Connect with us
Guga Nandes, a nova aposta do pagode, lança álbum com Mumuzinho, Vitão, Suel e Gabily Guga Nandes, a nova aposta do pagode, lança álbum com Mumuzinho, Vitão, Suel e Gabily

MPB & SAMBA

Guga Nandes, a nova aposta do pagode, lança álbum com Mumuzinho, Vitão, Suel e Gabily

Cantor lança “Pra Não Desgrudar Vol. 1”, projeto audiovisual estará disponível em todas as plataformas digitais

Divulgação | Universal Music Brasil

Published

on

Guga Nandes, carioca e pagodeiro nato, é a grande aposta da Universal Music para o pagode em 2020. Nesta sexta-feira (20) ele lança seu álbum de estreia Pra Não Desgrudar Vol. 1, que estará disponível em todas as plataformas digitais com oito canções inéditas e quatro grandes parcerias: Mumuzinho, Vitão, Suel e Gabily.

Guga Nandes, a nova aposta do pagode, lança álbum com Mumuzinho, Vitão, Suel e Gabily

Além dos áudios, o projeto produzido em parceria com a Universal Music e a GTS, divisão global de agenciamento artístico e produção de eventos, ainda conta com vídeos gravados ao vivo no HUB, no Rio de Janeiro, que serão divulgados um por semana.

A faixa Pra Não desgrudar já é apresentada com vídeo e mostra todo o potencial de Guga, não só como cantor dono de uma voz serena e marcante, mas também como compositor. Os versos “Me abraça/ me beija/ me fala que acredita em mim/ que não vai me deixar/ só porque a gente se desentendeu” apresentam o refrão romântico e envolvente que tem tudo para embalar histórias de casais apaixonados.

A parceria com Suel em Reticências, é uma das faixas que mais se destaca do projeto. Trazendo uma balada romântica, o vídeo mostra integração total entre os cantores. O refrão chiclete com o verso inicial e final “Eu tinha que te deixar ir” é cantado a plenos pulmões, exaltando a voz doce e sonora de Guga.

O cantor também mostra suas habilidades como compositor em mais três faixas que assina em parceria: Reviravolta, Verdade ou Desafio e Confessa, esta última cantada ao lado de Mumuzinho. O álbum ainda traz a canção Inseparável, composição dos irmãos Melim com outros dois compositores, que retoma todo o romantismo característico do pagode.

Guga Nandes, a nova aposta do pagode, lança álbum com Mumuzinho, Vitão, Suel e Gabily

“Comecei a compor de uma forma até bem inusitada. Fui convidado por um amigo para ir até a casa dele para compor, fomos criando e eu imaginava essas canções sendo gravadas por outros artistas e não por mim. Nenhuma dessas músicas foi composta pensando no meu DVD. Elas estarem ali é incrível, mostrando a minha verdade e me dando força para continuar escrevendo. De lá pra cá, já compus muitas outras”, conta Guga.

Além de Mumuzinho e Suel, Guga recebe ainda no palco mais dois grandes nomes: Vitão e Gabily. Na faixa Vibration, dividida com Vitão, o cantor une a pegada romântica a uma personalidade mais solta e sensual. Cantando “Quando o beijo pega é vício/ oh lá em casa”, a dupla levanta a energia e coloca todo mundo para dançar.

Audaciosa e Louca, com Gabily, traz ainda mais sensualidade com a letra “Sou submisso/ e ela pede mais”. A conversa entre o casal fica clara na canção, com as duas vozes se complementando.

“Fiquei muito feliz e realizado em ter a participação do Suel, para quem gosta do pagode melancólico, romântico, curte muito Suel. Mumuzinho foi maravilhoso pela referência que ele é, foi uma experiência muito boa. Ter uma referência totalmente diferente do pagode com a Gabily era um desejo muito grande porque todos os gêneros que escuto acaba me influenciando e ela representa muito essa mistura do pop que eu gosto bastante. O Vitão foi uma coisa que eu sonhava, queria muito, ele faz um som meio rap, meio pop, um estilo que nós do samba, do pagode admiramos muito, então foi uma surpresa e uma alegria imensa poder cantar ele”, comemora.

Dirigido por Júlio Loureiro – conhecido por trabalhar em DVDs de Dilsinho, Ludmilla, Matheus e Kauan, Léo Santana, entre outros- e com produção musical de Lelê e Bruno Cardoso – do Sorriso Maroto -, o áudio de Pra Não Desgrudar Vol.1 vai estar disponível em todas as plataformas digitais, assim como os vídeos da faixa- título e Reticências, com Suel. Os demais vídeos serão divulgados um por semana no canal do Youtube do cantor e quatro músicas surpresas serão lançadas ainda este ano no Vol. 2 do projeto.

Para Guga, essa é a realização do seu sonho, mas de uma maneira muito maior do que ele imagina: “Eu sentia que tudo isso em algum momento fosse acontecer, mas eu não imaginava a grandeza que teria, mesmo que eu ainda não tenha total noção dela. A cada dia, momento, notícia é uma alegria, uma sensação diferente, uma realização de uma forma que eu não esperava, mas que deixa muito feliz”, finaliza.

Sobre Guga Nandes

Guga Nandes, carioca do Catete, iniciou sua carreira cantando na igreja, integrou o coro infantil da Orquestra Sinfônica Brasileira e foi destaque no programa Raul Gil na infância com música cristã, mas foi compondo e postando vídeos de pagode no YouTube que o cantor se encontrou.

Chamando atenção por sua qualidade vocal, viu seus vídeos serem compartilhados por grandes cantores como Vitinho, Lucas Morato e Dilsinho. Suas composições também se destacaram ganhando vida nas vozes de Ferrugem, Príncipe, Chininha, Dilsinho e Arlindinho.

MPB & SAMBA

Nando Reis confirma nova data para show de encerramento da turnê “Esse amor sem preconceito”

Apresentação, adiada por conta da pandemia do Convid-19, combina hits autorais com clássicos do rei Roberto Carlos e terá participação especial de Paulo Miklos

Published

on

Nando Reis confirma nova data para show de encerramento da turnê "Esse amor sem preconceito"
Divulgação

O cantor e compositor Nando Reis anunciou que o dia 19 de junho é a nova data para o show de encerramento da turnê Esse amor sem preconceito. O espetáculo é baseado no álbum mais recente do artista, Não sou nenhum Roberto, mas às vezes chego perto, com músicas de Roberto Carlos. A apresentação traça um paralelo poético entre a obra autoral do ex-Titã com os clássicos do ícone da Jovem Guarda. A realização do show é assinada pela Peck Produções.

Nando Reis confirma nova data para show de encerramento da turnê "Esse amor sem preconceito"

No repertório, músicas como O Segundo Sol, As coisas tão mais lindas, Pra você guardei o amor, Sei e All Star, de Nando Reis, e Alô, De tanto amor, Você em minha vida, Todos estão surdos e Amada Amante, de Roberto Carlos em parceria com Erhttp://vivorio.com.br/eventos/nando-reis/asmo Carlos – esta última foi a música que inspirou o nome da turnê: “Esse amor sem preconceito/ Sem saber o que é direito/ Faz as suas próprias leis”.

O show terá ainda a participação especial do cantor Paulo Miklos, companheiro de banda de Nando nos Titãs.

Lançado em abril de 2019, quando Roberto Carlos completou 78 anos de idade, esse é o 13º álbum do músico, com 12 faixas de 23 anos de repertório do Rei, entre os anos de 1971 a 1994.

Nando Reis
9 de junho de 2020 (sexta-feira)
Horário: 22 horas
Local: Vivo Rio (Infante Dom Henrique, 85 — Parque do Flamengo — Rio de Janeiro
Classificação: 18 anos
Ingressos: http://vivorio.com.br/eventos/nando-reis/
Valores: A partir de R$120

Continue Reading

MPB & SAMBA

Coronavírus: Leandro Lehart chegou passar “dias terríveis” em UTI

Published

on

Coronavírus: Leandro Lehart chegou passar "dias terríveis" em UTI
Divulgação

O cantor Leandro Lehart revelou em seu perfil no Instagram que chegou a ficar seis dias internado em uma UTI após ter contraído o coronavírus. Já recuperado, o artista de 48 anos e compositor de sucessos do Art Popular, diz ter vivido “dias terríveis”.

Coronavírus: Leandro Lehart chegou passar "dias terríveis" em UTI

“Eu passei muito mal e aí eu tive uma pneumonia por causa do covid-19. Fiquei seis dias na UTI, passei dias terríveis, mas quero dizer que eu estou novo, e estou muito bem graças a Deus”, escreveu na rede social.

Leandro Lehart também revelou que começou a passar mal após trabalhar no show Samba Cura Live, que aconteceu no dia 21 de março. Desde então, o cantor preferiu não divulgar o problema: “Me silenciei por uma opção. Achei que era mais importante ficar quieto. Hoje estou em casa, estou em alta, feliz e rezando pelos doentes da covid-19”, concluiu.

Assista:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Comunicado aos fãs.

Uma publicação compartilhada por Leandro Lehart (@leandrolehart) em

Continue Reading

MPB & SAMBA

Clarice Falcão revisita sua carreira no EP “Eu Me Lembro”

Apontando para uma nova sonoridade da artista, álbum conta com hits e participação de Letrux

Published

on

Clarice Falcão revisita sua carreira no EP "Eu Me Lembro"
Divulgação

A cantora, compositora e atriz Clarice Falcão revisita, homenageia e recria sua carreira no EP Eu me Lembro. O novo projeto conta com cinco canções de trabalhos anteriores da cantora com a estética eletrônica que marca a turnê atual da artista, inspirada no disco Tem Conserto (2019).

Clarice Falcão revisita sua carreira no EP "Eu Me Lembro"

Trazendo outras cores para favoritas do público, o EP serve como um marco da evolução e amadurecimento de Falcão, está disponível em todas as plataformas digitais pela Ditto e chega junto de um clipe.

“Minha música é muito focada nas letras, que é algo que gosto muito, mas nos últimos anos eu queria que a música acompanhasse o clima. Mudamos bastante e achamos novas camadas para essas canções”, conta Clarice.

Lançado no ano passado, Tem Conserto traz uma artista se abrindo de modo inédito para debater questões profundas e pessoais, como ansiedade e depressão, que a acompanham desde a adolescência. O álbum foi o grande responsável por essa nova direção musical. Integrando essa estética agora a canções de discos anteriores de Falcão, o EP Eu Me Lembro traz a inédita Pra Ter o que Fazer, lançada anteriormente somente no YouTube em 2012 em um formato voz e violão; duas faixas do disco Problema Meu, Irônico e Eu Escolhi Você, além de duas do seu debut Monomania, O Que eu Bebi e Eu Me Lembro, que ressurge em um dueto com Letrux.

“Sou muito fã da Letícia (Novaes) desde o tempo de Letuce. Antes mesmo dela ser a Letrux e do Noite de Climão, a convidei para cantar essa música comigo em um show no Circo Voador e foi mágico. A partir daquele dia, sempre tentei fazer o dueto dessa música com outras mulheres. Aí quando decidimos regravar essa música, que além de ser uma das mais conhecidas e uma das que mais ressoam em mim, não tive dúvidas de convidá-la”, conta Clarice, que na versão original faz um dueto com Silva.

Eu Me Lembro conta com a produção de Lucas de Paiva. A mixagem e masterização são assinadas por Gabriel Guerra.

Confira o clipe:

Continue Reading

As Mais Lidas