Connect with us

Com quase sete minutos de puro groove, Alma é o primeiro single do novo álbum de Marcos Valle. A faixa fala de um encontro num bar, que surge como algo pequeno mas que pode esconder um grande amor. A música foi produzida por Daniel Maunick com co-produção do próprio artista e está disponível nas plataformas digitais.

“A letra é sobre um amor que pode acontecer em qualquer no mundo. Num mundo de encontros e desencontros e encontros frívolos, eu quis falar que um desses pode ser algo muito maior, de um grande amor. O encontro é mais do que algo físico, da alma presente no nome da faixa”, conta Marcos Valle.

A canção é o primeiro single de Sempre, novo álbum do artista. O disco é um testemunho da contínua busca por desenvolvimento e reinvenção que definiu a carreira de seis décadas de Valle. Sempre mudando e seguindo em frente, ele começou como um dos compositores da segunda geração da Bossa Nova nos anos 1960, escrevendo o mundialmente famoso Samba de Verão (conhecido também como Summer Samba ou So Nice) para o seu segundo álbum, O Compositor E O Cantor.

Após um breve período nos Estados Unidos, Valle retornou ao Brasil, e no início dos anos 1970 lançou quatro álbuns inovadores, que incorporavam rock progressivo, influências psicodélicas, pop, jazz, soul e arranjos cinematográficos.

Esses álbuns traziam Marcos Valle trabalhando ao lado de várias bandas brasileiras influentes, como a Som Imaginário, O Terço e o lendário trio de jazz funk Azymuth, do qual se tornou padrinho. Após acompanharem Marcos no seu lendário álbum de trilha do filme Fabuloso Fittipaldi, José Bertrami, Alex Malheiros e Mamão resolveram permanecer juntos e pediram a permissão de Valle para usarem o título de uma das faixas desse álbum Azymuth para batizar o trio.

Em meados dos anos 1970, Valle voltou aos Estados Unidos e iniciou parcerias com Leon Ware (ex-parceiro e produtor de Marvin Gaye), e com o grupo Chicago, além de gravar com Sarah Vaughan, dividindo a faixa Something, do álbum Song of the Beatles.

Após ter cantado com Sarah em seu álbum, Marcos apresentou a ela algumas de suas músicas, o que a fez querer gravar o álbum I Love Brazil, onde interpreta apenas músicas brasileiras, incluindo duas músicas de Valle: If You Went Away (que Sarah interpretou no programa The Johnny Carson Show) e The Face I Love.

A parceria com Leon Ware não ficou restrita a música, se tornaram grandes amigos. Essa amizade rendeu mais de doze colaborações, uma delas sendo Rocking You Eternally, faixa título de um dos álbuns mais respeitados de Ware.

Alma atualiza o som da era de boogie de Marcos Valle, misturando o seu som disco, sambaião e o jazz-funk de fim de noite, que são a essência de músicas como Estrelar (1983) e Bicicleta (1984).

O novo single une o baixista Alex Malheiros (do Azymuth e parceiro de longa data de Valle) e o mestre da percussão Armando Marçal. O trabalho do artista dialogará com essa cultuada etapa da sua discografia.

“Alma tem uma ligação com a minha fase de estudos e gravação sobre a black music, como a que tive no fim dos anos 70 com Leon Ware. Ela tem o soul com um toque brasileiro. Essa faixa reflete o caminho do disco, com o balanço e da dança. O álbum Sempre vai ter essa característica”, explica Valle.

Desde o início da década de 1990, Marcos Valle vem trabalhando com a gravadora Far Out Recordings, com sede em Londres, onde sua abordagem musical permaneceu decididamente aberto a novas influências, possibilidades e tecnologias. Com uma obra cultuada mundialmente e atual desde sempre, Valle já teve suas faixas ressignificadas através de samples de artistas como Jay-Z, Kanye West, Pusha T, Capital Cities e Loyle Carner.

Sempre será o quinto álbum de Marcos Valle para a gravadora inglesa e virá em formato de Vinil, CD e digital a partir de 28 de junho. Alma já está disponível em todas as plataformas de música digital e você pode ouvir abaixo:

MPB & SAMBA

Preta Gil lança “Din Din Dom” com Aila Menezes

Single é uma das apostas da cantora para este verão e o clipe foi gravado em Salvador

Published

on

Preta Gil lança “Din Din Dom” com Aila Menezes
Divulgação | Midiorama

“Sabe aquele groove pra dançar agarradinho, bem gostosinho, bem coladinho, escaradinho?”, pergunta Preta Gil à baiana Aila Menezes em Din Din Dom, uma das apostas de Preta para este verão, que ganhou um videoclipe gravado em Salvador.

Preta Gil lança “Din Din Dom” com Aila Menezes

Essa é a primeira parceria das cantoras, que já há algum tempo aguardavam uma oportunidade para gravarem juntas.

A canção, composta por Aila e Tacila Almeida, é um groove arrastado, pagode baiano que tem em Aila Menezes uma defensora do estilo desde 2007, quando era vocalista da banda Afrodite, e que depois se tornou groove de saia.

Preta, por sua vez, não esconde a admiração por Aila, de quem já gravou All Right em seu último álbum, Todas as cores.

“Há um tempo alimento a vontade de gravar um novo pagode baiano e com uma mulher forte e de atitude como Aila, “Há um tempo alimento a vontade de gravar um bom pagode baiano e com uma mulher forte e de atitude como Aila, tudo se torna ainda mais interessante. São poucas as mulheres que representam o pagode baiano como ela”, declara Preta Gil.

“Estou muito feliz em poder participar desse projeto com Preta. Ter sido convidada por ela, que é uma artista humana e plural, é uma honra para mim. A canção ‘Din Din Dom’ é a oportunidade de levarmos o pagode baiano feito por mulheres para o Brasil. Estou muito confiante e acho que vamos arrasar”, disse Aila Menezes.

Para o videoclipe da canção, dirigido Chico Kertesz e produzido pela Macaco Gordo, as cantoras escolheram como cenário o Palácio Rio Branco na Cidade Alta de Salvador, tendo ao fundo a Baía de todos os Santos e o Elevador Lacerda.

Preta Gil dedicará à Bahia seus dois lançamentos deste verão: além de Din Din Dom, com Aila, a artista participa da música Balacubaco-Up and down do grupo Quabales ao lado de Daniela Mercury, que será lançada em 31 de janeiro, ambos pelo selo da cantora, Black Tape.

Confira:

Continue Reading

MPB & SAMBA

Margareth Menezes puxará bloco no Carnaval de São Paulo

Bloco Unidos do Bar Brahma também contará com Sabrina Sato

Published

on

Margareth Menezes puxará bloco no Carnaval de São Paulo
Divulgação

Pela primeira vez o Bloco Unidos do Bar Brahma receberá a musa Sabrina Sato para curtir o trio comandado por Margareth Menezes pelas ruas de São Paulo. O evento acontece no domingo, 16 de fevereiro, a partir das 11h, com a concentração na famosa esquina das avenidas São João e Ipiranga.

Margareth Menezes puxará bloco no Carnaval de São Paulo

O bloco de rua é uma iniciativa do Camarote Bar Brahma que completa 20 anos em 2020. Para comemorar a data e agregar ainda mais alegria às ruas da cidade, a organização firmou parceria com sua madrinha Sabrina Sato. Essa é a primeira vez que uma rainha de bateria do Carnaval paulista oferece uma experiência 360º durante a folia.

Sabrina Sato comandará o bloco pré-Carnaval na cidade ao mesmo tempo em que é presença confirmada no camarote e no desfile da Gaviões da Fiel na avenida. Toda a folia será registrada no reality #CarnavalDaSabrina, que está em sua 4º temporada no canal oficial da apresentadora no Youtube.

“Estamos muito felizes em unir Sabrina Sato e Margareth Menezes no mesmo evento. Elas são a cara do Carnaval e temos certeza que vão levar uma experiência incrível para nossos foliões”, conta Cairê Aoas, diretor-executivo do Camarote Bar Brahma.

Margareth Menezes se apresentará pela segunda vez no bloco e será responsável por trazer sucessos como Dandalunda, Faraó e Alegria da Cidade.

De acordo com dados divulgados pela Prefeitura Municipal da Cidade de São Paulo, em 2019, o Carnaval de Rua da cidade teve recorde de patrocínio destinado ao evento, com público estimado de mais de 5 milhões de pessoas durante a folia.

São 865 blocos inscritos para 960 desfiles, de acordo com as informações oficiais.

Continue Reading

MPB & SAMBA

Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal participam do álbum “Samba Social Clube – Volume 2”

Published

on

Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal participam do álbum "Samba Social Clube - Volume 2"
Divulgação

Chegou nesta sexta-feira (17) às plataformas digitais pela ONErpm, o álbum Nova Geração, Vol. 2, o novo lançamento do Samba Social Clube. A gravação do segundo volume do DVD ocorreu no Teatro Popular Oscar Niemeyer, fazendo parte das comemorações do aniversário de 444 anos de Niterói e em homenagem à Arlindo Cruz.

Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal participam do álbum "Samba Social Clube - Volume 2"

Com direção musical de Alceu Maia e produção de Bruno de Paula e Eduardo Chaves, o DVD mostra ao público o trabalho de sete artistas da nova geração do samba: Inácio Rios, Mosquito, Arlindo Netto, Renato Milagres, Mingo Silva, Nego Álvaro e Marcelle Motta.

No repertório estão sambas inéditos nas vozes dos novos talentos: Samba Pros Poetas (Inácio Rios e Diogo Nogueira); Virada (Manu da Cuíca e Marina Íris); Ofício Sambista (Claudemir e André Renato); É Lenha (Mingo Silva, Nego Álvaro e Mosquito); Pra Te Encontrar (Nego Álvaro); Ouvi Dizer (Mosquito e Teresa Cristina), entre outros.

Zeca Pagodinho e Fundo de Quintal participam do álbum "Samba Social Clube - Volume 2"

A roda de samba conta com participações especiais de Zeca Pagodinho, Fundo de Quintal e Moacyr Luz, cantando junto com a nova geração de sambistas. A grande homenagem a Arlindo ficará por conta de seu amigo Zeca e do filho Arlindinho, interpretando juntos Dor de Amor (Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Acyr Marques).

O projeto dá continuidade a marca que já é consagrada no mundo do samba e reúne a elite do gênero em um só encontro para ficar na história e sempre oferecendo oportunidades a novos talentos.

Confira:

Continue Reading

As Mais Lidas