Connect with us

O Metallica, em sua atual turnê WorldWired já arrecadou o montante de US$ 70 milhões em 13 shows, de acordo com os relatórios da Billboard Boxscore.

A data onde o Metallica teve o maior ganho foi no dia 8 de junho em Meath na Irlanda, onde mais de 71 mil fãs viram a banda se apresentar no icônico Slane Castle. Só nesta apresentação, o total arrecadado foi US$ 8,1 milhões.

A revista Pollstar, especializada na indústria musical, classificou a turnê do Metallica como uma das turnês de hard rock e metal mais bem pagos no mundo no período de 22 de novembro de 2018 a 22 de maio de 2019.

A WorldWired Tour já realizou mais de 130 shows em todo mundo desde o seu inicio em 2016. Além disso, o baterista Lars Ulrich afirmou em uma entrevista ao The Mercury News que a bem sucedida série de shows pode durar até inicio de 2020.

MERCADO

Spotify insere ferramenta visual Canvas e tem aumento de 120% em acessos

Published

on

Spotify insere ferramenta visual Canvas e tem aumento de 120% em acessos
Divulgação

A ferramenta Canvas Video, incorporada ao Spotify, aumenta os fluxos em 120% e já foi testada por nomes como Billie Eilish, Taylor Swift, entre outros. As informações são da Billboard. 

O Spotify está expandindo sua ferramenta visual permitindo que os artistas adicionem efeitos visuais de curta duração às suas músicas no serviço de streaming.

O Spotify explicou em seu site oficial: “Com a versão beta expandida, esperamos inspirar as equpes de artistas a ver o Canvas como uma parte crítica e única de suas estratégias de lançamento. No entanto, não se trata apenas de novos lançamentos – uma vez que no programa beta, os artistas podem se expressar em todo o catálogo, adicionando uma tela única a qualquer faixa ou álbum”.

A ferramenta Canvas Video, incorporada ao Spotify, aumenta os fluxos em 120% e já foi testada por nomes como Billie Eilish, Taylor

Ainda de acordo com a publicação, o Spotify vem experimentando incorporar elementos visuais ao serviço já a algum tempo. Nomes como Selena Gomez, Ariana Grande, Halsey e Travis Scott já apareceram neste recurso em maio de 2017. Em janeiro de 2018, a plataforma anunciou o lançamento do Spotlight, um novo formato multimídia que insere camadas visuais a podcasts, audiobooks, notícias e outros conteúdos de áudio.

Continue Reading

MERCADO

Shazam: usuários ativos da plataforma totalizam 478 milhões

Published

on

Shazam: usuários ativos da plataforma totalizam 478 milhões
Divulgação

De acordo com o Digital Music News, um relatório financeiro revela que o Shazam adicionou 78 milhões de usuários em 2018. Com isso, agora são 478 milhões de usuários ativos anuais para a plataforma de identificação de músicas.

Shazam: usuários ativos da plataforma totalizam 478 milhões

Os resultados financeiros da plataforma em 2018 mostram que a empresa obteve US$ 196,3 milhões de receita com a “alienação de ativos intangíveis”. Este montante se deve à duas frentes de rentabilidade: US$ 194,9 milhões em recursos provenientes da venda de propriedade intelectual, líquidos do custo de alienação no período que finalizou em 31 de dezembro de 2018 e US$ 1,1 milhão se refere ao valor atribuído à força de trabalho do Shazam Media Services, adquirida pela Apple em novembro de 2018

A integração entre o Shazam e a Apple começa a ser celebrada na Apple Music, com a nova opção “adicionar à lista de reprodução”. As músicas identificadas também aparecem em uma nova lista de produção chamada My Shazam Tracks.

Continue Reading

MERCADO

O formato “álbum” está chegando ao fim?

Published

on

O formato "álbum" está chegando ao fim?
Divulgação

Estamos inseridos em um momento do mercado musical onde a maioria dos artistas lançam EP´s – aqueles formatos que contam, no máximo, oito músicas e olhá lá -, bem diferente quando eles lançavam um disco completo, com um mínimo de doze músicas.

Com isso, nasce uma dúvida: os álbuns estão morrendo?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Deezer no Reino Unido, aproveitando o Dia Nacional do Álbum que passa a ser colaborado por lá, 42%, das 2 mil pessoas adultas entrevistadas na terra da Rainha Elizabeth II, preferem colocar suas músicas favoritas em listas de reprodução. E a maioria da faixa etária, abaixo de 25 anos, tem mais chances de organizar suas músicas em playlists do que ouvir um álbum inteiro.

O formato "álbum" está chegando ao fim?

Outro fato curioso é que o mesmo estudo descobriu que 15% dos apreciadores de música jovens, aqueles que tem menos de 25 anos, nunca ouviram um álbum sequer completo. Em outras palavras: nem uma vez na vida.

Esses entrevistados foram questionados por que seu comportamento em ouvir músicas mudou tanto. A maioria dos entrevistados, de acordo com a Digital Music News, alegaram que é a vida ocupada e falta de tempo para consumir um álbum inteiro. Essas respostas vão de encontro com os dados de pesquisa da Deezer que apontam que no Reino Unido, a média diária para se consumir música é de apenas 17 minutos por dia. Eu disse “apenas”, porque a média mundial é de 26 minutos.

Ainda que o momento se revele obscuro para o formato “álbum”, a pesquisa da plataforma digital mostra que nem tudo está perdido: 82% dos participantes ouviram um álbum inteiro, do início ao fim. As principais ocasiões que permitiram isso, incluem: ouvir um álbum em casa (53%), ouvir um álbum durante uma viagem de carro (32%) ou quando a pessoa faz uma caminhada (14%).

Quando você vai assistir a um show de um artista de sua preferência, você sente vontade de ouvir os álbuns dele? Muita gente sente isso. Tanto que foi observado que 74% dos entrevistados confirmaram que têm mais probabilidade de ouvir um álbum após a apresentação ao vivo de um artista. Já outros 32% admitiram que escutam a obra do artista antes de ir a um show.

Todos esses indicativos foram observados em pesquisa apenas no Reino Unido – o que não deixa de ser relevante, pois é um mercado global importante – mas deve se aplicar em outras regiões do planeta. Se o formato de álbuns está chegando ao seu fim, talvez seja cedo para confirmar. Contudo, a mudança dos hábitos no consumo de música com o advento dos formatos digitais no inicio do século XXI não podem ser ignorados.

Continue Reading

As Mais Lidas