Michael Jackson criticou os Beatles e Elvis Presley em notas descobertas de 1987 | The Music Journal Brazil
Connect with us
Michael Jackson criticou os Beatles e Elvis Presley em notas descobertas de 1987 Michael Jackson criticou os Beatles e Elvis Presley em notas descobertas de 1987

POP

Michael Jackson criticou os Beatles e Elvis Presley em notas descobertas de 1987

Reprodução | YouTube

Published

on

Michael Jackson (1958-2007) não poupou críticas aos Beatles, Elvis Presley e Bruce Springsteen em um discurso retórico sobre igualdade racial, de acordo com notas escritas pelo artistas e descobertas agora. As informações são do Music News.

Michael Jackson criticou os Beatles e Elvis Presley em notas descobertas de 1987

Foto: Reprodução | YouTube

As notas seriam de 1987 e teriam sido “passadas para um amigo” quando a polícia estava revistando o rancho Neverland, depois que ele foi acusado de abuso infantil em 2003.

Agora, os conteúdos dessas notas foram compartilhados como um desabafo de Michael Jackson sobre o racismo no mundo da música. Ainda de acordo com a publicação, elas foram usadas como argumento ao mencionar algumas das maiores estrelas brancas da época.

Michael Jackson teria escrito que mostraria a Bruce Springsteen “quem era o chefe” e provaria que “Elvis não é o rei”. Além disso, ele teria escrito sobre os Beatles que “sim, esses caras eram bons, mas não eram melhores cantores ou dançarinos do que os negros”.

“Meu objetivo é me tornar tão grande, tão poderoso. Para me tornar um herói, para acabar com o preconceito”, teria escrito o cantor em uma de suas notas descobertas, de acordo com o Music News.

E concluiu: “Eu quero o que é justo. Quero que todas as raças amem como uma só”.

As Mais Lidas