Connect with us
Pianista é preso sob acusações de prostituição na China Pianista é preso sob acusações de prostituição na China

CLASSICA

Pianista é preso sob acusações de prostituição na China

Li Yundi foi detido pelas autoridades de Pequim

Reprodução | Instagram | @liyundi

Published

on

O pianista Li Yundi foi preso sob acusações de prostituição na China. Ele foi detido por autoridades de Pequim. As informações foram publicadas pelo site Digital Music News nesta segunda-feira (25).

Pianista é preso sob acusações de prostituição na China

Foto: Reprodução | Instagram | @liyundi

A policia de Pequim emitiu um alerta na última quinta-feira (21) que deteve uma mulher de 29 anos e um homem de 39 anos, sob suspeita de acusações de prostituição. De acordo com a publicação, o alerta não mencionava nenhuma das pessoas por extenso, mas o homem foi identificado como Li Di. As autoridades chinesas também publicaram uma postagem enigmática mostrando um piano com as palavras: “este mundo não é apenas preto e branco, mas devemos diferenciar entre preto e branco. Isso absolutamente não pode ser enganado”.

Li Yundi ganhou notoriedade na China após vencer o International Piano Competition aos 18 anos no ano 2000. Ele havia se tornado a pessoa mais jovem e o primeiro chinês a vencer a competição.

Yundi ja se apresentou em importantes casas internacionais, incluindo o lendário Carnegie Hall em Nova York (EUA).

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.