Connect with us

O cantor Filipe Lorenzo lançou nesta sexta-feira (10) o seu novo single Ás Cegas, um ijexá sobre uma história de amor com atmosfera misteriosa. Composta por Luedji Luna em parceria com Emillie Lapa e produzida por Paulo Mutti, a canção já está em todas as plataformas digitais através da ONErpm.

“Cresci em Salvador, uma cidade construída em bases na diáspora africana- uma diáspora forçada diga-se de passagem – então os elementos de musicalidade que conheço desde menino, estão ligados com esta tradição. Somos a terra do ijexá, do vassi, do agueré, do samba-reggae, da chula, do groove arrastado… “ exemplifica Filipe Lorenzo, que nos últimos meses lançou outros dois singles: Esse silêncio que dá e Ogã Mirim com as participações de Antônio Carlos e Jocafi.

“Às cegas” trouxe para o cantor uma percepção de que muitas vezes não encontramos razões para determinadas coisas, para sentimentos ou atitudes, mas seguimos ouvindo a voz do coração, da intuição, carregamos o mistério com a gente e mantemos a vida acesa.” Só há vida, crescimento, se há movimento. Então, é como se mesmo às cegas nós tivéssemos um guia ou instrumentos que nos levam aonde queremos chegar”, acredita.

O cantor adianta que deve lançar mais um single antes de disponibilizar seu segundo álbum completo. O primeiro foi Odisseia Baiana, que caiu no gosto dos amantes da MPB.

Confira:

Continue Reading

#novosom

Fernando Aciely lança remix de “Menina Linda” com duo Selva

Published

on

Fernando Aciely lança remix de "Menina Linda" com duo Selva
Divulgação

O duo Selva, um dos maiores projetos de música eletrônica no Brasil, fazem releitura do single Menina Linda do cantor Fernando Aciely, que você pode conferir abaixo com exclusividade pelo TMJ.

Menina Linda foi produzida originalmente no estúdio Midas Music do produtor Rick Bonadio e agora ganha uma nova roupagem eletrônica por Pe Lu e Brian Cohen.

Confira:

Continue Reading

#novosom

Seadi grava novo clipe com apresentação intimista em São Paulo

Published

on

Seadi grava novo clipe com apresentação intimista em São Paulo
Rafael Dias

O cantor, compositor e multi-instrumentista Seadi se apresentará nesta sexta-feira (30) na Cia da Revista em São Paulo. Depois da festa de lançamento de Imperfeição, que parou a badalada Oscar Freire em outubro de 2018 na Flagship da Chili Beans, o artista retorna com nova formação da banda e outras surpresas.

Seadi grava novo clipe com apresentação intimista em São Paulo

Dono de uma voz marcante e estilo único, Seadi realizou vários trabalhos em importantes estúdios como a Head Media, na Nave33 de Juliano Cortuah e no Caxa Baxa. O show desta sexta-feira contará com a gravação de um novo clipe.

As pessoas que adquirirem o ingresso para assistir Seadi em São Paulo, que custa R$ 15, ganharão na entrada uma Gin Tônica, bebida oficial do artista.

Continue Reading

#novosom

Avenoar: entre lembranças e o desconhecido nasce o clipe de “Até Eu Dormir”

Published

on

Avenoar: entre lembranças e o desconhecido nasce o clipe de "Até Eu Dormir"

O duo paulistano Avenoar, formado por Gabriel Dellilo e Carol Fincatti, lançou nesta semana a faixa Até Eu Dormir, o segundo single da carreira. Sua sinopse corresponde ao amor e caminhos para seguir em frente.

“Essa foi a primeira música que finalizamos juntos. Foi ali que percebemos nossa sintonia para compor, então ela marca o início do Avenoar de uma forma bem especial. A letra mistura uma sensação de saudade e término com superação e liberdade”, comenta Carol Fincatti.

O clipe, envolvido pelo pop rock sofisticado da canção e gravado em São Roque, interior de São Paulo, traz o sol nascente: “Iniciamos às quatro da manhã e subimos um morro com mais de um quilômetro com todo equipamento e ainda sem a luz do dia pra pegar alguns takes. Paramos carros na estrada para podermos filmar. É uma história que vamos levar pra sempre, foi uma loucura boa que resultou nesse clipe maravilhoso”, completa a artista.

Já sobre a composição da canção, Gabriel Dellilo explica: “A frase que inicia a música: ‘Fica só mais um pouco até eu dormir’ é o norte da atmosfera dessa faixa. Conseguimos, por meio de dois pontos de vista, falar à respeito do exato momento em que duas pessoas decidem seguir caminhos diferentes. O momento da ruptura, onde o apego aperta, onde o chão acaba sumindo dos pés. Para nenhum dos lados é fácil, mas esse pulo ao desconhecido é o que cura o passado e abre espaço para o novo que se mostra inevitavelmente necessário”, finaliza.

Confira:

Continue Reading

As Mais Lidas