Connect with us

O Rio de Janeiro como capital pop brasileira sempre foi definido por suas mulheres. Das passarelas de Ipanema aos biquínis asa-delta do Leme ao Pontal às garotas sangue bom, o rosto carioca sempre foi o de uma de suas garotas. A vez é a de Malía, que, nesta quinta-feira (18) lançou seu álbum-début Escuta pela Universal Music.

Ela foi It Girl de O Globo, o clipe do primeiro single que lançou alcançou logo mais de meio milhão de visualizações, sua apresentação no camarote Arpoador, no Carnaval, foi ponto alto em opinião unânime.

Ao se vestir, é uma camaleão. Mas nada do que usa é à toa. O mesmo vale para seu cabelo. E no que mais importa, a música, ela não conhece meias-verdades. Além do texto confessional, Malía faz música para valer, mesclando Elis Regina, Alcione ao hip hop e R&B internacional e o beat mesclado ao orgânico.

Assinou com a Universal Music e GTS, que é responsável pela gestão de sua carreira em parceria com a Arte Omnes. Agora lança em versão completa seu primeiro trabalho. Nas plataformas digitais de áudio, o trabalho é o registro em estúdio de 10 faixas. Na totalidade de aproveitamento da presença de palco e performance, Escuta é lançado também em audiovisual, em apresentação ao vivo que aconteceu no Parque das Ruínas, no bairro de Santa Teresa, no Rio, com uma faixa bônus.

Com Jão, ela divide vocal em Dilema, primeiro single. Rodriguinho, d’Os Travessos, é o segundo convidado do álbum e canta com ela Feeling. Há uma versão que é a cara da artista, Faz uma Loucura por Mim, de Alcione.

Ela vem da Zona Oeste, da comunidade Cidade de Deus, mas Malía começou no coletivo criativo Duto, do bairro de Madureira, na Zona Norte carioca. Foi revelada ao lado de QXÓ, Ramonzin e outros novos talentos como a forte voz feminina na afirmação da música urbana, no R&B e hip hop. A cantora está ligada à cultura de rua à mesma medida em que mistura samba, funk e MPB.

Ouça:

HIP-HOP

TIDAL libera conteúdo de shows de Edi Rock, Bhaskar, Haikaiss e Bivolt

Published

on

TIDAL libera conteúdo de shows de Edi Rock, Baskhar, Haikaiss e Bivolt
Divulgação

A plataforma TIDAL, disponibiliza para os seus assinantes o conteúdo completo do projeto TIDAL X SOM LIVRE. Além de playlists, os fãs da música urbana nacional conferem os vídeos exclusivos do show que reuniu as estrelas do rap e da música eletrônica em um lineup 100% nacional: Edi Rock, Bhaskar, Haikaiss e Bivolt.

TIDAL libera conteúdo de shows de Edi Rock, Baskhar, Haikaiss e Bivolt

O conteúdo inclui o vídeo A Vida é Desafio (homenagem), single icônico de Edi Rock cantado por todos os artistas em sua homenagem, o video longform, com todas as músicas e depoimentos de cada um dos participantes, e o vídeo recap, com um resumo da apresentação para mostrar a experiência do projeto como um todo.

A Casa Natura Musical, em São Paulo, foi o palco dessa imersão no universo da música urbana. A pista ferveu sob o som do rapper Edi Rock, as batidas eletrônicas de Bhaskar, as rimas do quarteto Haikaiss e a presença da figura feminina empoderada de Bivolt.

Confira:

tidal.com/browse/video/118101106?play=true

Continue Reading

HIP-HOP

Supergrupo Prophets of Rage protesta contra os ataques com arma em “Pop Goes The Weapon”

Published

on

Supergrupo Prophets of Rage protesta contra os ataques com arma em "Pop Goes The Weapon"
Divulgação

O supergrupo Prophets Of Rage, formado pelos consagrados Tom Morello, Tim Commerford, Brad Wilk, Chuck D, B-Real e DJ Lord lançam a nova faixa Pop Goes The Weapon, que já está disponível em todas as plataformas digitais pela Universal Music via Fantasy Records e Concord.

Pop Goes The Weapon acompanha uma letra que coloca um foco nítido nas terríveis consequências da infindável epidemia de violência armada.

O American Carnage (referência ao livro americano de Tim Alberta) real é apresentado no emocionante vídeo da faixa, incluindo uma abrangente lista dos tiroteios em massa de 2019 (até o momento), com a data, o local e o número de pessoas mortas e feridas.

O vídeo termina com os nomes das recentes vítimas dos massacres nas três cidades americanas de Gilroy (CA), El Paso (TX) e Dayton (OH), que aconteceram em menos de 10 dias um do outro.

“Pop Goes The Weapon reflete a violência armada que está acontecendo nos Estados Unidos”, afirmou B-Real. “As armas são quase como objeto de culto religioso e que geram enormes lucros nos Estados Unidos”, acrescentou Tom Morello.

Confira:

Continue Reading

HIP-HOP

Duzz aposta em “Street Art” para ambientação do clipe de “Sentença”

Published

on

Duzz aposta em "Street Art" para ambientação do clipe de "Sentença"
TPires

Duzz acaba de lançar o clipe de Sentença com o cenário ambientado em Street Art e desenvolvido por Rômulo Deu Cria. As artes contam com grafismos em branco e preto bastante expressivos.

Rômulo é conhecido por suas customizações para nomes como 1Kilo, 3030, Costa Gold, Pelé Milflows, MC Guimê, WC no Beat, Nego do Borel e Alok.

Sentença já soma mais de 235 mil views no Youtube e tem a direção assinada por TPIRES. Todas as cenas forma filmadas no bar Highline em São Paulo.

Confira:

Continue Reading

As Mais Lidas