Connect with us
Taylor Swift perdeu papel no filme "Les Miserables" por ela ter "muito poder de estrela" Taylor Swift perdeu papel no filme "Les Miserables" por ela ter "muito poder de estrela"

POP

Taylor Swift perdeu papel no filme “Les Miserables” por ela ter “muito poder de estrela”

Cantora recentemente estreou no longa-metragem “Cats”

Divulgação

Published

on

Tom Hooper, que foi diretor do filme Les Miserables em 2012, descartou Taylor Swift do papel de Eponine porque ele acreditava que a cantora tinha “muito poder de estrela”.

Hooper, que concedeu entrevista ao Vulture, revelou que Swift chegou a fazer o teste para o papel, mas não acreditou que fosse adequado a ela: “Ela fez um teste brilhante para Eponine”, disse ele. “Eu não a escolhi, mas cheguei muito perto disso. No fim das contas, eu não conseguia acreditar que Taylor Swift fosse uma garota que as pessoas ignorariam. Portanto, não parecia certo para ela pelo motivo mais lisonjeiro”, explicou.

Taylor Swift perdeu papel no filme "Les Miserables" por ela ter "muito poder de estrela"

Com isso, o papel de Eponine ficou para Samantha Barks. Mesmo assim, Tom Hooper não desistiu da ideia de chamar Taylor Swift para um longa-metragem, foi quando a convidou para integrar o elenco de Cats.

“Eu sabia que ela estava curiosa para trabalhar em um musical … (e) escrevi para ela e apenas disse: “Você gostaria de conhecer? Você gostaria de ver o mundo que estou criando?” E eu fiz uma apresentação… Eu tinha um clipe de 10 segundos de uma dançarina, realista. Ese foi o meu discurso. Ela adorou e foi muito gentil e muito solidária a partir de então”, disse.

Contudo, a estreia de Cats não foi a esperada, se tornando um fracasso no cinema, com inúmeras reações nas redes sociais.

Recentemente, Taylor Swift admitiu em uma entrevista ao Variety que, mesma com essa repercussão negativa de Cats, ela continuará investindo em sua carreira de atriz: “Com certeza. Vamos ver o que vai acontecer. Quer dizer, honestamente, eu amo muito o meu trabalho. Eu amo escrever músicas e cantar. Amor tanto que (Cats) pra mim foi algo muito especial, estranho, esquisito e uma experiência animadora de se ter.”, concluiu.

As Mais Lidas