Connect with us
Lizzo é eleita a Artista do Ano pela Time Lizzo é eleita a Artista do Ano pela Time

POP

Lizzo é eleita a “Artista do Ano” pela Time

A cantora também está na lista das melhores músicas do ano do The New York Times

Divulgação | Warner Music Brasil

Published

on

Este ano definitivamente foi de Lizzo na indústria musical. A cantora quebrou recordes nos charts, foi indicada aos mais importantes prêmios musicais, entre eles o Grammy Awards – liderando as indicações, com um total de oito – e, para fechar essa trilha de sucesso, foi escolhida pela Time e pela Entertainment Weekly como a Artista do Ano. Além disso, ela ainda entrou na lista das melhores músicas de 2019 do The New York Times com Cuz I Love You.

Lizzo é eleita a Artista do Ano pela Time

A Time ainda destacou que é impossível não saber quem é a artista nessa altura do ano e, mesmo quando se pensa não conhecer, você sabe sim que ela é a dona do hit Truth Hurts: “Ela é a trilha sonora da sua aula de zumba, a voz dela é aquela nos fones do cara na sua frente no metrô, e sua filha está trancada no quarto gritando e cantando Truth Hurts em frente ao espelho nesse momento”, enfatizou a matéria.

Lizzo ainda falou à revista sobre os desafios da carreira, os momentos em que duvidou que o sucesso iria chegar, positividade e música: “Eu tenho feito músicas positivas há muito tempo. E aí a cultura mudou. Existiam muitas coisas que não eram populares, mas estavam lá, como o body positive, que no começo era mais uma forma de protesto de corpos gordos e mulheres negras e agora virou moda, uma coisa comercial. Agora sim eu vi que atingiu a grande massa. De repente, eu sou cultura de massa. Como a gente poderia imaginar que isso iria acontecer se nunca houve nada parecido antes?” diverte-se a cantora.

Capa da Entertainment Weekly, Lizzo também falou sobre o sucesso depois de longos anos de espera, dos sonhos de criança, da relação com sua imagem, sobre estrelar seu primeiro filme e tudo o que 2019 representou em sua vida: “Amor próprio não é um delírio. Todo dia eu me lembro de me olhar no espelho físico, no emocional e no espiritual. Mas eu não faço isso. Eu pareço com aquela modelo ou aquela atriz? Eu tenho que me agarrar aos meus próprios padrões. Então eu sou a Lizzo do ano passado que vivia tomando suco detox e fazendo exercícios seis vezes por semana com um treinador? Não. Mas eu sou durona? Sim!”, destacou a artista.

Lizzo também atingiu marcas históricas no Spotify. A cantora divulgou nos perfis das redes sociais os números da plataforma, que já ultrapassaram 1 bilhão de streams, 61 milhões de ouvintes em 79 países. Na última segunda, ela lançou um novo clipe para o hit Good As Hell – atualmente o 6º single mais ouvido nos Estados Unidos de acordo com a Billboard -, e já ultrapassou a marca de 2,9 milhões de views em apenas dois dias.

As Mais Lidas