in

Conheça o Usample, serviço com 7 mil faixas raras para samples 

Conheça o Usample, serviço da Universal Music com 7 mil faixas para samples
Foto: Reprodução | Usample

A utilização de samples pelos artistas sempre foi algo atrativo na construção de seus singles e álbuns, mas este recurso tem sido aproveitado em larga escala na indústria musical deste século.

Tanto que a Universal Music Group, por meio de sua divisão Universal Music Production Music, lançou discretamente um novo serviço de samplers chamado Usample. As informações são do Music Business Worldwide, que também revelou que a UMG entrou com um pedido de marca registrada de seu novo serviço nos EUA em outubro do ano passado.

Deve -se observar que este tipo de serviço está em alta no mercado fonográfico, se transformando em uma robusta fonte de receita para os criadores, rendendo milhões de dólares para eles.

O Usample oferece um catálogo com cerca de 7 mil faixas raras que, segundo a Universal Music, vêm “das profundezas de seus arquivos, digitalizados pela primeira vez desde as prensagens originais”.

Conheça o Usample, serviço com 7 mil faixas raras para samples  para samples
Foto: Reprodução | Usample

Todo esse montante de singles estarão disponíveis aos artistas da Universal Music para que possam utilizá-los como samples em suas novas composições.

Toda a biblioteca do Usample foi desenvolvida com músicas direcionadas para a TV e o cinema.

No site da Usample explica que seu espólio fonográfico foi produzido desde o inicio das décadas de 1960 e 1970 e que “esses legados são muito procurados por escavadores de caixas e colecionadores de discos”.

Contudo, o Usample só pode ser utilizado para artistas afiliados a grandes gravadoras, como é informado no site oficial do serviço: “site de amostra secreta da Universal exclusivamente para grandes talentos afiliados”.

Para utilizar a biblioteca de canções raras do Usample, os artistas precisam solicitar um acesso preenchendo um formulário no site do serviço para que sua identidade seja verificada.

Uma vez acessada, os artistas poderão ter acesso a uma tecnologia de IA (Inteligência artificial) de última geração que permite isolar ou remover partes como vocais ou bateria “destas faixas históricas pela primeira vez na história”.

Esta mesma tecnologia de inteligência artificial utilizada no Usample é aplicada no Similarity Search, que ouve sua faixa de referência, analisa seus recursos de áudio e identifica faixas que estão no catálogo do Usample “que soam semelhantes”.

Matéria produzida por Marcelo de Assis

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Já realizou reportagens musicais na Record TV para o Domingo Espetacular e Jornal da Record. Foi vencedor do Prêmio TopBlog em 2010 e membro do Grammy Latino.

Anitta beijou o namorado antes do show no Rock in Rio Lisboa

Anitta beijou o namorado antes do show no Rock in Rio Lisboa

Netflix considera criar assinatura com base em anúncios

Netflix considera criar assinatura com base em anúncios