Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke relembram batalha de rima em "Fiquei Rico Cedo" | The Music Journal Brazil
Connect with us
Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke relembram batalha de rima em "Fiquei Rico Cedo" Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke relembram batalha de rima em "Fiquei Rico Cedo"

HIP-HOP

Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke relembram batalha de rima em “Fiquei Rico Cedo”

WC no Click

Published

on

Existe um provérbio africano que ensina: “se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo”. A frase ressoa até hoje em culturas que descendem daquele mesmo continente – como a cultura do rap. E Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke sabem muito bem disso.

Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke relembram batalha de rima em "Fiquei Rico Cedo"

Foto: WC no Click

Nesta quinta-feira (25), eles lançaram a música Fiquei Rico Cedo em todas as plataformas digitais pela MainStreet e com clipe no YouTube. O single é o primeiro de um projeto desses quatro artistas que saíram da Batalha do Tanque, uma roda cultural de São Gonçalo, no estado do Rio de Janeiro.

Por volta de 2014, Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke começaram a percorrer o circuito de batalhas de rap do Rio, e seus caminhos se cruzaram muitas vezes em São Gonçalo. Ao mesmo tempo em que faziam seus nomes organicamente no meio, os vídeos da Batalha do Tanque acumulavam milhares de visualizações no YouTube e o espaço viralizava nas redes sociais.

“A Batalha do Tanque foi a nossa maior escola. Ali a gente se conheceu, aprendeu a malandragem das ruas e sonhou em ser artista junto”, revela Xamã.

Orochi, Xamã, PK e Buddy Poke relembram batalha de rima em "Fiquei Rico Cedo"

Foto: Divulgação | MainStreet

Fiquei Rico Cedo é a celebração desses cantores que foram do underground para o topo das paradas musicais ainda jovens – o que não quer dizer que tenha sido fácil. Se, hoje, Xamã, PK, Buddy Poke e Orochi são destaques na cena do rap nacional, é porque romperam com muitos obstáculos e fizeram história naquele lugar.

Como conta Buddy Poke: “Essa música é muito especial pelo fato de reunir os mcs que faziam parte da Batalha do Tanque naquela época em que viver de música era só um sonho quase impossível”. PK também comenta: “Essa é a primeira faixa de um projeto colaborativo em que traremos as superações e adversidades da época em que rimávamos nas batalhas até o atual momento em que movimentamos milhares de pessoas por todo o Brasil”.

O single dos quatro artistas sai pelo canal da MainStreet, produtora e gravadora criada por Orochi em 2020 para lançar novos talentos do rap nacional. Para o cantor de apenas 21 anos, “o rap, hoje, forma milhões de jovens no país. Precisamos olhar para o gênero como uma indústria e dar mais oportunidades para essa galera”.

Confira:

As Mais Lidas