Connect with us
São Paulo: Fonte do Ibirapuera apresenta sucessos de Adoniran Barbosa, Tom Jobim e Rita Lee São Paulo: Fonte do Ibirapuera apresenta sucessos de Adoniran Barbosa, Tom Jobim e Rita Lee

MPB & SAMBA

São Paulo: Fonte do Ibirapuera apresenta sucessos de Demônios da Garoa, Tom Jobim e Rita Lee

Espetáculo audiovisual celebra os 466 anos da capital paulista

Divulgação

Published

on

Este ano, a cidade de São Paulo comemora 466 anos e a Fonte Elo Ibirapuera terá mais uma vez o espetáculo em homenagem à data. As apresentações acontecem de 25 de janeiro a 3 de fevereiro, em duas sessões diárias, às 20h e 20h30.

São Paulo: Fonte do Ibirapuera apresenta sucessos de Adoniran Barbosa, Tom Jobim e Rita Lee

O espetáculo, que tem 20 minutos de duração, começa mostrando a história da cidade, desde o nascimento, em 1554 até os dias de hoje. No écran da fonte, o público poderá ver também as principais imigrações e a concentração em diferentes bairros.

Há também um destaque para os principais pontos ícones de São Paulo como o Museu do Ipiranga, a Avenida Paulista, Ponte Estaiada, Masp e Museu do Ipiranga, entre outros, mostrando que a cidade é a capital da gastronomia, da multi-cultura e da mistura de etnias.

Entre as canções que fazem parte do repertório do espetáculo – produzido pela Divina Comédia, realizado pela Elfus Eventos, com o apoio da Prefeitura e Secretaria do Verde e Meio Ambiente, estão alguns chorinhos, samba e hip hop.

Entre as músicas escolhidas, estão as tradicionais Trem das Onze dos Demônios da Garoa e Sampa de Caetano Veloso, além de alguns raps e músicas de Tom Jobim e Rita Lee.

Fonte Elo Ibirapuera – Programação Especial de Aniversário de São Paulo
Estreia dia 25 de janeiro. Até 3 de fevereiro.
Duas apresentações: às 20h e 20h30
Parque Ibirapuera | Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n | Ibirapuera, zona sul de São Paulo
Acesso gratuito

MPB & SAMBA

Festival de Verão em São Caetano terá Ed Motta e Paula Lima

Organizado pela Fundação das Artes, evento também contará com a Banda Mantiqueira

Published

on

Festival de Verão em São Caetano terá Ed Motta e Paula Lima
Divulgação

Nos dias 14, 15 e 16, o Parque Espaço Cerâmica Tom Jobim (ao lado do ParkshoppingSãoCaetano) será palco do 1º Festival de Verão Fundação das Artes que busca difundir a música instrumental e a produção artística na cidade.

Em sua primeira edição, a expectativa é que o evento tenha o mesmo alcance do 1º Festival de Inverno Fundação das Artes, realizado no ano passado com a presença de mais de 8 mil pessoas.

Festival de Verão em São Caetano terá Ed Motta e Paula Lima

O evento é uma realização da Fundação das Artes de São Caetano do Sul, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, com o ParkShoppingSãoCaetano e apoio da Associação dos Amigos do Espaço Cerâmica.

Artistas renomados no cenário nacional se apresentarão no evento: na sexta (14), o show será da cantora Paula Lima, às 20h. No sábado (15), às 20h, sobe ao palco o cantor Ed Motta e, no domingo (16), às 19h, o encerramento será com a Banda Mantiqueira.

O evento acontece das 18h às 22h na sexta-feira, dia 14 de fevereiro, e nos dias 15 e 16, das 10h às 22h. Conjuntos formados nas dependências da Fundação das Artes também se apresentarão, como o Trio de Jazz Fundação das Artes.

A programação contará também com apresentações de artistas convidados em parceria com professores da Instituição, como o Duo Jazz e o grupo Micelânea Itinerante.

1º Festival de Verão Fundação das Artes
14, 15 e 16 de fevereiro
Parque Espaço Cerâmica Tom Jobim | Ao lado do ParkShoppingSãoCaetano
Mais informações: 4239-2020 | www.fascs.com.br | www.parkshoppingsaocaetano.com.br
Gratuito | livre

Continue Reading

MPB & SAMBA

Pseudo Banda usa humor cítrico no clipe “Não Me Importo (É Carnaval!)” 

Published

on

Pseudo Banda usa humor cítrico no clipe "Não Me Importo (É Carnaval!) 
Divulgação

Faltando poucos dias para começar a maior festa popular brasileira, a Pseudo Banda veste a sua melhor fantasia para entoar o hino de carnaval dos desavisados: “Se não sou eu, eu não me importo. Se não sou eu quem se f*****, eu não me importo!”.

Com ritmo inspirado nas marchinhas de carnaval dos anos 1950, o clipe de Não Me Importo (É Carnaval!) lançado na última quarta-feira (12) investe na sátira como modo de reflexão e crítica da situação sociopolítica brasileira.

Pseudo Banda usa humor cítrico no clipe "Não Me Importo (É Carnaval!)"

“Em uma realidade cheia de distrações, é muito fácil fechar os olhos para o que não nos afeta diretamente. A crítica da música é válida para todos nós, para não nos rendermos ao conformismo e individualismo. Acreditamos que a mudança começa por meio da consciência e da empatia”, diz Julia Rosa, integrante do trio ao lado de Bea Pereira e Vinícius Árabe.

São três personagens criados para o clipe: Capitão Aleluia (Vinícius Árabe), Arlequina Consumista (Julia Rosa) e Agro Miranda Tech (Bea Pereira): A Arlequina Consumista foi inspirada na Commedia Dell Arte, simbolizando o consumismo inconsciente, vaidade exacerbada e a crença na meritocracia. Já a Agro Miranda Tech é a personificação da mídia sensacionalista, que endossa o agronegócio com todos os seus crimes e transforma tudo em espetáculo com muito glitter, dança e distração. Com elementos multicoloridos e não convencionais, a banda explora o lúdico para criar uma cenografia verdadeiramente brasileira e divertida no novo clipe.

O trio, que vive uma jornada de experimentação na música, encontra o cerne de sua arte nesse lançamento, brincando com estilos diferentes e maior liberdade rítmica. A canção conta com instrumentos clássicos do ritmo carnavalesco como cavaco, surdo, chocalho, caixa e repique. O clipe teve roteiro e direção de Karinna de Simone ao lado da Pseudo Banda, direção de arte da Gama Art Studio e figurino/maquiagem de Rafael Santos.

A composição foi inspirada no poema Intertexto, de Bertold Brecht, e propõe, segundo a banda, “uma ligação atemporal com o Brasil atual”. O clipe traz uma releitura mais apimentada a versão original da canção, que está presente no primeiro EP da Pseudo Banda, É Agora, lançado em agosto de 2019.

Composto por seis faixas autorais criadas ao longo dos quatro anos de banda, as temáticas de cada música são diferentes, assim como as sonoridades.

Nas letras, a banda retrata sua visão de mundo e experiências pessoais vividas na juventude urbana.

Assista:

Continue Reading

MPB & SAMBA

Jorge Aragão participa do “Dá a Letra” da ONErpm 

Produzido pela plataforma, o quadro mostra a história por trás de grandes composições

Published

on

Jorge Aragão participa do “Dá a Letra” da ONErpm 
Divulgação | ONErpm Brasil

Foi lançado nesta quarta-feira (12), o novo episódio do Dá a Letra, quadro da ONErpm onde artistas contam sobre suas inspirações e a história por trás das letras de seus maiores sucessos. O convidado do novo episódio é Jorge Aragão, cantor reconhecido como um dos grandes compositores brasileiros.

Jorge Aragão participa do “Dá a Letra” da ONErpm 

No quadro, o cantor conta mais sobre A Possibilidade, faixa que marcou seu retorno na música após 12 anos sem lançamentos. A canção é um samba romântico, pontual, com a conhecida assinatura e identidade do poeta. Jorge Aragão tem celebrado a vida fazendo o que ama: cantar. E, como não poderia deixar de ser, ao lado do público que acompanha a sua história de compositor, sambista e operário de música popular brasileira.

Com mais de quarenta anos dedicados exclusivamente à música, Jorge Aragão é um dos maiores sambistas brasileiros, reconhecido internacionalmente. Canções como: Eu e você sempre, Lucidez, Moleque Atrevido, Alvará, Malandro, Vou Festejar, Enredo do Meu Samba, Coisa de Pele, Terceira Pessoa, Do Fundo do Nosso Quintal, entre outras, estão na nossa memória afetiva.

Confira:

Continue Reading

As Mais Lidas