in ,

Stranger Things realiza mais uma façanha: agora com o Metallica

“Master Of Puppets”, disco lançado pela banda em 1986, entra entre os 50 mais ouvidos no Spotify dos EUA

Stranger Things realiza mais uma façanha: agora com o Metallica
Foto: Reprodução | Instagram | Metallica

Parece que tem sido um bom negócio para um artista musical ter sua obra divulgada na badalada série Stranger Things da Netflix. Kate Bush e, agora, o Metallica que o digam.

Não bastasse a faixa Running Up That Hill se tornar um sucesso absoluto no streaming 37 anos depois de seu lançamento original como parte do álbum Hounds Of Love de Kate Bush, a bola da vez agora é o clássico Master Of Puppets, um dos grandes trabalhos de estúdio do Metallica, lançado em 1986.

A faixa-título de Master Of Puppets é usada com um ponto de virada em Stranger Things e não apenas como um apoio musical. Contudo, a sua exibição no seriado conduziu o single a subir quase 400% nas plataformas digitais.

Stranger Things realiza mais uma façanha: agora com o Metallica
Foto: Reprodução | Instagram | Metallica

Para Nora Felder, supervisora musical de Stranger Things, a conexão musical com o personagem Eddie Munson foi determinante para que a música do Metallica tivesse uma performance tão estrondosa como o que ocorreu com Kate Bush.

“Depois do efeito relâmpago que aconteceu com ‘Running Up That Hill’, eu tive um pressentimento de que isso poderia ressoar em grande forma”, disse Felder à Billboard. “Eu sabia que os fãs de Stranger Things iriam adorar esse novo e empolgante personagem, Eddie Munson, e por padrão abraçariam sua música.”

Nâo é surpresa afirmar que o Metallica está feliz com tudo isso: Master Of Puppets acabou de entrar para o TOP 10 do Spotify TOP 50 dos EUA, chegando a mencionar o personagem Eddie Munson em uma de suas postagens: “É uma honra incrível sermos uma parte tão importante da jornada de Eddie e mais uma vez fazer companhia a todos os outros artistas incríveis apresentados na série.”

O álbum Master Of Puppets foi lançado em 3 de março de 1986 pela Warner Music, via Elektra Records, sendo o terceiro álbum de estúdio do Metallica. Este trabalho foi marcado como o último do baixista Cliff Burton que morreu em um grave acidente de ônibus na Suécia durante uma turnê da banda.

Matéria produzida por Marcelo de Assis

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Já realizou reportagens musicais na Record TV para o Domingo Espetacular e Jornal da Record. Foi vencedor do Prêmio TopBlog em 2010 e membro do Grammy Latino.

Dia do Rock: relembre 20 grandes momentos do Live Aid

Dia do Rock: relembre 20 grandes momentos do Live Aid

LS Jack estreia em SP turnê inédita em comemoração aos 25 anos

LS Jack estreia em SP turnê inédita em comemoração aos 25 anos