in

Natália Masih exala cores e versa sobre relacionamentos em “Eu Vejo Cores” 

https://www.musicjournal.com.br/wp-content/uploads/2021/02/nathalia-masih-Marcus-Paiva.jpg
Foto: Marcus Paiva

A cantora Natália Masih lançou nesta semana o single e clipe de Eu Vejo Cores, que traz o simbolismo sobre as cabanas, como moradias que normalmente se localizam fora dos grandes centros urbanos e que trazem uma ideia de conforto e de segurança. A faixa é parte integrante de seu EP de estreia Peculiar.

Natália Masih exala cores e versa sobre relacionamentos em “Eu Vejo Cores” 
Foto: Marcus Paiva

A canção foi escrita pela própria Natália, inicialmente motivada por um estudo sobre o brilho das estrelas. A isso, ela adicionou camadas através de personagens e do sentimento atemporal do amor. “Dizem por aí que quando uma pessoa está apaixonada, ela começa a enxergar cores em tudo. Eu fiz essa música pensando em uma pessoa que passou a enxergar vida onde não tinha e que começou a achar tudo lindo e feliz”, explica a cantora.

O colorido videoclipe transmite a sensação de liberdade e busca aprofundar mais ainda essa história. Com direção de Gabriel Barros e roteiro de Natália, a adaptação audiovisual foi gravada na cidade de Holambra (SP) e mostra a evolução emocional da protagonista. Entre tintas e sorrisos, o clipe, que ainda conta com a participação do ator Eduardo Salomão e da atriz Karen Batazza, mostra como o amor é capaz de colorir de fato a vida de quem está apaixonado.

No entanto, o vídeo termina com um inesperado plot twist: tudo se passava apenas de uma ilusão, já que o objeto de desejo é um homem já comprometido. Isso potencializa a mensagem de amadurecimento da música e traz uma ideia de força, apesar de ter um fim aberto a diversas interpretações. Segundo a cantora, “É tudo um aprendizado. Não necessariamente precisamos do outro para sermos felizes. A gente precisa se amar em primeiro lugar”.

Peculiar, EP de estreia da cantora paulista disponibilizado no fim do ano passado, também conta com as faixas Sagitariana e Notas Na Memória, ambas contempladas com adaptações audiovisuais que traçam uma história. No primeiro, a protagonista encontra-se em um ambiente fechado e decide se abrir para novos sentimentos e vontades.

No segundo, ela busca liberdade e amor. Os três clipes são interligados por imagens de um girassol e de uma cabana, que conectam as narrativas. Com tudo isso, fica como mensagem a importância do amadurecimento e do amor próprio.

Confira o clipe:

Matéria produzida por The Music Journal Brazil

BBB21: Neymar solta fogos para comemorar eliminação de Karol Conká 

BBB21: Neymar solta fogos para comemorar eliminação de Karol Conká 

Montanha Cunha Fest traz Ira!, Roberta Campos e Ultra Soul em março 

Montanha Cunha Fest traz Ira!, Roberta Campos e Ultra Soul em março