Michael Jackson

Quincy Jones vence batalha judicial por royalties de Michael Jackson

By  | 

O lendário produtor Quincy Jones ganhou um processo que abriu contra os representantes legais de Michael Jackson (1958-2009) por não receber royalties de álbuns como Off The Wall, Thriller e Bad. A audiência, que definiu o veredito, ocorreu na última quarta-feira (26) no tribunal de Los Angeles. As informações são da Billboard.

Jones pediu uma indenização de US$ 30 milhões (cerca de R$ 93 milhões), mas a côrte norte-americana entendeu que o pagamento de US$ 9,4 milhões (cerca de R$ 29 milhões), seria justo. Os advogados da representação legal de Michael Jackson irão recorrer.

Após o anúncio do veredito, Quincy Jones de 84 anos falou sobre a decisão da justiça ao seu favor em um comunicado oficial: “Como artista, a manutenção da visão e da integridade da própria criação é de suma importância. Eu, juntamente com a equipe que trabalhou com Michael, tivemos um grande cuidado e propósito na criação desses álbuns e sempre me deu uma grande sensação de orgulho e conforto que, três décadas depois de serem originalmente gravadas, essas músicas ainda estão sendo tocadas em todos os cantos do mundo”, disse.

Quincy Jones ainda quis deixar bem claro que a sua requisição pelos direitos autorais da obra não tiveram caráter pessoal: “Este processo nunca foi sobre o Michael, foi sobre a proteção da integridade do trabalho que todos fizemos no estúdio de gravação e o legado que criamos”, explicou. “Embora este julgamento não seja o valor total que eu esperava, estou muito grato pelo júri que decidiu a nosso favor neste assunto. Eu vejo isso não só como uma vitória para mim pessoalmente, mas para os direitos dos artistas em geral”, concluiu.

Ainda de acordo com a publicação, o júri foi composto por especialistas em contabilidade, advogados, especialistas em música e royalties.

Jones produziu os três álbuns que consolidaram a carreira de Michael Jackson que foi mundialmente reconhecido como o Rei do Pop. Desses trabalhos, nasceram clássicos que foram eternizados como Don’t Stop ‘Til You Get Enough, Rock With You, The Girl is Mine (dueto de Michael Jackson com Paul McCartney), Billie Jean, Beat It, Human Nature, Bad, Man in the Mirror, entre muitos outros.

Thriller é considerado o álbum mais bem-sucedido de todos os tempos com vendas superiores a 100 milhões de cópias em todo o mundo.

Michael Jackson também trabalhou com Quincy Jones e Lionel Richie no álbum We Are The World em 1985.

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e é membro do Grammy Latino.