipe: Michael Jackson, Bruno Mars

Marcelo de Assis: Mas o que é possível extrair da obra de Michael Jackson e aplicar na musicalidade de vocês?

Victor Freitas & Felipe: É o foco na arte. Não é bem a musicalidade, que a dele, é inigualável. Extraímos o foco na arte, no perfeccionismo de sempre querer melhorar como artista, como intérprete, como performer no palco. A preocupação de deixar um legado na música. E tem também o Bruno Mars, Justin Bieber, Ed Sheeran, desde Blink-182 até Backstreet Boys, Green Day … no sertanejo, Bruno & Marrone, Victor & Leo, Gusttavo Lima, Luan Santanar… Nos espelhamos muito nesses artistas, não só em sua música mas em sua gestão de carreira.

Marcelo de Assis: E shows? Como estão sendo planejados?

Victor Freitas & Felipe: Estamos montando uma nova agenda para os novos shows que terão uma pegada mais pop. Muita performance, muito efeito, músicas inéditas, muito reggaeton e algumas canções sertanejas.

Marcelo de Assis: Qual a mensagem que vocês deixaram para os fãs?

Victor Freitas & Felipe: Agradecer a toda a galera que está curtindo, compartilhando, ajudando a divulgar a música e que nada seria possível sem vocês, sem a a ajuda de vocês e somos muito gratos por vocês ouvirem, gostarem e pelas demonstrações de carinho. Procuramos sempre responder a todos vocês. Um beijo para a galera!

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e é membro do Grammy Latino.