JAZZ SOUL R&B

Paul Simon anuncia novo álbum “In The Blue Light” para setembro

By  | 

O lendário cantor e compositor Paul Simon anunciou nesta quinta-feira (19) o lançamento de seu 14º álbum de estúdio, intitulado In The Blue Light que será lançado no dia 7 de setembro pela Sony Music, via Legacy Recordings.




Simon co-produziu este disco com Roy Halee, companheiro de longa data – eles trabalham juntos desde os anos 1960 – e conta com um talentoso elenco de músicos contribuindo com novas perspectivas a 10 das canções favoritas do artista, extraídas de sua consagrada obra.

“Este álbum é composto por músicas que achei que estavam quase boas ou que eram estranhas o suficiente para serem ignoradas na primeira vez”, comenta Paul Simon. “Refazer arranjos, estruturas harmônicas e letras que não tiveram um significado claro me deram tempo para esclarecer na minha própria cabeça o que eu queria dizer, ou perceber o que eu estava pensando e torná-lo mais facilmente compreensível”, disse.

Simon, de 76 anos, procurou revigorar e transformar suas composições clássicas com novos arranjos e colaborações, todas retiradas de álbuns como There Goes Rhymin’ Simon (1973), Still Crazy After All These Years (1975), One-Trick Pony (1980), Hearts and Bones (1983), The Rhythm of The Saints (1990), You’re The One (2000) e So Beautiful Or So What (2011).

In The Blue Light contou com a luxuosa participação de ícones do jazz como Wynton Marsalis (trompetes), Bill Frisell (guitarra) e a grande experiência e talento na bateria dos músicos Jack DeJohnette e Steve Gadd.

Duas das músicas gravadas com o sexteto nova-iorquino yMusic, Can’t Run ButRene and Georgette Magritte with Their Dog the War estão sendo apresentadas em cada performance do cantor em sua Homeward Bound – The Farewell Tour.

No encarte do álbum, Paul Simon explica que revisitar trabalhos antigos com a finalidade de dar uma nova “cara” a cada uma das canções, não é algo comum: “É uma ocorrência incomum para um artista ter a oportunidade de revisitar trabalhos anteriores e repensá-los; para modificar, até mesmo alterar completamente partes dos originais. Felizmente, esta oportunidade também me deu o presente de tocar com um grupo extraordinário de músicos, com os quais a maioria eu nunca havia gravado antes. Espero que o ouvinte ache revigoradas essas novas versões de músicas antigas, como uma nova camada de tinta nas paredes de uma antiga casa”.

Paul Simon lançou 14 álbuns de estúdio, cinco deles como Simon & Garfunkel. Foi vencedor de 16 Grammy Awards, 3 deles por Bridge Over Troubled Water, Still Crazy After All These Years e Graceland e já vendeu mais de 100 milhões de discos em todo o mundo.

Confira o conteúdo de In The Blue Light:

One Man’s Ceiling Is Another Man’s Floor
Love
Can’t Run But
How The Heart Approaches What It Yearns
Pigs, Sheep and Wolves
René and Georgette Magritte With Their Dog After the War
The Teacher
Darling Lorraine
Some Folks’ Lives Roll Easy
Questions For The Angels

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.