Beneficente

Reino Unido: instituição arrecadou mais de US$ 26 milhões em prol da educação musical

By  | 

De acordo com a British Phonographic Industry (BPI), órgão regulador do mercado no Reino Unido, a BRIT Trust, instituição de caridade do BRIT Awards criada com objetivo de proporcionar aos jovens oportunidades na indústria da música e da criatividade, anunciou nesta segunda-feira (6) que suas doações totalizaram £ 20 milhões (cerca de US$ 26 milhões ou R$ 86 milhões). Esse montante foi destinado para muitas causas educacionais desde sua fundação em 1989.




Uma das maiores entidades britânicas ligadas ao BRIT Trust é a The BRIT School for Performing Arts & Technology em Croydon e Nordoff Robbins, instiuição independente de música, além da War Child (que teve ampla divulgação durante a série Pavarotti & Friends durante mais de uma década), Save The Children, Chicken Shed e The Prince’s Trust – esta, o patrono é o cantor Robbie Williams.

O Knebworth, famoso concerto que ocorreu em 1990 e que contou com as participações de Genesis, Eric Clapton, Elton John, Paul McCartney, Pink Floyd, Jimmy Page e Robert Plant, entre outros, foi o evento que inaugurou a BRIT School depois que todos os artistas do festival doaram seus cachês.

Para se ter uma ideia, antes de ingressarem no mainstream e alcançar o cobiçado sucesso mundial, grandes nomes como Leona Lewis, Katie Melua e Adele estudaram no BRIT School dentre os mais de 7 mil estudantes que passaram pela instituição desde sua fundação em 1991.

“No BRIT Trust reconhecemos a importância de proporcionar oportunidades para os jovens expressarem sua criatividade, muitas vezes através da música”, disse John Craig, chairman da instituição. “Mais do que nunca, na sociedade de hoje, é fundamental dar aos estudantes, habilidades que se convertam em empregos. Ao longo dos últimos quatro anos, 99% dos alunos que deixaram o BRIT School entraram em cursos superiores ou empregos dentro da economia criativa”, completou.

Nick Mason, lendário baterista do Pink Floyd, relembra o festival de Knebworth com entusiasmo: “Knebworth foi realmente um ótimo evento. Muitas bandas fantásticas que eu teria pago para ir assistir e lá estávamos de graça!”, disse. “A coisa mais importante realmente para nós é que foi o lançamento da BRIT Trust e o financiamento da BRIT School. Penso que agora em 2017 é ainda mais relevante do que era há 25 anos, especialmente para os jovens músicos de hoje”, encerrou.

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.