Connect with us
Rock in Rio teve mais de 3 milhões de menções nas redes sociais Rock in Rio teve mais de 3 milhões de menções nas redes sociais

MERCADO

Rock in Rio teve mais de 3 milhões de menções nas redes sociais

Divulgação

Published

on

O Rock in Rio nem acabou direito e já é possível contabilizar o sucesso que o festival fez nas redes sociais. Ao todo, o evento contou com mais de 3,2 milhões de menções nas redes sociais ao longo de seus nove dias de realização. O maior pico aconteceu no dia 29 de setembro, quando o festival teve mais de 555 mil menções nas redes.

Rock in Rio teve mais de 3 milhões de menções nas redes sociais

Este acompanhamento foi parte importante da estratégia de comunicação do evento que, para isso, utilizou a solução Vizia, da Brandwatch, um centro de comando que apresentou, em tempo real, tudo o que foi dito sobre o festival nas redes sociais. A solução é parte da Artplan NOW, produto de gestão de conteúdo em tempo real que opera com produção e monitoramento de forma integral durante o festival.

“Aqui, o Brandwatch Vizia é a plataforma de Command Center que capta e analisa o buzz nas redes sociais sobre o RiR e seus patrocinadores. Só no primeiro final de semana, foram mais de 2 milhões de menções que foram agrupadas em clusters de acordo com os temas que pautam suas conversas”, explica Alexander Kohlitz, CEO da Polis Consulting, representante da Brandwatch no Brasil.

Os picos de menções ajudaram a identificar alguns dos destaques do festival. Na primeira semana, por exemplo, os maiores picos ocorreram nos dias 28 de setembro (552 mil menções) e 29 de setembro (555 mil menções). Nestes dias, os destaques do festival identificados pelo monitoramento das redes foram os shows de Drake e de IZA e Alcione.

Do total de menções da primeira semana, os dois shows foram responsáveis por 35% e 14% delas, respectivamente. Já na segunda semana, os maiores destaques foram os shows das cantoras Anitta e Pink, nos dias 5 de outubro (436 mil menções) e 6 de outubro (533 mil menções). Também aqui, do total de menções relativas aos show da segunda semana, estes dois foram responsáveis por 38% e 34%, respectivamente.

Outros destaques da primeira semana foram Bebe Rexha (13%), Jessie J e Bon Jovi (ambos com 9%) e Ivete Sangalo (6%). Na segunda semana, também apareceram bem nas menções Iron Maden e Red Hot Chilli Peppers (ambos com 6%), Black Eyed Peas (4%) e Nickelback e Imagine Dragons (ambos com 3%).

Kohlitz explica que o objetivo da Brandwatch é trazer inteligência para a operação ao conectar todas as bases de dados e adicionar fontes externas que permitam agregar informações complementares sobre a audiência. Para isso, a plataforma utiliza algoritmos de Machine Learning e outras modalidades de Inteligência Artificial que constantemente analisam os dados, trazendo os melhores insights de negócio e comunicação.

MERCADO

Sony Music comercializará produtos dos Beatles nos EUA

A The Thread Shop, braço de merchandising da gravadora, produzirá produtos para a lendária banda britânica nos EUA

Published

on

Sony Music comercializará produtos dos Beatles nos EUA
Divulgação

A The Thread Shop, a agência de merchandising da Sony Music Entertainment, assinou um novo acordo para produzir produtos dos Beatles na América do Norte. As informações são da Billboard.

A nova parceria da The Thread Shop com a Apple Corps Ltd. – criada em 1968 para supervisionar os interesses comerciais e criativo dos Beatles – incluirá novas oportunidades de mercadorias, licenciamento, varejo e comércio eletrônico em toda a América do Norte. A primeira parte do novo negócio focará em roupas, brinquedos, toca-discos e até uma máquina de fliperama, que estará disponível em uma loja em Nova York entre os dias 11 e 22 de dezembro.

Sony Music comercializará produtos dos Beatles nos EUA

“Mais de meio século após o inicio da Beatlemania nos EUA, os Beatles continuam sendo uma força cultural incomparável em nossa sociedade”, disse Richard Story, presidente do braço comercial da Sony Music Entertainment. “Suas realizações revolucionárias continuam a inspirar artistas e pensadores através das fronteiras, culturas e gerações. Estamos tremendamente honrados por terem confiado à The Thread Shop sua marca icônica e esperamos compartilhar sua visão extraordinária com os fãs”, disse em comunicado.

Para o novo desafio, a Thread Shop contará com Joe Marziotto, que será vice-presidente de licenciamento e marketing e que já atuou anteriormente como vice-presidente de marketing da Bravado, braço de marketing da Universal Music, além de cuidar do licenciamento de mercadorias dos Beatles para a Live Nation.

A Thread Shop já trabalha com outros nomes icônicos da música como Bob Dylan, Led Zeppelin, Camila Cabello, Lil Nas X, entre outros.

Continue Reading

MERCADO

Spotify lança podcast com produções originais

Café da Manhã e Não Ouvo são renovados para mais uma temporada

Published

on

Spotify lança podcast com produções originais
Divulgação

O Spotify anunciou nesta quinta-feira (28) o novo Spotify Originals, podcast com conteudo da plataforma, que contará com três shows: Café da Manhã, Não Ouvo e Novo Normal.

O Café da Manhã , podcast diário de notícias em parceria com a Folha de S. Paulo, estará novamente nos ouvidos dos milhões de usuários do Spotify em 2020. Prestes a completar seu primeiro aniversário, o Café da Manhã se tornou o segundo maior podcast do Brasil, com uma audiência formada de 77% por ouvintes com menos de 34 anos.

Rodrigo Vizeu e Magê Flores seguem na apresentação da nova temporada do Café.

Spotify lança podcast com produções originais

O Spotify Originals terá também mais uma temporada dos cinco podcasts do Não Ouvo, a família de podcasts do proletariado brasileiro, que é comandada por Maurício Cid e sua galera, contando histórias engraçadas, teorias malucas e as conversas mais bizarras da Internet com um programa diferente por dia (às segundas-feiras com Xêpa!, às terças-feiras com Inferno Astral, às quartas-feiras com Bicuda, às quintas-feiras com Não Ouvo, e às sextas-feiras com Se Eu Fosse Você).

E para se juntar à família Spotify Originals, o Spotify anuncia mais um novo show: Novo Normal. É o mais novo desafio de Antonia Pellegrino e Manoela Miklos, editoras da plataforma #AgoraÉQueSãoElas também publicado na Folha, que se uniram ao Spotify numa produção original para criar um espaço de conversa entre pessoas que pensam diferente.

Toda semana elas vão trazer mulheres em pontos distintos do espectro político para falar de temas quentes no Brasil e no mundo. Se o debate está tóxico, a proposta do Novo Normal é seguir na contramão, e abrir diálogos.

“Temos o prazer de anunciar essas novidades e novos integrantes da nossa família de Spotify Originals. Mais uma vez mostramos que estamos no caminho certo para nos tornarmos a maior plataforma de áudio do mundo, com conteúdos próprios, relevantes e de qualidade. Estamos orgulhosos em anunciar mais conteúdos exclusivos e originais para o Brasil, que é um país onde o consumo de podcast aumenta a cada ano”, diz Javier Piñol, diretor do Spotify Studios na América Latina.

O Novo Normal se junta ao Prepare Seu Coração , Jogo de Damas , Kpapo , Oêa Copa do Mundo Feminina, Prato Frio e, claro, Café da Manhã e Não Ouvo como produções Spotify Originals no Brasil.

Continue Reading

MERCADO

School Of Rock expande negócios e abrem nova filial em São Paulo

Com mais de 30 mil alunos em 10 países diferentes e mais de 250 franquias abertas, a famosa
instituição de ensino musical ganha novo endereço no Itaim Bibi

Published

on

School Of Rock expande negócios e abrem nova filial em São Paulo
Divulgação

Com mais de 30 mil alunos em 10 países diferentes e mais de 250 franquias abertas, a School of Rock é uma escola de música para todos os níveis, idades e aspirações musicais. Os programas de música são projetados para incentivar a aprendizagem em um ambiente de apoio em que os alunos possam se sentir confiantes e motivados.

A paixão por música fez com que o guitarrista Gui Cicarelli abrisse uma nova filial da escola em São Paulo, no Itaim Bibi, ao lado de outros dois sócios: Fabrício Anias e Iñaki Iriarte. O grand opening da escola, que já está em funcionamento, acontece no dia 30 de novembro das 13h às 20h, na sede do empreendimento (Rua do Consórcio, 139), com apresentação musical dos alunos, jam sessions, gastronomia e recreação infantil. Gui, que segue agora sua carreira autoral na cena musical de blues rock, será o diretor musical da escola.

School Of Rock expande negócios e abrem nova filial em São Paulo

Tendo como lema “O palco é o melhor professor”, a escola dialoga com o método lúdico e inovador de ensinar música, que une teoria e prática. Além das aulas de instrumento, os alunos também passam pela experiência prática de montar bandas entre si e tocar diretamente no palco, fator que ajuda a desenvolver performance, desinibição, interação com a equipe, comunicação com o público e linguagem corporal.

A nova filial oferece aulas principais como bateria, baixo, guitarra, vocal e teclado, além de aulas por demanda de gaita, ukulele e saxofone.

Semestralmente, a escola indica um tema para o programa de performance a ser realizado pelos alunos. O tema atual é Rock Fest, em que cada banda escolhe um festival de música da história mundial para reproduzir, como Rock in Rio ou Woodstock. O objetivo é oferecer o mais próximo possível de uma experiência real, com direito a figurino, repertório e até a interação entre os integrantes originais, além do arranjo musical do show de temporada, que acontece ao final de cada semestre do programa em casas de show renomadas de São Paulo.

“Tanto quanto saber tocar ou cantar, é importante também cativar a plateia no show. É assim que conseguimos construir um verdadeiro artista”, comenta Gui. Além da School of Rock no Itaim, os três sócios também planejam abrir outra filial no ano que vem.

A School of Rock foi fundada em 1998 na Filadélfia por Paul Green, que abandonou os métodos convencionais de ensino musical para dar foco na prática e na performance de palco, ensinando os alunos a tocar qualquer gênero musical, do rock’n roll ao sertanejo.

Paulo Portela é o Master Franqueado da escola no Brasil, que já conta com 18 escolas em todo o país e um posto avançado em Porto Alegre. A empresa foi considerada pela revista Entrepreneur como a franquia musical número um nos Estado Unidos, desenvolvendo um modelo de Master Franquia totalmente desenhada para o mercado brasileiro.

Gui Cicarelli foi o responsável por idealizar e colocar em prática o School of Rock Day, com show especial de duas house bands selecionadas, ou seja, bandas formadas pelos melhores alunos de cada escola. O próximo evento acontece no dia 1º de dezembro, no Bourbon Street em São Paulo, com apresentação das house bands das filiais de São Caetano e Anália Franco, além da banda Traveling Blues como atração principal da noite e Gui Cicarelli como host e participação especial.

Continue Reading

As Mais Lidas