Connect with us
Pesquisa revela quem são os brasileiros que amam sertanejo Pesquisa revela quem são os brasileiros que amam sertanejo

MERCADO

Pesquisa revela quem são os brasileiros que amam sertanejo

Recorde absoluto global de público nas lives musicais da quarentena, o gênero tem nos brasileiros fãs fiéis

Divulgação

Published

on

São milhares de fanáticos que sabem na ponta da língua as canções sertanejas – independente do viés das letras. Cantam, vibram, choram, mandam mensagem para ex, lotavam estádios (antes da quarentena) e agora entram numa live uma semana antes de começar para “garantir lugar”.

Quando ainda podiam ver de perto seus ídolos, os brasileiros gastavam entre R$ 100 e R$ 2 mil e participavam de 3 a 50 shows por ano. A informação é do levantamento realizado pela Hibou, empresa de pesquisa e monitoramento de mercado, ainda em janeiro deste ano.

Após o isolamento social decretado, os shows deram lugar às lives, e graças aos sertanejos, as lives brasileiras já se tornaram referência mundial, ultrapassando número de acessos de nomes como Beyoncé e Andrea Bocelli. O cantor Gusttavo Lima, por exemplo, mobilizou mais de 58,5 milhões de visualizações.

Pesquisa revela quem são os brasileiros que amam sertanejo

De acordo com a pesquisa, que obteve mais de 3,4 mil respostas, realizada em janeiro deste ano, (98% de significância e 1,83% de margem de erro), o público majoritário fiel ao sertanejo são as mulheres com 62% contra 38% do público masculino. A maioria tem entre 25 e 34 anos (37%), em segundo lugar vem os de 35 a 44 anos (23%) e em terceiro, jovens de 18 a 24 anos (21%). Ou seja, a faixa principal de idade que ouve sertanejo – e está lotando as lives – tem de 18 a 44 anos.

Classe média, relacionamentos e sofrência

52% dos fanáticos por sertanejo estão em relacionamento amoroso. Destes, 35% são casados e 17% em união estável. Os solteiros representam 40%, 7% divorciados e 1% viúvos. Ou seja, 48% estão na sofrência mesmo.

50% do público sertanejo tem renda entre R$ 3 mil e R$10 mil. 33% ganha até R$ 3 mil – nada mal ter lives gratuitas na sala de casa toda semana para essa parcela de fãs.

Match com as canções

Do que os brasileiros mais gostam nas músicas? 48,1% gostam das letras. Já a outra metade dos entrevistados, 47,3% preferem a melodia. Enquanto isso, 27,4% dos entrevistados se sentem a própria canção sertaneja – como se descrevessem a vida.

Os queridinhos

O estilo universitário é o grande queridinho dos brasileiros com 60,1% da preferência. Já para 46,9% o sertanejo romântico é o predileto. E ainda há os 32,8% adeptos ao sertanejo raiz (caipira).

Entre duplas e cantores solo, Marília Mendonça lidera o favoritismo com 18%, seguido de Jorge e Mateus 14% e Chitãozinho e Xororó e Gusttavo Lima com 12% da preferência.

O favoritismo somente entre cantores continua com a Marília Mendonça, com 24%, Gusttavo Lima sobe para o segundo lugar na preferência entre cantores com 17% e Luan Santana 11%.

Quando perguntados somente sobre as duplas favoritas, estão nos três primeiros lugares: Jorge e Mateus 16%, Henrique e Juliano 12%, Maiara e Maraisa 12%.

Evidências quebra a internet

Não à toa quando Sandy & Junior foram cantar Evidências a live caiu. Para 21% dos brasileiros, essa é a música sertaneja preferida e mais inspiradora. É o amor de Zezé di Camargo e Luciano fica em 5o lugar.

40,55% dos brasileiros escutam sertanejo porque gostam da música e não pelo artista. Então pode-se esperar muito sucesso em todos os shows online do gênero.

Internet como fonte de notícias do sertanejo

O brasileiro do sertanejo já é acostumado a seguir os ídolos na internet. 51,67% acompanha as novidades de seus artistas favoritos pelo Facebook, 48,63% pelo instagram e 21,74% pelo YouTube. Não à toa é o maior público de lives do mundo.

Em casa

Mesmo antes da quarentena, em momentos de lazer, o público sertanejo já preferia ficar em casa. 52,77% diz que o que fazem em momento de lazer é isso: ficar em casa. 48,59% gostam de… Ouvir música. A combinação perfeita para explodir os acessos às lives.

MERCADO

Reino Unido lança conferência que discute os jovens como futuros consumidores de música

Published

on

Reino Unido lança conferência que discute os jovens como futuros consumidores de música
Divulgação | Pinterest

A BPI (British Phonographic Industry), associação das gravadoras do Reino Unido e o ERA (Entertainment Retailers Association) anunciaram nesta quinta-feira (9) um programa que discutirá a importância de crianças e jovens como futuros consumidores de música e o papel que elas provavelmente desempenharão no consumo da indústria.

Reino Unido lança conferência que discute os jovens como futuros consumidores de música

Foto: Divulgação | Pinterest

Intitulada New Kids On The Block: Insight into a New Generation (A introspecção em uma nova geração), acontecerá como um webinar na próxima quinta-feira (23) e terá a duração de 1h30min, incluindo perguntas e respostas com a participações de colaboradores da indústria musical, provenientes da Sony Music, Roblox, TikTok, SuperAwesome, entre outros.

A conferência discutirá o cenário musical sobre os jovens de hoje, desde suas tendências em mídias, marcas, plataformas tecnológicas e consumo de dispositivos, até suas esperanças, sonhos e aspirações.

Além disso, o New Kids On The Block: Insight into a New Generation explorará a relação que os menores de 18 anos têm com a música, o impacto do coronavírus e outras macrotendências.

Continue Reading

MERCADO

Lulu Santos, Maiara e Toquinho aderem a leilão beneficente da Abramus

Published

on

Lulu Santos, Maiara e Toquinho aderem a leilão beneficente da Abramus
Divulgação | Abramus

A Campanha Artística Humanitária, criada em maio pela Associação Brasileira de Música e Artes (Abramus), segue promovendo o bem a quem precisa.

A primeira etapa ultrapassou todas as expectativas: a corrente de solidariedade formada por artistas e pelo público já arrecadou 27 toneladas de alimentos em cestas básicas doadas a entidades que atuam com músicos, técnicos de som, roadies, iluminadores, bilheteiros, carregadores e seguranças, entre outros profissionais duramente atingidos pela paralisação da cadeia cultural no país.

Lulu Santos, Maiara e Toquinho aderem a leilão beneficente da Abramus

Foto: Divulgação | Abramus

Agora, a próxima edição do Leilão da Campanha Humanitária começa dia 15 de julho, no site da Abramus (https://d.brbid.com/abramus). Artistas como Maiara e Maraisa, Lulu Santos, Toquinho, Pretinho da Serrinha, Delacruz, Sorriso Maroto e José Augusto já confirmaram participação, doando itens de suas coleções particulares.

Lulu Santos doou um quadro do artista plástico Sebá Tapajós, que foi capa do álbum Toca + Lulu – ao vivo. O cantor e compositor Toquinho, fanático por futebol, uma camisa do Corínthians autografa e Maiara, da dupla com Maraísa, escolheu doar o vestido usado por ela na gravação do DVD Maiara e Maraísa ao vivo em Campo Grande.

A colaboração para a Campanha Artística Humanitária pode ser feita de duas maneiras: por doações diretas, em espécie, e participando do segundo leilão virtual, que estará aberto para lances a partir do dia 15 de julho.

A Abramus é a curadora da iniciativa, mas toda a verba arrecadada será integralmente destinada à campanha.

Não haverá distribuição de dinheiro, apenas cestas básicas para as famílias contempladas pelas entidades envolvidas.

Continue Reading

MERCADO

Lives geram até 400% mais pesquisas por nome de cantores, revela pesquisa

Published

on

Lives geram até 400% mais pesquisas por nome de cantores, revela pesquisa
Reprodução | Instagram

Com a atual quarentena, a indústria musical teve que reinventar para promover seus artistas e os produtos que são lançados semanalmente.

As lives, uma extensão audiovisual já utilizada antes da pandemia mas de forma moderada, virou um modelo de negócio, observado pelas grandes gravadoras, produtoras e seus artistas. Empresas se aliaram a este modelo como base de patrocínio. A música tem que estar onde o povo está e o imperativo da audiência se curva ainda mais a este princípio.

Lives geram até 400% mais pesquisas por nome de cantores, revela pesquisa

O cantor Gusttavo Lima em uma de suas lives | Foto: Reprodução | Instagram

Um levantamento divulgado nesta terça-feira (8) pela empresa de marketing digital SEMrush, identificou, por exemplo, que o nome do Gusttavo Lima cresceu 172% entre março e abril, momento em que a OMS anunciou a pandemia do coronavírus.

Foram muitas lives de Gusttavo Lima ao longo da quarentena, mas para o bem da verdade, um fato se tornou icônico nesse período: no dia 11 de abril, o cantor sertanejo bebeu um pouco a mais, gerando uma repercussão negativa. O resultado: notificação do Conar para não repetir a dose – literalmente, sem trocadilho.

Naquele momento, o nome de Gusttavo Lima foi pesquisado 2,24 milhões de vezes, de acordo com a SEMRush.

Outro artista que também cresceu nas pesquisas foi o DJ Alok. Depois que ele realizou uma sofisticada live na janela do apartamento onde reside, com direito a um aparato de som e luz com alta qualidade e com transmissão pelo canal a cabo Multishow, o nome do artista chegou a 1 milhão de pesquisasum aumento de 400% de abril para maio.

Só o termo apartamento alok chegou a 33 mil buscas.

Nesse ranking no crescimento nas buscas na internet, nomes como Jorge e Mateus, Bruno e Marrone, Henrique e Juliano, Anitta, Ivete Sangalo e Maiara e Maraísa tiveram um crescimento exponencial sem precedentes.

E sem esquecer do cantor Roberto Carlos, que foi procurado por 550 mil vezes na internet, um crescimento de 123% em relação a março.

Sem previsão de acabar, a onda das lives passou a ser modelo imprescindível de negócio e entretenimento no mundo da música.

Continue Reading

As Mais Lidas