Negócios

Governo britânico investe em novos artistas musicais

By  | 

Muitos artistas britânicos estão se beneficiando de um investimento governamental de longo prazo através de uma campanha conhecida na região como Exporting Is Great, criada para ajudar a construir suas bases de fãs internacionais e impulsionar as vendas de suas músicas fora do Reino Unido.




A campanha faz parte do Music Export Growth Scheme (Esquema de crescimento das exportações de música) ou MEGS que já se encontra em seu quarto ano consecutivo e é administrada pela British Phonographic Industry (BPI), órgão regulador do mercado musical na região e que apoia pequenas e médias empresas de música, contribuindo para as suas campanhas de marketing de artistas e turnês.

De acordo com a BPI, na última rodada de financiamento, 20 ações britânicas receberam subsídios totalizando um valor superior a £ 294 mil (cerca de R$ 1,4 milhão) para auxiliar no financiamento de projetos na Europa, América do Norte, Ásia e Austrália. Entre os artistas beneficiados estão JONES, Nina Nesbitt, MiC LOWRY (que já esteve na turnê do cantor Justin Bieber), Gavin James (que fará shows no Brasil em 2018) as bandas Dream Wife, Frank Carter & The Rattlesnakes e Shame.

Para se ter uma ideia de como o Music Export Growth Scheme tem sido viável para o mercado britânico, os resultados foram animadores: de acordo com a BPI, para cada £ 1 investido, houve um retorno de £ 10 para a economia do Reino Unido. Metade do investimento apoiou atividades de turismo e outras atividades promocionais nos EUA, seguida pela Alemanha (10%), França (5%), Holanda (4%) e Belgica (3%).

Até agora, grupos de música receberam mais de 60% do financiamento, com destaque para artistas de gêneros como o rock (34%), pop (25%), música eletrônica (9%), folk (5%), R&B e soul music (5%), urban, jazz e blues (3%).

“O The Music Export Growth Scheme confere uma gama diversificada de talentosos artistas britânicos a oportunidade de aumentar sua base de fãs nos principais mercados internacionais por meio de turnês e suporte de marketing”, analisa Chris Tams, diretor da supervisão internacional do MEGS para a BPI. “No processo, isso ajuda a promover o perfil da música britânica no exterior e, crucialmente, ajuda a impulsionar nossas exportações com um retorno sobre o investimento de mais de 10 libras para cada 1 libra investida pelo governo”, disse.

Confira a lista de artistas britânicos que participam do Music Export Growth Scheme:

Gavin James
Blanco White
Dream Wife
Editors
Emma Gatrill
Frank Carter & The Rattlesnakes
George Fitzgerald
Heavyball
JONES
Kelly Lee Owens
Let’s Eat Grandma
MiC LOWRY
Nina Nesbitt
Novo Amor
Otzeki
Paul Draper
RY X
Shame
The Spitfires
Thomas Slinger aka Gemini

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.