in

Freddie Mercury: “Love Me Like There´s No Tomorrow”, comemora aniversário do cantor

http://www.universalmusic.com

Para comemorar o 73º aniversário de Freddie Mercury e o trabalho do Mercury Phoenix Trust (MPT), a Universal Music Group (UMG), acaba de lançar um novo vídeo, dirigido por Esteban Bravo e Beth David, para a música de Mercury, Love Me Like There’s No Tomorrow, com animação em Woodblock.

Dave Rocco, Vice-Presidente Executivo de Criação da UMG, disse ao fazer este anúncio: “Das muitas responsabilidades que temos para com nossos artistas, proteger seus legados é talvez o mais importante. Abrangente e radical como o de Freddie Mercury, é nosso dever garantir que ele continue a provocar, educar e inspirar”, disse.

E complementou: “Ao falar com Jim Beach sobre ‘Love Me Like There’s No Tomorrow,’ sabíamos que essa peça deveria ser feita à imagem de Freddie: honesta, corajosa e, acima de tudo, bonita. Queríamos contar uma estória não de dois homens, mas de uma conexão e do poder inefável que o amor tem para vencer e conquistar a incompreensão e o medo. É um reflexo do fio que percorre toda a obra de Freddie. Foi o que fez ele “nunca ser entediante” e parte do motivo de sua mágica continuar viva. Beth e Esteban compartilham esses traços extraordinários, mas o mais importante é que eles amam, respeitam e entendem Freddie. Eles são contadores de estórias incrivelmente talentosos e emotivos que representam e fazem parte da comunidade LGBTQ+. Não poderíamos estar mais agradecidos pelo seu impressionante trabalho”, conclui o executivo.

[smartslider3 slider=10]

Os diretores Esteban Bravo e Beth David disseram sobre o curta-metragem: “Queríamos contar uma história que fosse relevante para a vida de Freddie, mas não explicitamente sobre ele. A crise da AIDS na década de 1980 é uma grande parte da história LGBTQ+, e algo que sabíamos que precisava ser tratado com cuidado. É uma linha tênue caminhar entre esclarecer um assunto e perpetuar um estigma. E fomos cautelosos em não nos apoiarmos em imagens e estereótipos que poderiam prejudicar a compreensão atual do vírus da AIDS, em vez de ajudá-lo. Ao pesquisar o vírus HIV/AIDS e a maneira como ele afeta o sistema imunológico do corpo, fomos inspirados a dar uma olhada na história através de uma lente mais microscópica. É uma história de amor entre dois glóbulos brancos, um dos quais foi infectado pelo vírus. Essa perspectiva nos deu uma representação visual mais direta do conflito, o que nos permitiu explorar as lutas mais sutis que os personagens enfrentam em seu relacionamento um com o outro, suas percepções de si mesmos e a percepção, preconceito e negligência da sociedade.”

“A comunidade LGBT + lutou por anos pelo direito à pesquisa adequada e assistência médica e, por causa dessa luta, milhões de vidas foram salvas. Queríamos celebrar essa vitória. Através da perseverança, força e amor, nossos personagens não apenas sobrevivem, mas também vivem vidas saudáveis e longas”, contam os diretores.

Love Me Like There’s No Tomorrow foi tirada de Never Boring, a coleção solo definitiva de Freddie Mercury, que será lançada mundialmente dia 11 de outubro de 2019 pela Universal Music Group, a Hollywood Records e a Mercury Records.

Confira:

Matéria produzida por Marcelo de Assis

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Já realizou reportagens musicais na Record TV para o Domingo Espetacular e Jornal da Record. Foi vencedor do Prêmio TopBlog em 2010 e membro do Grammy Latino.

Universal Music Publishing anuncia acordo com KondZilla

Universal Music Publishing anuncia acordo com KondZilla

Camila Cabello lança dois novos singles: "Shameless" e "Liar"

Camila Cabello lança dois novos singles: “Shameless” e “Liar”