in

Lorde mostra indignação no Glastonbury sobre reversão dos direitos ao aborto nos EUA 

Lorde mostra indignação no Glastonbury sobre reversão dos direitos ao aborto nos EUA
Foto: Reprodução | Instagram | @lorde

A cantora neozelandesa Lorde mostrou sua indignação sobre a reversão dos direitos ao aborto nos EUA. Na última sexta-feira (24), a Suprema Corte dos EUA votou para derrubar a lei Roe v. Wade, a decisão histórica de 1973 que deu às mulheres americanas o direito constitucional ao aborto.

A nova decisão dá aos estados norte-americanos a capacidade de proibir o aborto.

Lorde abordou a decisão enquanto estava no Pyramid Stage do Glastonbury: “Bem vindo à tristeza. A temperatura é insuportável até você encarar. Você quer saber um segredo, meninas? Seus corpos estavam destinados a ser controlados e objetificados desde antes de vocês nascerem. Esse horror é seu direito de nascença”, disse a hitmaker de Royals, conforme publicado no The New Musical Express.

Lorde mostra indignação no Glastonbury sobre reversão dos direitos ao aborto nos EUA
Foto: Reprodução | Instagram | @lorde

E continuou: “Aqui está outro segredo – você possui força antiga, sabedoria antiga. Sabedoria que impulsionou todas as mulheres que vieram antes de você. Essa sabedoria é seu direito inato. Peço a você hoje, faça do acesso a essa sabedoria o trabalho de sua vida, porque tudo depende disso”.

Quando a cantora terminou de cantar o single Secrets From a Girl (Whos Seen it All), disparou: “Foda-se a Suprema Corte”.

Lorde concluiu sua apresentação no Glastonbury antes de Kendrick Lamar encerrar a edição 2022 do festival, neste domingo (26).

Matéria produzida por The Music Journal Brazil

Netflix considera criar assinatura com base em anúncios

Netflix considera criar assinatura com base em anúncios 

Yungblud sugere colaboração com os Rolling Stones

Yungblud sugere colaboração com os Rolling Stones