Connect with us
Spotify Awards: Universal Music tem 56 indicações ao prêmio  Spotify Awards: Universal Music tem 56 indicações ao prêmio 

MERCADO

Spotify Awards: Universal Music tem 56 indicações ao prêmio 

Os vencedores serão anunciados em uma cerimônia que acontecerá na Cidade do México no dia 5 de março

Divulgação

Published

on

O Spotify acaba de anunciar os finalistas da primeira premiação promovida por eles. Com um formato inovador, o Spotify Awards reconhecerá os vencedores de cada uma das mais de 50 categorias, com base em dados gerados pelos usuários da plataforma, tendo como referência os números produzidos pelos usuários do México.

Spotify Awards: Universal Music tem 56 indicações ao prêmio 

No próximo dia 5 de março, os vencedores serão anunciados em uma cerimônia que acontecerá na Cidade do México. O evento será transmitido online por meio das redes sociais da emissora de TV mexicana Telemundo, que fará a cobertura do evento desde o tapete verde, que faz alusão à cor da marca.

Dentre os indicados, destacam-se os artistas do cast da Universal Music, que somaram 56 indicações ao prêmio. O cantor latino J Balvin chegará à festa com 10 indicações, incluindo as principais categorias, como Artista Spotify do Ano, Artista Mais Escutado e Artista Mais Adicionado a Playlists. Logo atrás dele está Daddy Yankee, cujo nome aparece nove vezes na lista. Além de concorrer com Balvin em categorias como Artista do Ano, Artista Mais Escutado e Artista Mais Compartilhado, Yankee também é finalista ao prêmio de Canção Mais Escutada, além de outras categorias.

A colombiana Karol G concorre em seis categorias no Spotify Awards, incluindo a de Artista Mais Escutada, Artista de Pop Urbano Mais Escutada, Canção Para Segundas-Feiras, pela faixa Tusa. Nas categorias que analisam as preferências com base na faixa etária do público, Karol G está entre as preferidas entre todas as idades.

Billie Eilish recebeu quatro indicações ao prêmio. Além de ser a preferida do público mais jovem (entre 13-17 e 18-29 anos), a norte-americana concorre aos títulos de Artista Mais Escutada e Artista Mais Escutada em Consoles.

Ariana Grande e Glória Trevi receberam três nomeações cada. Assim como Billie Eilish, Ariana mostrou ser mais popular entre os mais jovens, concorrendo a artista mais escutada entre o público de 13-17 e de 18-29, além de estar indicada a Artista Mais Escutada. Já Glória Trevi faz mais sucesso entre o público com idade mais avançada. Ela concorre à preferida pelos usuários entre 39-44 anos e também pelos que têm mais de 45. A mexicana também é finalista na categoria Artista Pop Mais Escutada.

O rapper Post Malone teve duas de suas músicas indicadas ao Spotify Awards na categoria Canção Mais Escutada do Dia do Grito de Independência, as faixas Circles e Saint-Tropez. A cantora Danna Paola, que está entre os nomes que apresentarão a cerimônia, concorre ao prêmio de Artista Feminina Com Maior Crescimento em Número de Fãs. Além dela, o grupo mexicano Café Tacvba e o cantor Ed Maverick disputam na categoria Artista de Rock em Espanhol Mais Escutado. O porto-riquenho Guaynaa foi indicado a Artista Masculino Com Maior Crescimento em Número de Fãs e a cantora Clairo concorre ao título de Artista Mais Escutada em Consoles.

O rapper iann dior concorre a Artista Radar de Trap em Espanhol, DJ Snake e Martin Garrix a Artista de EDM Mais Escutado, Ellie Goulding também está entre os finalistas a Artista de EDM Mais Escutada, Alejandro Sanz e Morat concorrem a Artista Pop Mais Escutado, Mon Laferte está na disputa pelo prêmio de Artista Pop Mais Escutada, Sebastián Yatra pode voltar para casa levando como Artista de Pop Urbano Mais Escutado, enquanto a Imagine Dragons está no páreo para levar o prêmio de Banda de Rock Contemporâneo Mais Escutada.

Lady Gaga disputa na categoria Artista Mais Adicionado a Playlists de Temática LGBTQ+, Shawn Mendes também concorre a Canção Para Segundas-Feiras, pela faixa In My Blood.

MERCADO

Sony Music anuncia fundo de ajuda global em resposta ao coronavírus

Published

on

Sony Music anuncia fundo de ajuda global em resposta ao coronavírus
Divulgação

Rob Stringer, chairman da Sony Music Group, emitiu um comunicado nesta quinta-feira (2) a todos os funcionários do conglomerado multinacional de música anunciando um fundo de ajuda global em resposta à pandemia de coronavírus.

Sony Music anuncia fundo de ajuda global em resposta ao coronavírus

Stringer também aproveitou o momento para agradecer todas às equipes que a Sony Music mantém no planeta: “Continua sendo emocionante ver como a nossa família Sony Music está se mobilizando durante este período. Estes são os momentos que revelam nosso verdadeiro caráter e, a cada momento, vocês estão demonstrando o que eu já sabia: que nós somos uma empresa formada por pessoas apaixonadas, cuidadosas, criativas e focadas no negócio”, disse.

A Sony Corporation, controladora da Sony Music, lançou o programa Sony Global Relief Fund, um fundo de US$ 100 milhões dedicado aos trabalhadores da área da saúde que estão nas linhas de frente em todo o mundo. A ideia é proteger crianças e educadores que enfrentam desafios decorrentes do fechamento de escolas, além de apoiar criadores, artistas e outros parceiros do meio do entretenimento que foram impactados pelo coronavírus.

Rob Stringer também disse sobre as expectativas da empresa no ano fiscal que se inicia: “Esta semana marca o início do nosso novo ano fiscal. Claro que, como todas as empresas afetadas por essa crise, sabemos que os próximos 12 meses trarão desafios diferentes dos que já vivemos antes. No entanto, estou confiante de que temos o que é preciso para superar os ventos contrários que enfrentamos, desde que continuemos focados nos nossos valores e nos nossos pontos fortes. Seja o que for que está lá na frente, continuaremos colocando nossos funcionários, artistas e compositores em primeiro lugar em todas as atitudes que tomarmos”, disse.

A Sony Music Entertainment opera grandes selos da história do mercado musical como a Columbia Records, Epic Records, RCA Records e Artista. Grandes nomes da música mundial fazem parte de seu cast como Shakira, Harry Styles, Camila Cabello, Mariah Carey, além de nomes icônicos do rock como Elvis Presley e Jimi Hendrix.

Continue Reading

MERCADO

Mercado de shows no Brasil tem R$ 483 milhões em prejuízos com pandemia do coronavírus

Published

on

Mercado de shows no Brasil tem R$ 483 milhões em prejuízos com pandemia do coronavírus
Divulgação

De acordo com o Data Sim, o mercado de shows no Brasil já sofreu com o prejuízo de R$ 483 milhões, em decorrência da pandemia de coronavírus. Foram afetados mais de 8 mil eventos e 8 milhões de pessoas.

Mercado de shows no Brasil tem R$ 483 milhões em prejuízos com pandemia do coronavírus

De acordo com o Data Sim, os dados apresentam um panorama do setor a partir de 536 empresas de diversas áreas como produtoras de festivais, agências de booking, casas de show, além de fornecedores e parceiros, que vão do aluguel de equipamentos à logística de transporte e hospedagem, envolvendo milhares de profissionais em suas operações.

“Esses números ajudam a pensar em ações concretas para o setor, composto por muitos interesses, a maioria sem uma representação ou associação de classe. É hora de pensarmos coletivamente para identificarmos interesses comuns e nos organizarmos, de maneira orgânica”, sugere Dani Ribas, diretora de pesquisas do Data Sim. “Não há espaço para pensarmos que uma única iniciativa vai liderar esse processo de cima pra baixo. É hora de aproveitarmos as iniciativas que surgiram autonomamente em diversas partes do país para repensar toda a organização política do setor”, concluiu.

De acordo com o UOL, este prejuízo, que deve incluir apresentações ao vivo promovidas por microempreendedores individuais, pode alcançar a cifra de R$ 3 bilhões, afetando 1 milhão de profissionais.

Continue Reading

MERCADO

Showlivre lança plataforma de streaming de música ao vivo pay-per-view

O serviço – que contará com shows ao vivo e on demand – estreia com a campanha #MúsicaSalva, com renda revertida para a luta contra o coronavírus

Published

on

Showlivre lança plataforma de streamiing de música ao vivo pay-per-view
Divulgação

O consumo de música via streaming já representa a maior parte do consumo de música no Brasil e no mundo, segundo a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI). Alinhado com as tendências globais desde a sua criação há 20 anos, o Showlivre.com – pioneiro e referência nacional na arte de produzir e transmitir música ao vivo pela internet – apresenta sua grande novidade: ShowlivrePlay.

Showlivre lança plataforma de streamiing de música ao vivo pay-per-view

Trata-se de uma plataforma de streaming de música ao vivo no formato pay-per-view, a partir de casas de shows e festivais. Os artistas poderão decidir se desejam tornar o conteúdo do show disponível para venda posterior, no formato on demand, assim como precificar as apresentações da forma que preferirem.

O lançamento do ShowlivrePlay já estava previsto para este primeiro semestre. Mas a data de lançamento foi antecipada para o dia 8 de abril por conta da pandemia e quarentena que impactaram profundamente o show business. A plataforma estreia com a campanha #MúsicaSalva, que permitirá reverter a receita dos webshows não somente para o artista, mas também para o Fundo Emergencial para a Saúde Coronavírus Brasil. Os artistas que iniciam o projeto:

8 de abril (quarta-feira)

14h Bia Ferreira
17h Chico César

9 de abril (quinta-feira)

14h Rhaissa Bittar
17h Ana Cañas

10 de abril (sexta-feira)

14h Samuca (Samuca e a Selva)
17h Doralyce

11 de abril (sábado)

14h Esteban
17h Sérgio Britto (Titãs)

Outros nomes como Versalle, NDK, BNegão, Supla e Tribo de Jah também estão confirmados.

Continue Reading

As Mais Lidas