in

Queen: cinebiografia revisitará história da banda

Queen: cinebiografia revisitará a história da banda

O guitarrista Brian May confirmou à revista Rolling Stone que um filme, que contará a história do Queen, será produzido em breve. O ator Rami Malek ganhou o aval do guitarrista e do baterista Roger Taylor para interpretar o saudoso Freddie Mercury (1946-1991) nas telas. A produção da cinebiografia ficará a cargo de Graham King.

“Nós temos nossa estrela, temos Rami Malek como nosso Freddie que eu acho que será incrível. Ele tem uma ótima presença e está totalmente dedicado ao projeto, o que é maravilhoso”, disse May sobre Malek em entrevista.

Rami Malek substitui Sacha Baron Cohen que havia sido escolhido anteriormente. No entanto, no consenso de May e Taylor, Malek se aproximou mais da visão artística do filme e tem se dedicado ao máximo para representar com fidelidade um dos maiores frontmans da história do rock: “Nós passamos pouco tempo com ele. Ele já está vivendo completamente e respirando Freddie, o que é maravilhoso de se ver. E temos um produtor fabuloso em Graham King, que provavelmente é o maior produtor independente dentro ou fora de Hollywood. E ele montou uma grande equipe. Nós temos um roteiro realmente excelente. Finalmente”, concluiu.

O novo filme sobre o Queen é uma ideia que perdura há 12 anos e que finalmente tomará forma e, de acordo com a reportagem, terá investimento da Fox. Ainda não há previsão de estreia.

A direção geral será assinada por Bryan Singer.

 

Matéria produzida por Marcelo de Assis

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Já realizou reportagens musicais na Record TV para o Domingo Espetacular e Jornal da Record. Foi vencedor do Prêmio TopBlog em 2010 e membro do Grammy Latino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A-ha anuncia turnê mundial em 2018

A-ha anuncia turnê mundial em 2018

"Blackstar" de David Bowie conquista último prêmio póstumo

“Blackstar” de David Bowie conquista último prêmio póstumo