Connect with us
Luciana Mello lança novo single “Como Um Caso de Amor” Luciana Mello lança novo single “Como Um Caso de Amor”

MPB & SAMBA

Luciana Mello lança novo single “Como Um Caso de Amor”

A faixa marca os 35 anos de carreira da cantora

Divulgação

Published

on

A cantora Luciana Mello lança nesta sexta-feira (6) o seu novo single Como Um Caso de Amor. A faixa já está disponível em todas as plataformas digitais pela ONErpm.

“Cantar, sambar, chorar, sorrir e bater palmas”, versos da letra de Ronaldo Barcellos e André Renato não poderiam traduzir melhor os 35 anos na música de uma das grandes cantoras do nosso país. Luciana Mello dá início às comemorações mergulhando no samba e com um projeto que conta com faixas inéditas, um mini documentário e um DVD.

Luciana Mello lança novo single “Como Um Caso de Amor”

Sob a direção de Walmir Borges e gravado com um time de músicos de primeira linha, o primeiro single poderia ser facilmente uma faixa biográfica de Luciana ao abrir com os versos “o samba é meu guia, é meu ganha pão, minha paz, é o meu documento, meu talento, minha paixão e muito mais”.

Apesar do samba sempre ter corrido em suas veias e estar presente em todos os seus discos, foi com o álbum indicado ao Grammy Latino em 2017, Na Luz do Samba, que Luciana Mello resolveu abrir com toda propriedade o baú de tesouros musicais deixados pelo legado do pai Jair Rodrigues e fazer uma grande homenagem à ele.

“Luciana Mello é sinônimo de boa música, música rebuscada e revisitada! É referência de música brasileira, de música pop, de MPB. Luciana Mello é a performance genuína da artista que dança, canta, abusa do seu visual. Em 35 anos na música, Luciana Mello é a real aparição, performance, interpretação, e representação da força da mulher brasileira”, declara Walmir.

Confira:

MPB & SAMBA

Tunai morre no Rio aos 69 anos

Cantor e compositor era autor de “Frisson” e irmão de João Bosco

Published

on

Tunai morre no Rio aos 69 anos
Divulgação

O cantor e compositor Tunai morreu na manhã deste domingo (26) em sua residência no Rio de Janeiro. Ele foi encontrado morto no sofá pela sua esposa. Ele tinha 69 anos. A causa foi uma parada cardíaca, confirmada às 6h da manhã

Tunai morre no Rio aos 69 anos

A também saudosa Elis Regina gravou várias composições de Tunai entre os anos 1970 e 1980.

Tunai era engenheiro civil de formação, mas sua vocação pela música falou mais alto e ele teve grande sucesso como cantor e compositor. No ano de 1977, ele foi apresentado pelo seu irmão, João Bosco, ao poeta Sérgio Natureza – nascia uma parceria com grandes sucessos.

Em 1984, Tunai gravou o seu maior sucesso, Frisson, faixa do álbum Em Cartaz, tocando em todas as rádios do Brasil e sendo tema até de novela naquela época.

Outros grandes artistas da MPB já regravaram canções de Tunai como Milton Nascimento, Gal Costa, Beto Guedes, Sérgio Mendes, Belchior, Ivete Sangalo, Roupa Nova, Emílio Santiago, Fagner, entre outros.

O corpo de Tunai será velado no Memorial do Carmo, no Caju (RJ), a partir das 12h30. Depois será cremado as 15h30.

Continue Reading

MPB & SAMBA

Mallu Magalhães anuncia novo álbum para 2020

A produção do álbum ficará a cargo de Mário Caldato Jr, que já trabalhou com Beastie Boys, Jack Johnson e
Marisa Monte

Published

on

Mallu Magalhães anuncia novo álbum para 2020
Divulgação

Mallu Magalhães está gravando mais um disco com previsão de lançamento no primeiro semestre de 2020. A produção do álbum ficará a cargo de Mário Caldato Jr, produtor que já trabalhou com Beastie Boys, Jack Johnson e Marisa Monte, entre outros.

Mallu Magalhães anuncia novo álbum para 2020

“Quando paro um pouco agora (especialmente agora) para tentar dar nome às coisas, me deparo ainda envolta nessa força preciosa que move um novo projeto, nesse mistério que nos faz querer inventar, de novo, uma história” disse Mallu Magalhães. “Também eu não sei dizer porque o fiz e faço, mas posso descrever a natureza da vontade, qual o cheiro desse sonho, de onde vem a esperança e todos os seus desdobramentos. Fui em busca de um lugar mais centrado, mais pleno, mais calmo em seu percurso, mas para minha surpresa, mais produtivo em seu resultado. Como se fosse atrás de uma paz necessária para que as ideias novas aparecessem”, reflete Mallu.

“Acho que o encontro desse ânimo natural com a intenção concentrada no resultado me levou à escolha do método e das pessoas que convidei para esse projeto. Queria que tudo fosse natural. Desde os primeiros rascunhos de repertório pensei no nome do Mário Caldato Jr para produtor que, além de ser o grande profissional que é, acabei por ter a sorte de fazer amizade. Estou orgulhosa do disco, estou feliz nele. Hoje, por exemplo, fiz um solo bonito de guitarra, um assovio divertidíssimo, coloquei o lixo reciclável na cor certa, esqueci de um pagamento e ainda tive tempo de não conseguir convencer a Luísa a comer espinafre no jantar. Por isso daqui, do meu fone de ouvido, posso dizer que tenho um trabalho lindo e interessante para mostrar, mas que eu ainda não sei o nome.”, explicou.

As canções da compositora brasileira vêm sendo celebradas nas redes sociais de Mallu com indicações de que o novo disco está a caminho. Em breve, já estará disponível o primeiro single e clipe do novo trabalho.

O último trabalho de Mallu foi Vem, lançado em 2017 e que gerou shows em diversas casas pelo Brasil, além de festivais como Lollapalooza e Sarará, entre outros. A cantora também apresentou o show em Portugal, onde teve passagem muito significativa pelo NOS Alive e nos Coliseus de Lisboa e Porto, em outubro de 2018. Foi nesse mesmo ano que Mallu se apresentou em cidades como Madrid, Barcelona e Amsterdam.

Continue Reading

MPB & SAMBA

Frejat e Luiza Possi revisitam obra de Raul Seixas com a Orquestra Arte Viva em São Paulo 

A apresentação gratuita, em comemoração ao aniversário de São Paulo, mistura popular e erudito com os clássicos do saudoso roqueiro no Ibirapuera

Published

on

Frejat e Luiza Possi revisitam obra de Raul Seixas com a Orquestra Arte Viva em São Paulo 
Divulgação

O projeto Orquestra no Parque, com o show Colgate Clássicos – Toca Raul, acontecerá no dia 26 de janeiro ás 17h com a Orquestra Arte Viva, sob a regência do maestro Amilson Godoy, convidando ao palco os artistas Frejat e Luiza Possi. O show é gratuito e acontece na plateia externa Auditório Ibirapuera integrando a programação oficial da Prefeitura de São Paulo em celebração aos 466 anos da cidade.

Frejat e Luiza Possi revisitam obra de Raul Seixas com a Orquestra Arte Viva em São Paulo 

O espetáculo aberto ao público traz a mistura do popular e do erudito recheado de clássicos de Raul Seixas (1945-1989) como Metamorfose Ambulante, Sociedade Alternativa e Maluco Beleza, entre outros sucessos.

A Orquestra Sinfônica Arte Viva, criada em 1996 pelo maestro Amilson Godoy – que já tocou com grandes nomes da música brasileira como Milton Nascimento, Gilberto Gil e Gal Costa-, convida para o espetáculo o roqueiro, cantor e compositor Frejat, e a cantora e compositora Luiza Possi.

Em 2017, no mesmo local, o projeto Colgate Clássicos apresentou a cantora Sandy como convidada do maestro João Carlos Martins regendo a Orquestra Bachiana Filarmônica para uma homenagem aos 90 anos do cantor e compositor Tom Jobim. Já em 2018, foi a vez da cantora pop Iza dividir o palco com o maestro João Carlos Martins e o sambista Diogo Nogueira para um show embalado por sucessos do samba, também no Auditório do Parque Ibirapuera.

Orquestra no Parque – Colgate Clássicos – Toca Raul
Orquestra Arte Viva, regência de Amilson Godoy, Frejat e Luiza Possi.
26 de janeiro de 2020, domingo
Plateia externa do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer – Parque Ibirapuera
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque Ibirapuera
(Entrada para carros pelo Portão 3)
Horário: 17h00

Continue Reading

As Mais Lidas