Connect with us

A Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018™ apresentou ao mundo nesta edição alguns temas musicais os quais já conquistaram grande sucesso nos canais digitais.




Lançada no dia 25 de maio, a canção Live It Up, que conta com o renomado ator, compositor e rapper Will Smith juntamente com Nicky Jam e Era Istrefi, traz uma conexão entre o techno e reggae.

O registro audiovisual apresenta os artistas em diversos takes de locais diferentes de Budapeste na Hungria e a paixão de várias torcidas das seleções participantes. O craque Ronaldinho participou das filmagens que destacaram o gol que ele fez na Copa do Mundo de 2002 contra a Inglaterra. Com forte ritmo dançante, Live It Up é o tema pop do torneio e já soma, até o fim da edição desta matéria, mais de 92 milhões de views, contabilizando o clipe oficial e o áudio oficial, ambos disponibilzados na Vevo pela Sony Music Latin.

A outra canção é uma obra-prima de um dos mais conceituados compositores de nosso tempo, o premiado Hans Zimmer se uniu ao compositor e produtor escocês Lorne Balfe para desenvolver o single Living Football, utilizado durante a entrada das seleções que disputam a Copa. Zimmer conquistou um Oscar em 1995 pela trilha sonora do filme O Rei Leão e trabalhou em outras trilhas de grandes produções como Piratas do Caribe, The Thin Red Line, Gladiator, The Last Samurai e The Dark Knight Trilogy.

Já Balfe trabalhou em trilhas como Mission: Impossible – Fallout, iBoy e 13 Hours: The Secret Soldiers of Benghazi, Penguins of Madagascar, além de trilhas para os jogos Assasin’s Creed: Revelations, Crysis 2, Skylanders e Call of Duty. Ele e Hans Zimmer são proprietários da Remote Control Productions e já trabalharam juntos em muitos projetos.

O resultado da grande experiência destes dois grandes profissionais é esse tema, que você já deve ter ouvido durante as transmissões dos jogos:

Aliás, o tema de abertura para broadcasting (TV), algo que sempre acontece antes e depois das transmissões dos jogos da Copa, conta com uma versão compacta de Living Football como você pode conferir no vídeo abaixo, que faz grandes citações aos jogadores Pelé (1970 no México), Schiaffino (1950 no Brasil), Moore (1966 na Inglaterra), Tardelli (1982 na Espanha), Maradona (1986 no México), Zidane (1998 na França), Casillas (2010 na Espanha) e Lahm (2014 no Brasil). Além disso, a bandeira brasileira aparece em destaque no último take da abertura, ao lado da bandeira da anfitriã Rússia.

O título da canção, Living Football, também aparece ocasionalmente durante os jogos, nas placas eletrônicas de publicidade, bem como nos escudos dos capitães das seleções.

“A sinergia entre futebol e música é impressionante. Esta canção incorpora a emoção, a celebração e a união que as pessoas ao redor do mundo vão compartilhar durante a Copa do Mundo”, afirmou Philippe Le Floc’h, diretor comercial da FIFA.

Living Football foi lançada originalmente no dia 8 de junho pela Sony Music Entertainment.

O tema para TV você pode conferir clicando aqui.

 

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.

TRILHAS & MUSICAIS

INXS: trilha sonora de “Live Baby Live” será lançada em novembro

Published

on

INXS: trilha sonora de "Live Baby Live" será lançada em novembro
Divulgação

A trilha sonora do longa-metragem Live Baby Live, que apresenta o show histórico do INXS no Wembley Stadium em 1991, será lançada para o mercado internacional no dia 15 de novembro em novos formatos: 3LP´s deluxe edition, 2CD´s, além dos formatos digitais. O álbum contará com os registros de grandes sucessos da banda como Need You Tonight, New Sensation, Devil Inside, além de uma faixa perdida intitulada Lately do álbum X. Todas as músicas foram remasterizadas por Giles Martin e Sam Okell nos lendários estúdios Abbey Road.

INXS: trilha sonora de "Live Baby Live" será lançada em novembro

Live Baby Live apresentará no formato CD, algumas imagens inéditas do show, com ensaios da banda e notas de capa, como a de Jamie East, fã do INXS que estava na multidão de 74 mil pessoas daquele 13 de julho de 1991.

Live Baby Live será exibido nos cinemas do mundo inteiro a partir do dia 27 de novembro.

Confira o conteúdo completo da trilha sonora:

CD1

Guns in the Sky
New Sensation
I Send a Message
The Stairs
Know the Difference
Disappear
By My Side
Hear That Sound
Lately
The Loved One
Wild Life

CD2

Mystify
Bitter Tears
Suicide Blonde
What You Need
Kick
Need You Tonight
Mediate
Never Tear Us Apart
Who Pays the Price
Devil Inside

Continue Reading

TRILHAS & MUSICAIS

Fela Kuti, criador do afrobeat, é tema de documentário que estreia nos cinemas

Published

on

Fela Kuti, criador do afrobeat, é tema de documentário que estreia nos cinemas
Divulgação

O documentário musical Meu Amigo Fela sobre o músico Fela Kuti estreia dia 7 de novembro nos cinemas. Dirigido pelo brasileiro Joel Zito Araújo (A Negação do Brasil e As Filhas do Vento), o filme já percorreu festivais no Brasil e no exterior.

Nascido na Nigéria em outubro de 1938, Fela estudou música em Londres e se tornou uma lenda em seu país. O documentário traz uma nova perspectiva sobre ele, considerado um dos maiores nomes da música africana e o criador do afrobeat.

Fela Kuti, criador do afrobeat, é tema de documentário que estreia nos cinemas

Na história acompanhamos a complexidade de sua vida, desvendada através dos olhos e conversas de seu amigo íntimo e biógrafo oficial, o africano-cubano Carlos Moore. Segundo o diretor, a intenção do filme não é ser celebrativo, mas mostrar lados do cantor que poucos conhecem: “A minha tentativa de contar a história de um gênio musical, chamado Fela Kuti, foi a de que, apesar do seu grande sucesso internacional, ele passou despercebido no Brasil, e encarando de frente seu lado de sombra e as tragédias que abateram o seu espírito guerreiro”, afirma.

Meu Amigo Fela é uma produção da Casa de Criação Cinema e faz parte do programa O2 Play Docs, da distribuidora O2 Play, ocupando salas de cinema em cidades brasileiras de todas as regiões com sessões em horário nobre.

Entre a concepção e a finalização do documentário o diretor levou dez anos. O período entre filmagens, montagem, a longa negociação por seus direitos de imagem e de música até o lançamento foram quatro anos. “Esse filme me tomou muito tempo, desde o momento que resolvi contar esta história e busquei patrocínio no Brasil. Além de ser a história de um rebelde e iconoclasta negro, era a história de um africano pouco conhecido por aqui”, avalia.

Foi o próprio biógrafo de Fela, Carlos Moore, que tomou a iniciativa de procurar Joel para sugerir o filme: “Me encantei com a idéia e passei a pensar como seria a forma mais viável de contar esta história, diminuindo a pressão dos direitos. Mas confesso que o momento chave em que me encantei, foi ao ler a biografia escrita por Carlos Moore e perceber que tinha muita coisa para ser contada além dos documentários existentes. Especialmente, o pan-africanismo e o lado trágico da última parte da vida de Fela, evitada pelos outros filmes”, comenta Araújo.

Prêmios internacionais

Fela Kuti, criador do afrobeat, é tema de documentário que estreia nos cinemas

Meu Amigo Fela ganhou o Prêmio Paul Robeson, como o Melhor Filme realizado na diáspora africana (o que significa fora da África) no Fespaco (Festival Panafricano de Cinema e Televisão de Ouagadougou) de Burkina Faso, que é o maior festival de cinema africano, realizada a cada dois anos. Por lá, o documentário já é considerado um dos 15 melhores filmes do ano, apesar de ter sido concebido e dirigido por um diretor afro-brasileiro. E está indicado para disputar o Oscar Africano.

O documentário também foi contemplado com o Prêmio Especial de Júri – Competição Internacional de Longas e Médias-Metragens no Festival É Tudo Verdade e ainda o prêmio de Melhor Documentário do Festival Ecrans Noirs do Camarões. E ainda participou de festivais importantes como o International Film Festival Rotterdam e o The Durban International Film Festival.

Antes mesmo de chegar aos cinemas brasileiros o filme já está com todas sessões esgotadas no BIF London Film Festival.

A arte do pôster foi criada por Babatunde Banjoko, artista que trabalhou com Kuti e que fez capas de discos clássicos do músico, como Coffin for Head of State.

Kuti faleceu em agosto de 1997 em decorrência de uma complicação devido ao vírus HIV.

Confira o trailer:

Continue Reading

TRILHAS & MUSICAIS

Empresa de benefícios patrocina musical em homenagem ao Cazuza

Published

on

Empresa de benefícios patrocina musical em homenagem ao Cazuza
Divulgação

A empresa Ticket, marca de benefícios de refeição e alimentação da Edenred Brasil, patrocina o musical Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, em exibição no Teatro Procópio Ferreira em São Paulo. O espetáculo narra a vida de um dos artistas mais marcantes da história da música brasileira. Os maiores clássicos do músico, tanto dos tempos em que integrava a banda Barão Vermelho quanto de sua carreira solo, estão presentes no roteiro do show.

Empresa de benefícios patrocina musical em homenagem ao Cazuza

“O fomento à cultura tem um papel fundamental na multiplicação do conhecimento e na conexão de pessoas”, diz Denise Coelho, diretora de marketing da Ticket. “Apoiar esse espetáculo, que retrata a vida e a carreira de um brilhante artista, nos ajuda a ressaltar que cada indivíduo tem força para promover mudanças em toda uma sociedade. Engajar as pessoas para a mudança e a inovação são aspectos que norteiam nosso negócio todos os dias”, observa.

Com autoria de Aloísio de Abreu e direção de João Fonseca, o musical conta a história do artista, avançando para os momentos mais importantes de sua vida, como a descoberta do teatro e do rock, sua ascensão a cantor e compositor ovacionado pelo público, a mudança no estilo da obra e a carreira solo. Durante o show, os paulistanos podem conferir ao vivo a execução de clássicos como: Pro dia nascer feliz, Codinome Beija-Flor, Bete Balanço, Ideologia, O tempo não para e Exagerado, além de composições que Cazuza nunca chegou a gravar, como Malandragem, Poema e Mais feliz. O texto da narrativa é resultado de conversas com pessoas próximas ao artista e de ampla pesquisa para a criação da estrutura dramática do espetáculo.

A interpretação é de Osmar Silveira (Cazuza), Susana Ribeiro (Lucinha Araújo) e Marcelo Várzea (João Araújo), e a direção musical, de Daniel Rocha.

Como forma de fomentar o mercado cultural, o patrocínio é realizado por meio de incentivo fiscal, via ISS, e reforça os investimentos em produções e atividades culturais feitos pela Ticket, que já marcou presença em espetáculos renomados, como o Um Dia na Broadway e Elza, o musical.

Cazuza – Pro Dia Nascer feliz
Quando: até 3 de novembro de 2019
Local: Teatro Procópio Ferreira
Endereço: Rua Augusta, 2673 – São Paulo, SP
Horário: sexta-feira, às 21h; sábado, às 18h e às 21h30; e domingo, às 18h.

Continue Reading

As Mais Lidas