Connect with us

O aclamado pianista Marcelo Bratke fará um concerto especial, reunindo na plateia diversas pessoas com deficiência visual, atendidas pela Fundação Dorina Nowill para Cegos, além de colaboradores, conselheiros, voluntários e parceiros da instituição. A apresentação será realizada no auditório da Biblioteca Mario de Andrade em São Paulo.




Bratke, exemplo de superação e talento, descobriu a música logo cedo aos 4 anos idade. Desde então, descobriu que ela era um poderoso canal de expressão de suas emoções e de comunicação com as pessoas.

Por 44 anos, Marcelo Bratke conviveu com uma grave deficiência visual congênita, que o levou a descobrir o mundo e a vida através dos sons.

Aclamado pelo jornal norte-americano The New York Times por suas elogiadas performances de Villa-Lobos no lendário Carnegie Hall, o pianista interpreta obras de grandes compositores que marcaram a sua vida.

Há mais de 70 anos, A Fundação Dorina Nowill para Cegos trabalha para que crianças, jovens e adultos cegos e com baixa visão sejam incluídos em diferentes cenários sociais. A instituição oferece serviços gratuitos e especializados de orientação e mobilidade, clínica de visão subnormal e programas de inclusão educacional e profissional.

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.

CLASSICA

Maestro João Carlos Martins participa de live sobre tecnologia para profissionais do Hospital das Clínicas

Published

on

Maestro João Carlos Martins participa de live sobre tecnologia para profissionais do Hospital das Clínicas
Ale Catan

O maestro João Carlos Martins é o convidado especial do Hospital das Clínicas de São Paulo para uma live que discutirá as tecnologias para reduzir risco de contaminação de profissionais nos leitos de um dos maiores complexos hospitalares do Brasil. O evento acontecerá no Instagram oficial do maestro.

Maestro João Carlos Martins participa de live sobre tecnologia para profissionais do Hospital das Clínicas

Foto: Ale Catan

A live marca o lançamento da iniciativa Conectar Saúde, um projeto que faz parte de um conjunto de ações do InovaHC, centro de inovação do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP), com o objetivo de reduzir o risco de contaminação dos profissionais que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

João Carlos Martins contará com um convidado especial na live: o robô Joquinha – que o ajuda a reger a orquestra nos concertos. O uso do robô colaborativo nos palcos surgiu para ajudar Martins a virar as páginas com as partituras, já que ele tem mobilidade reduzida nas mãos. E, agora, o robô artista passa a integrar o time do Hospital das Clínicas na luta contra o covid-19.

“Durante a transmissão, terei a companhia de um componente ilustre na Bachiana Filarmônica Sesi-SP. Vou reger com o apoio de um cobot, que batizei de Joquinha. E é o Joquinha que também vai ajudar os profissionais da saúde do Hospital das Clínicas”, explica o maestro João Carlos Martins.

A iniciativa Conectar Saúde está em curso no HC graças ao trabalho de pesquisadores do Brasil e de diversas partes do mundo, além do apoio de algumas empresas de tecnologia.

“Com essa rede de apoio, a plataforma que estamos estruturando para o HC poderá ser aproveitada por outras instituições de saúde, bem como evoluir para um uso regular nas operações hospitalares”, explica Marco Bego, diretor executivo do Instituto de Radiologia (InRad) e diretor do InovaHC.

Continue Reading

CLASSICA

Maria Callas: gravadora lança coletânea “Drama Queen”

Álbum reúne as gravações de estúdio mais dramáticas já feitas pela artista durante a carreira

Published

on

Maria Callas: gravadora lança coletânea "Drama Queen"
Divulgação | Warner Music | Warner Classics

A gravadora Warner Classics lançou na última sexta-feira (29), a coletânea Drama Queen, que reúne algumas das mais dramáticas cenas e árias de ópera já gravadas pela lendária Maria Callas (1923-1977). O álbum já está disponível em todas as plataformas digitais.

Maria Callas: gravadora lança coletânea "Drama Queen"

Foto: Divulgação | Warner Classics

Mesmo quatro décadas após a morte de Callas em Paris no ano de 1977, o que o diretor Franco Zeffirelli disse sobre ela é verdadeiro até hoje: “Há uma era “BC” e “AC” – “antes de Callas” e “depois de Callas”.

Teria sido fácil encher uma caixa de CD com inúmeros exemplos da versatilidade de Maria Callas, especialmente em gravações mono, embora reconhecidamente menos tecnicamente perfeitas, mas ainda mais intensas, de suas performances ao vivo de 1949 a 1953. A coleção termina com apenas uma gravação ao vivo de modo que o segundo arco narrativo central de sua carreira seja pelo menos abordado brevemente: a ária D’amore al dolce impero de Armida, mencionada acima, gravada ao vivo no Teatro Comunale, em Florença, em 1952. Esta é uma gravação divina de La Divina, que hoje, quase 70 anos depois, ainda transcende o tempo e a arte.

Na época, as performances da jovem Maria Callas colocavam o bel canto em oposição ao verismo – com o último confiando principalmente em explosões poderosas e dinâmica “forte” para expressar emoções – enquanto o bel canto, que o zeitgeist havia abandonado, recebeu uma voz inesperada e ainda mais impressionante. Como resultado, 1952 marcou nada menos que uma mudança radical no mundo da ópera.

Ouça a compilação Drama Queen de Maria Callas:

Continue Reading

CLASSICA

Judy Collins lança nova versão para “Amazing Grace” com coral virtual

Published

on

Judy Collins lança nova versão para "Amazing Grace" com coral virtual
Divulgação | Warner Music Brasil

Judy Collins lançou na última sexta-feira (29) uma nova versão para o clássico Amazing Grace, que chega acompanhada de um coral virtual em auxilio ao Fundo de Resposta à Solidariedade, fundo global criado para apoiar o trabalho da Organização Mundial de Saúde (OMS) na contenção da pandemia do coronavírus. A faixa já está disponível em todas as plataformas digitais pela Warner Music.

Judy Collins lança nova versão para "Amazing Grace" com coral virtual

Foto: Divulgação | Warner Músic

Amazing Grace reúne um enorme número de cantores internacionais profissionais e amadores. de todo o mundo unificados em solidariedade global por meio de um enorme coral virtual, dando à faixa uma nova sensação e profundidade. A canção se tornou uma fonte de conforto durante esses tempos sem precedentes, com a versão de Judy sendo tocada no Hospital Charing Cross, que recebeu uma onda de derramamento emocional nas mídias sociais e mais de 5 milhões de visualizações e o agora famoso padre de Notting Hill, Pat Allerton AKA tocando a versão da música de Judy durante sermões recentes pelas ruas.

“Gravei ‘Amazing Grace’ com um grupo de amigos na Capela Saint Paul, no campus da Universidade de Columbia, em Nova York”, explica Judy Collins. “Quando minha gravação da música foi lançada, ela se tornou enormemente popular em todo o mundo. Foi escrita por John Newton em 1772, um homem que evoluiu de um capitão de navio negreiro para um escritor de hinos poderosos e mudou toda a sua vida, tornando-se um modelo de transformação espiritual. É disso que precisamos hoje mais uma vez. Fique seguro, ajude os outros e ore pelo planeta. Estou dedicando esta música para todos os médicos, enfermeiros e pacientes. Nós vamos sobreviver a isso com amor, música e graça incrível”.

Assista à nova versão de Amazing Grace:

Continue Reading

As Mais Lidas