CLASSICA

Orquestra Experimental de Repertório fará três apresentações em São Paulo

By  | 

A Orquestra Experimental de Repertório (OER) realiza dois concertos no Theatro Municipal de São Paulo em abril. As apresentações fazem parte da série Grande Sinfonias composta por sete concertos de importantes obras sinfônicas de diferentes períodos, de compositores brasileiros e estrangeiros.




Além disso, a Camerata da OER (pequeno grupo de músicos que executam música de câmara) se apresenta na Sala do Conservatório, na Praça das Artes, localizada no centro da capital paulistana.

No dia 8, na Sala de Espetáculos do Theatro Municipal sob a regência do maestro convidado Lutero Rodrigues, a OER executa, além de Werther, de Alexandre Levy, uma das mais impressionantes obras do período romântico brasileiro: a Sinfonia op. 43 de Henrique Oswald.

Oswald, nascido no Rio de janeiro, foi um dos mais importantes compositores brasileiros do final do século XIX e do começo do século XX.

O regente assistente Thiago Tavares vai à Sala do Conservatório em 14 de abril para comandar a presentação da Camerata de OER que terá, no programa, Valsa Triste de Kuolema, op. 44 nº 1 e Pelléas et Mélisande, op. 46, de Jan Sibelius,Idílio de Siegfried, WWV 103, de Richard Wagner.

No dia 29 de abril, de volta ao Theatro Municipal, com o maestro titular Jamil Maluf à frente da OER, o destaque do concerto será a apresentação da Sinfonia nº 9, em mi bemol maior, Op. 70, de Dmitri Shostakovich. Ela foi composta em 1945 e originalmente destinada à celebração da vitória russa sobre a Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial.

Com objetivos de formar profissionais de orquestra da mais alta qualidade, a OER foi criada em 1990 a partir de um projeto do maestro Jamil Maluf e oficializada pela Lei 11.227 de 1992. Com suas montagens de óperas, balés e gravações para TV, a OER recebeu o Prêmio Carlos Gomes, como destaque da música erudita.

Orquestra Experimental de Repertório

Série Grandes Sinfonias – II
Concerto para Violão
HEITOR VILLA-LOBOS
Sinfonia op.43
HENRIQUE OSWALD
Ulisses Coutinho Amaral – revisão crítica da sinfonia
Fabio Zanon – solista (violão)
Lutero Rodrigues – regente
Domingo, 8/4, 12h.
Theatro Municipal de São Paulo – Sala de Espetáculos

Camerata da Orquestra Experimental de Repertório
Valsa Triste de “Kuolema”, op. 44 nº 1
JAN SIBELIUS
Pelléas et Mélisande, op. 46
JAN SIBELIUS
Idílio de Siegfried, WWV 103
RICHARD WAGNER
Thiago Tavares – regente
Sábado, 14/4, 17h.
Praça das Artes – Sala do Conservatório

Série Grandes Sinfonias – III
Sinfonia nº 9 , op.70, em mi bemol maior Sinfonia nº 9 , op.70, em mi bemol maior
DMITRI SHOSTAKOVICH
Concerto para Piano n.2, op.18, em dó menor
SERGEI RACHMANINOFF
Cristian Budu – piano
Jamil Maluf – regente
Domingo, 29/4, 12h.
Theatro Municipal de São Paulo – Sala de Espetáculos

Theatro Municipal de São Paulo – Sala de Espetáculos
Praça Ramos de Azevedo, s/nº – São Paulo, SP

Sala do Conservatório – Praça das Artes
Av. São João, 281 – Centro

Ingressos: R$ 10 a R$ 30

Vendas na bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo ou pelo site www.theatromunicipal.org.br.

Horário da Bilheteria: De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h e sábados e domingos, das 10h às 17h.

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.