Connect with us
Il Divo retorna ao Brasil com show em São Paulo no mês de abril Il Divo retorna ao Brasil com show em São Paulo no mês de abril

CLASSICA

Il Divo retorna ao Brasil com show em São Paulo no mês de abril

Grupo de crossover clássico se apresenta no Espaço das Américas

Divulgação

Published

on

O grupo de crossover clássico Il Divo retornará ao Brasil para uma apresentação no dia 5 de abril em São Paulo no Espaço das Américas. Com 15 anos de carreira, Carlos Marin, Urs Buhler, Sebastien Izambard e David Miller se apresentaram no país em maio do ano passado com a turnê Timeless.

Il Divo retorna ao Brasil com show em São Paulo no mês de abril

Os ingressos já estão à venda nas bilheterias do local ou através do site da Sympla e custam entre R$ 125,00 e R$ 700,00.

Nesta turnê Timeless Encore, a produção executiva e curadoria musical é mais uma vez feita pelo próprio Il Divo que promete aos fãs a cada show uma nova experiência ao som de clássicos antigos e atuais, cantados em quatro línguas.

“Este show Timeless Encore terá por volta de sete músicas diferentes do nosso último show no Brasil, entre elas: Mama, Everytime I look at you e Ode to Joy. Seguem no repertório clássicos como: Hola, My Way, All Of Me e Hallelujah além de muitos outros sucessos”, diz o grupo em comunicado.

Il Divo Timeless Encore | Espaço das Américas

5 de abril de 2020 (domingo)
Abertura da casa: 18h
Início do show: 20h
Censura: 14 anos
Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – São Paulo – SP
Capacidade para este evento: 4.248
Acesso para deficientes: sim

Ingressos: Setor Platinum: R$ 700,00 (inteira) e R$ 350,00 (meia) | Setor Azul Premium: R$ 580,00 (inteira) e
R$ 290,00 (meia) | Setor Azul, A e B: R$ 500,00 (inteira) e R$ 250,00 (meia) | Setor C: R$ 450,00 (inteira) e
R$ 225,00 (meia) | Setor E e F: R$ 350,00 (inteira) e R$ 175,00 (meia) | Setor I: R$ 250,00 (inteira) e R$ 125,00 (meia)

Compras de ingressos: Nas bilheterias do Espaço das Américas (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência ) ou pelo site www.sympla.com.br.

Objetos proibidos: Câmera fotográfica profissional ou semi profissional (câmeras grandes com zoom externo ou que trocam de lente), filmadoras de vídeo, gravadores de audio, canetas laser, qualquer tipo de tripé, pau de selfie, camisas de time, correntes e cinturões, garrafas plásticas, bebidas alcóolicas, substâncias tóxicas, fogos de artifício, inflamáveis em geral, objetos que possam causar ferimentos, armas de fogo, armas brancas, copos de vidro e vidros em geral, frutas inteiras, latas de alumínio, guarda-chuva, jornais, revistas, bandeiras e faixas, capacetes de motos e similares.

Continue Reading

CLASSICA

Petrobras Sinfônica apresentará concerto “Bohemian Rhapsody” em São Paulo

Trilha sonora do filme sobre Freddie Mercury, vocalista da banda Queen, será interpretada em versão sinfônica inédita no Espaço das Américas

Published

on

Orquestra Petrobras Sinfônica apresentará concerto "Bohemian Rhapsody" em São Paulo
Divulgação

Após o sucesso do filme Bohemian Rhapsody, que mostra a trajetória de Freddie Mercury e seus companheiros da banda Queen, no dia 30 de janeiro a Orquestra Petrobras Sinfônica leva para o palco do Espaço das Américas uma versão sinfônica inédita da trilha sonora do longa-metragem.

Orquestra Petrobras Sinfônica apresentará concerto "Bohemian Rhapsody" em São Paulo

De volta a São Paulo, com regência de Felipe Prazeres e arranjos assinados por Alexandre Caldi e Itamar Assiere, o concerto contará com um conjunto de 46 músicos.

Freddie Mercury e seus companheiros Brian May, Roger Taylor e John Deacon mudaram o mundo da música ao formar a banda Queen, durante a década de 1970. Narrando a história de um dos principais grupos de rock da época, desde a sua criação até o falecimento de Mercury, o filme Bohemian Rhapsody foi um sucesso de público e crítica, sendo vencedor de quatro estatuetas no Oscar.

Na programação, músicas como Bohemian Rhapsody, canção escrita por Freddie para o disco A Night at the Opera (1975); Love of my life, que também integra o mesmo álbum e foi interpretada pela banda na primeira edição do Festival Rock in Rio, sendo lembrada como um dos momentos mais marcantes do evento; Under Pressure, que marcou a parceria entre o Queen e David Bowie; We Are the Champions, considerada a música de maior sucesso da banda; além de Don’t Stop Me Now, We Will Rock You, entre outras.

O concerto integra uma série de iniciativas da Petrobras Sinfônica para popularizar a música clássica e renovar o público do gênero.

Os ingressos, que custam entre R$ 60 e R$ 320, podem ser adquiridos nas bilheterias do local (de segunda a sábado das 10h às 19h – sem taxa de conveniência ) ou online pelo site Ticket 360.

Continue Reading

CLASSICA

Alexandre Tharaud lança projeto “Contemporary Concertos”

Trabalho reúne gravação de obras inéditas compostas especialmente para o pianista francês

Published

on

Alexandre Tharaud lança projeto "Contemporary Concertos"
Divulgação

Pianista eclético e criativo, Alexandre Tharaud não cansa de surpreender os fãs da música de concerto e a crítica especializada em geral. Os interesses musicais do artista vão do barroco à música contemporânea, passando também pela música popular francesa dos anos 1920.

Alexandre Tharaud lança projeto "Contemporary Concertos"

Prova disso é o álbum Contemporary Concertos, já disponível mundialmente em todas as plataformas digitais pela Warner Music via Parlophone Records.

Inovando mais uma vez, Tharaud nos brinda agora com gravações inéditas de três concertos para piano esteticamente diversos que foram compostos especialmente para ele. Left Alone (concerto para a mão esquerda e orquestra) de Dane Hans Abrahamsen, composição de 2015; Future is a Faded Song (para piano e orquestra), do francês Gérard Pesson, composta em 2012; e Kuleshov (2015-2017) composta pelo francês argentino Oscar Strasnoy.

Strasnoy disse que o concerto foi “inspirado pelo fraseado único e inimitável de Alexandre Tharaud e pela clareza de tocar”. Sem dúvida, essas palavras poderiam se aplicar aos três trabalhos do álbum.

Alexandre Tharaud é um solista requisitado. Se apresenta à frente de muitas das principais orquestras do mundo. Compromissos recentes de concertos incluem o Royal Concertgouwest, Cleveland e Philadelphia Orchestras, London Philharmonic e hr-Sinfonieorchester Frankfurt.

Como recitalista, Tharaud é um convidado regular nos teatros mais prestigiados do mundo. Os destaques da última temporada incluíram recitais na Philharmonie de Paris, Wigmore Hall, Muziekgebouw Amsterdam, Frankfurt Alte Oper, Teatro Colon Buenos Aires, uma passagem pelo Brasil na Sala São Paulo em 2019 e extensas turnês no Japão, China e Coreia.

Ouça o álbum:

Continue Reading

CLASSICA

Pianista Fazil Say revisita Beethoven em álbum de sonatas

Em uma homenagem a Ludwig Van Beethoven no ano de seu 250º aniversário,
músico turco lança sonatas completas para piano

Published

on

Pianista Fazil Say revisita Beethoven em álbum de sonatas
Divulgação | Warner Music Brasil

Marcando o 250º aniversário de Beethoven de maneira heroica, Fazil Say registrou todas as 32 sonatas para piano do compositor. Ele vê as sonatas como “um texto sagrado para músicos” e Beethoven como “um compositor revolucionário que começa a criar músicas 50 a 100 anos antes de seu tempo”, acrescentando que: “quando interpretamos o trabalho de um compositor, precisamos permanecer fiéis a isto”.

Pianista Fazil Say revisita Beethoven em álbum de sonatas

Em outras palavras, precisamos nos sentir como um compositor. As composições devem ser interpretadas com o mesmo frescor de uma peça musical completamente nova que acaba de ser criada”. Beethoven Complete Piano Sonatas já está disponível em todas as plataformas digitais pela Warner Classics via Parlophone Records.

Com seus extraordinários talentos pianísticos, Fazil Say tem sensibilizado audiências e a crítica especializada por mais de vinte e cinco anos, de uma maneira que se tornou rara no mundo da música clássica cada vez mais materialista e elaboradamente organizado. Concertos com este artista são algo diferente.

Pianista Fazil Say revisita Beethoven em álbum de sonatas

Eles são mais diretos, mais abertos, mais emocionantes; em resumo, eles vão direto ao coração. Foi exatamente isso que o compositor Aribert Reimann pensou em 1986, quando, durante uma visita a Ancara, teve a oportunidade, mais ou menos por acaso, de apreciar a atuação do pianista de dezesseis anos.

Ele imediatamente pediu ao pianista americano David Levine, que o acompanhava na viagem, para ir ao conservatório da cidade, usando a frase que se tornou amplamente citada: “você precisa ouvi-lo, esse garoto toca como um demônio”.

Confira:

https://open.spotify.com/album/3H6ecMXLalw0lH1Wcn5YYa

Continue Reading

As Mais Lidas