Moby anuncia "Reprise", álbum de música clássica, para maio   | The Music Journal Brazil | MTV
Connect with us
Moby anuncia "Reprise", álbum de música clássica, para maio   Moby anuncia "Reprise", álbum de música clássica, para maio  

CLASSICA

Moby anuncia “Reprise”, álbum de música clássica, para maio

“Eu anseio pela simplicidade e a vulnerabilidade que você pode alcançar com a música acústica ou clássica” , diz o artista

Deutsche Grammophon

Published

on

Com trabalhos cultuados na música eletrônica, Moby reinterpretará as obras de sua carreira musical em três décadas com o novo álbum Reprise que chegará às plataformas digitais pela Universal Music, via Deutsche Grammophon, lendária gravadora de música clássica fundada em 1898 na Alemanha.

Moby anuncia "Reprise", álbum de música clássica, para maio  

Foto: Deutsche Grammophon

Em Reprise, o cantor revisita e reimagina grandes momentos musicais de seu passado. Juntamente com a Budapest Art Orchestra (Orquestra de Arte de Budapeste), onde ele repaginou alguns de seus clássicos mais conhecidos, com novos arranjos para instrumentos acústicos e para orquestra.

Moby é acompanhado por um grupo estelar de artistas convidados de todo o espectro musical, incluindo Alice Skye, Amythyst Kiah, Apollo Jane, Darlingside, Deitrick Haddon, Gregory Porter, Jim James, Kris Kristofferson, Luna Li, Mark Lanegan, Mindy Jones, Nataly Dawn, Skylar Gray e Víkingur Ólafsson.

Moby anuncia "Reprise", álbum de música clássica, para maio  

Foto: Universal Music | Deutsche Grammophone

Após três décadas de carreira, o novo disco de Moby não é tanto um registro de grandes sucessos, mas uma oportunidade de refletir sobre como a arte pode se adaptar ao longo do tempo a diferentes ambientes e contextos.

“Sinto muito se isso soa óbvio, mas, para mim, o principal propósito da música é comunicar emoção, compartilhar algum aspecto da condição humana com quem está ouvindo. Por que ter uma orquestra? Anseio pela simplicidade e vulnerabilidade que você pode alcançar com a música acústica ou clássica”, explica o icônico músico e produtor de 55 anos.

As sementes de Reprise foram plantadas quando Moby recebeu um convite para participar de sua primeira colaboração clássica: um concerto ao vivo de sua música no Walt Disney Concert Hall com seu amigo, Gustavo Dudamel, e a Orquestra Filarmônica de Los Angeles, em 2018.

Também será lançado em 2021, o documentário MOBY DOC, dirigido e editado por Rob Bralver, com distribuição pela Greenwich Entertainment, chegará aos cinemas norte-americanos, além das plataformas digitais, no dia 28 de maio. O longa-metragem é narrado por Moby enquanto ele reflete sobre sua turbulenta vida pessoal e sua música icônica da época em que fazia parte de bandas de punk underground até se tornar um artista solo no topo das paradas e de um viciado em drogas problemático a um ativista vegano.

O documentário contém entrevistas com David Lynch e David Bowie, bem como imagens extraordinárias filmadas em shows, usando uma combinação única de encenações, entrevistas e imagens de arquivo.

O público poderá desfrutar de uma olhada perspicaz e sem adornos sobre um artista cuja infância traumática o moldou de maneiras muito profundas.

As Mais Lidas