Connect with us
James Brown: gravadora relançará o álbum "Get On The Good Foot" em vinil duplo James Brown: gravadora relançará o álbum "Get On The Good Foot" em vinil duplo

JAZZ SOUL R&B

James Brown: gravadora relançará álbum “Get On The Good Foot” em vinil duplo

Divulgação

Published

on

A Universal Music Enterprises, sob o selo Republic Records, lançará no dia 21 de junho para o mercado internacional, uma nova edição em vinil duplo de Get On The Good, álbum clássico de James Brown editado originalmente em 1972. O novo material incluirá artes com imagens da fita master, além da balada I Know it´s True. Esta será a primeira vez que este álbum será lançado em vinil nos EUA.

Get On The Good foi o segundo lançamento de James Brown em 1972, já que ele havia lançado o disco There It em julho daquele ano. Get On permaneceu por 17 semanas na lista da Billboard, alcançando a oitava posição nas listas de R&B. Era o inicio do trabalho de Brown com a sua clássica banda J.B.s.

A faixa-título do álbum alcançou a primeira posição da Billboard em 1972 e conquistou uma certificação de ouro pela RIAA. Outros singles de Get On The Good se destacaram como I Got A Bag of My Own, Lost Someone, Cold Sweat e Ain´t It A Groove.

Get On The Good já está em pré-venda por £ 21,99 (cerca de R$ 113) e você pode conferir abaixo o conteúdo do álbum:

James Brown: Get On The Good Foot [2LP]

LADO 1

1. Get On The Good Foot (Parts 1 & 2)
2. The Whole World Needs Liberation
3. Your Love Was Good For Me
4. Cold Sweat

LADO 2

1. Recitation By Hank Ballard
2. I Got A Bag Of My Own3. Nothing Beats A Try But A Fail
4. Lost Someone

LADO 3

1. Funky Side Of Town
2. Please, Please

LADO 4

1. Ain’t It A Groove
2. My Part/Make It Funky (Parts 3 & 4)
3. Dirti Harri
4. I Know It’s True

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

JAZZ SOUL R&B

Morre aos 90 anos, Lennie Niehaus, que compôs trilhas para filmes de Clint Eastwood

Published

on

Morre aos 90 anos, Lennie Niehaus, que compôs trilhas para filmes de Clint Eastwood 
Reprodução | Warner Bros Pictures | Photofest

Lennie Niehaus, lendário saxofonista que trabalhou na composição de trilhas sonoras para filmes de Clint Eastwood, morreu aos 90 anos de causas naturais. As informações são do portal The Hollywood Reporter, que recebeu a confirmação do óbito através dos familiares do músico.

Morre aos 90 anos, Lennie Niehaus, que compôs trilhas para filmes de Clint Eastwood 

Foto: Reprodução | Warner Bros Pictures | Photofest

Lennie Niehaus conheceu Clint Eastwood nos anos 1950. Ambos tinham como afinidade, o jazz. Niehaus orquestrou partituras para filmes estrelados por Eastwood como Tightrope (1984), Pale Rider (1985), entre outros.

O saxofonista conquistou o BMI Film & TV Awards pelos trabalhos em Heartbreak Ridge (1986), Unforgiven (1992), The Bridges of Madison County (1995) e Space Cowboys (2000).

Continue Reading

JAZZ SOUL R&B

Bob Hurwitz é homenageado por Laurie Anderson, Philip Glass e Pat Metheny em “I Still Play” 

Álbum traz onze temas inéditos para piano

Published

on

Bob Hurwitz é homenageado por Laurie Anderson, Philip Glass e Pat Metheny em "I Still Play"
Divulgação | Nonesuch Records

Bob Hurwitz, o homem que presidiu a Nonesuch Records de 1984 a 2017, é homenageado na compilação I Still Play por grandes nomes como Laurie Anderson, Philip Glass e Pat Metheny. O álbum, já disponível em todas as plataformas digitais pela Warner Music, traz 11 temas inéditos para piano.

Bob Hurwitz é homenageado por Laurie Anderson, Philip Glass e Pat Metheny em "I Still Play"

Foto: Divulgação | Nonesuch Records

As peças foram apresentadas pela primeira vez na Academia de Música do Brooklyn (BAM), em 2017, em um concerto comemorando o mandato de Hurwitz na gravadora. Na ocasião, ele assumiu o cargo de Presidente Emérito, depois de administrar o selo por mais de três décadas.

David Bither, atual presidente da Nonesuch, disse sobre I Still Play: “O grande amigo de Bob, John Adams, merece crédito pela ideia que está no centro desta gravação. Eu pedi sua ajuda para pensar em como poderíamos homenagear Bob. Algumas semanas depois, ele sugeriu que perguntássemos aos compositores que haviam trabalhado tão intimamente com Bob que cada um escrevesse para ele uma nova peça musical, uma sugestão honrosa, mas com uma reviravolta”.

I Still Play inclui composições de John Adams, Laurie Anderson, Timo Andres, Louis Andriessen, Donnacha Dennehy, Philip Glass, Nico Muhly, Brad Mehldau, Steve Reich, Pat Metheny e Randy Newman. As peças foram gravadas por Andres e pelos companheiros de Nonesuch, os artistas Jeremy Denk, e também os próprios Mehldau e Newman.

Ouça o álbum:

Continue Reading

JAZZ SOUL R&B

Hyldon participa da live “Warner Music Entrou na Sala”

Published

on

Hyldon participa da live "Warner Music Entrou na Sala"
Daryan Dornelles

Um dos grandes nomes de nossa música, o soulman Hyldon confirmou suas participação no evento online Warner Music Entrou Na Sala que acontecerá nesta quinta-feira (19) às 17h no Instagram oficial da gravadora.

Hyldon participa da live "Warner Music Entrou na Sala"

Foto: Divulgação | Daryan Dornelles

Conhecido como o soulman brasileiro, Hyldon é responsável pelo clássico Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda (Casinha de Sapê) nos anos 1970, faixa que foi revisitada nos anos 1990 pela banda Kid Abelha.

Considerado um dos precursores da música soul brasileira, Hyldon, que além de sua inconfundível voz é produtor, guitarrista e baixista, falará sobre sua carreira neste evento.

Já participaram do Warner Music Entrou na Sala, outros grandes artistas como Tiê, Olodum, Salgadinho, Sula Miranda e a banda nore-americana Bliss.

Continue Reading

As Mais Lidas