ENTREVISTAS

Luis Fonsi em São Paulo: “Nunca imaginaria que “Despacito” tocaria até na Russia”

By  | 

O cantor porto-riquenho Luis Fonsi, dono do megahit Despacito, atendeu à imprensa nesta terça-feira (27) no Hotel Hilton em São Paulo para anunciar os shows que realizará em maio nas cidades de Curitiba, Rio de Janeiro e na capital paulista.




Fonsi iniciou seu diálogo com os jornalistas atendendo a uma questão do The Music Journal Brazil sobre a concepção de Despacito: “Era uma nova proposta para o mundo latino”, disse. “Era uma letra fácil de cantar e pegajosa. É uma canção muito sensual, com muita elegância, poesia e jogo de palavras, mas nunca com vulgaridade. Em uma oportunidade, nós pensamos: “Essa canção é boa!”. Foi aí que demos conta de que ela necessitava de um featuring e chamamos Daddy Yankee. Nós sentimos que era uma nova proposta para o mundo latino. Nada se compara a isso. Alás, nunca imaginaria que a minha música chegaria ao topo na Rússia! Compus a canção para as pessoas se divertirem, o restou foi Deus”, explicou.

Ainda sobre Despacito, o cantor de 39 anos ainda disse sobre a parceria com Justin Bieber que, segundo ele, despertou o interesse do cantor norte-americano em aprender a língua hispânica: “Ele quer muito aprender o espanhol”, disse. E também agradeceu ao cantor pop: “Ele é um grande artista e nos abriu muitas portas”.

Luis Fonsi também quis deixar claro seu interesse em gravar com artistas brasileiros, citando Ivete Sangalo e Anitta: “Eu tenho planos, mas não sei com quem ainda. Pode ser uma mulher, um homem, uma dupla”, disse. “Ivete Sangalo é uma rainha, Anitta está crescendo muito. Quero aprender mais português e quero que eles cantem um pouquinho de espanhol. Para mim, como artista, tenho que quebrar essa barreira de idiomas”, finalizou.

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.