Connect with us

Depois de adiar a venda da gigante do mercado musical, a Universal Music Group, a Vivendi, controladora da major planeja vendê-la entre 10 e 20 por cento até 2020, de acordo com a Digital Music News.

Com isso, ressurge a ideia de venda da companhia discográfica mas sob uma nova perspectiva estratégica.

Ainda de acordo com a publicação, a Tencent Holdgins, gigante de internet e mídia da China está prestes a adquirir uma participação de 10 por cento da UMG. O acordo seria com base no valor da Universal Music em cerca de € 30 bilhões, com a Tencent pagando um preço de € 3 bilhões se o negócio for consumado.

Além disso, a Tencent entraria em um acordo preliminar com a opção de comprar uma fatia adicional de 10 por cento, provavelmente em 2020. Com a negociação celebrada, considera-se um quinto da UMG vendida.

No que poderia gerar uma grande preocupação para executivos e artistas da UMG, uma declaração da Vivendi parece que teve a finalidade de acalmar os ânimos do controle executivo da discográfica: “Juntamente com a Tencent, A Vivendi espera melhorar a promoção dos artistas da UMG, com quem a UMG criou o maior catálogo de gravações e músicas de todos os tempos, além de identificar e promover novos talentos em novos mercados. Uma parceria pode criar valor tanto para a Tencent quanto para a UMG”, disse o comunicado da empresa.

Quem também se posicionou foi o CEO da Universal Music Group, Sir Lucian Grainge, em um comunicado á UMG através de um e-mail, reproduzido na mesma publicação:

“Queridos colegas,

Hoje, a Vivendi anunciou que entrou em negociações preliminares com a Tencent Holdings para um investimento de 10% do capital social da UMG. Este é um desenvolvimento empolgante para a Vivendi e a UMG e afirma mais uma vez o quanto nossa estratégia e trabalho árduo estão dando certo.

Como a Vivendi compartilhou na semana passada com seus investidores, continuamos a produzir resultados notáveis ​​e recordes. Nosso sucesso é impulsionado por colocar nossos artistas e compositores no centro de tudo o que fazemos e fornecer a eles os melhores recursos comerciais e criativos do setor em uma base global.

Obviamente, todos nós continuamos fazendo parte da família Vivendi – o anúncio de hoje é sobre um investimento minoritário da Tencent. E posso garantir que os Conselhos de Supervisão e Administração da Vivendi, assim como a família Bolloré, continuam apoiando firmemente nossa estratégia, nosso trabalho e nossas equipes. Escusado será dizer que o nosso compromisso de gravar artistas e compositores continuará inalterado.

Claramente, as possibilidades de acelerar e ampliar nossa estratégia são animadoras. Mas, por enquanto, é essencial permanecermos focados em nosso importante trabalho.

Obrigado mais uma vez por todas as suas conquistas incríveis. Conforme validado por este anúncio, nossos resultados até o momento foram históricos. À medida que avançamos, continuaremos a abraçar a mudança e a romper os negócios tradicionais, à medida que construímos um futuro brilhante para nós mesmos, nossos artistas e nossos investidores.

Lucian

MERCADO

Spotify revisita década da música com posters no Metrô de São Paulo

Published

on

Spotify revisita década da música com posters no Metrô de São Paulo
Divulgação | Spotify

Por Spotify Brasil

Como de costume o Spotify se despede do ano que passa com uma campanha relembrando os melhores momentos da temporada e os hits que marcaram época. Mas dessa vez vai ser um pouco diferente. Isso porque estamos nos despedindo da década. Exatamente! Ano que vem, ou melhor, no mês que vem, já estaremos em 2020, mas não podemos deixar de relembrar essa década maravilhosa que nos trouxe Waka Waka, passando pelo 7 x 1 (ok, isso não é nada maravilhoso), Malandramente, Envolvimento e várias outras recordações.

Spotify revisita década da música com posters no Metrô de São Paulo

Por isso, o Spotify decidiu transformar os túneis da Linha 4 Amarela do Metrô de São Paulo (ViaQuatro) num verdadeiro túnel do tempo com a campanha Da Luz ao Morumbi, uma viagem no tempo. Voltaremos a 2010 e chegaremos a 2019 mostrando os principais hits nesses (nem tão) longínquos anos. A cada estação, um novo ano e uma exposição com artistas e músicas que tocaram a nossa década.

Além dessa verdadeira exposição debaixo da terra, na plataforma de cada estação da Linha Amarela, o Spotify vai disponibilizar pôsteres que o público poderá pegar e levar de recordação para casa. E o melhor. De graça! Cada pôster traz trechos e dados sobre as músicas que marcaram cada ano da década. E ao juntar o poster de cada período, a arte do Spotify Line se completa.

Além dessas obras de arte que farão o público viajar no tempo, em algumas estações (Butantã, Pinheiros e Higienópolis-Mackenzie) teremos trechos de músicas com jargões icônicos em letreiros gigantes que influenciaram a cultura pop nessa década, como Ai Se Eu Te Pego, relembrando o sucesso de Michel Teló, Yukê, de Pabllo Vittar, e Cebruthius, que ficou famoso na voz de MC Loma e as Gêmeas Lacração.

Continue Reading

MERCADO

Festival GRLS! será lançado para celebrar o papel da mulher na música

Com curadoria da Popload, o evento produzido pela Time For Fun acontece no Memorial da América Latina, nos
dias 7 e 8 de março

Published

on

Festival GRLS! será lançado para celebrar o papel da mulher na música
Divulgação | T4F

A produtora Time For Fun anunciou nesta quarta-feira (11) o novo festival GRLS!, que pretende reconhecer, valorizar, transformar e celebrar o papel das mulheres na cultura. O evento, que acontece nos dias 7 e 8 de março no Memorial da América Latina, tem curadoria da Popload e irá mesclar palestras, oficinas, rodas de conversa e muita música! Tudo feito, composto e estrelado por elas, mas destinado a todes*.

Festival GRLS! será lançado para celebrar o papel da mulher na música

As informações sobre as datas de venda de ingressos e lineup de GRLS! serão divulgadas em breve. O público poderá adquirir ingressos separadamente somente para palestras e workshops, somente para os shows ou para ambos.

“Pensamos em um festival feito por mulheres e não-binários, mas que crie uma discussão para todos os gêneros”, afirma Paola Wescher, diretora artística da T4F e sócia da Popload. “Queremos fazer pensar, refletir e também conectar todas as pessoas. A mulher sempre tem que se esforçar mais, se impor mais e conquistar mais para ser respeitada. Temos muitas mulheres fortes em todos os setores da indústria da música, tanto no palco como atrás dele, fazendo tudo acontecer. Queremos amplificar essas vozes e ser um marco neste sentido. Celebrar tudo o que já foi conquistado e abrir caminho para o que ainda precisamos melhorar, criar e conquistar”, concluiu.

Para inserir o público na essência de GRLS!, até os dias do festival, serão produzidos podcasts pela Popload Radio e matérias exclusivas sobre as artistas e as ativações em um portal feito especialmente para GRLS!.

*todes: para promover uma inclusão na linguagem de GRLS!, a palavra “todes” será utilizada para se referir ao público de forma a respeitar a diversidade das identidades.

Estatísticas

GRLS! entende que há questões muito importantes a serem discutidas e questionadas na indústria musical e do entretenimento. Apesar da sensação de que as mulheres vêm conquistando um espaço bem mais significativo, os números mostram que ainda há muitos desafios pela frente.

Em eventos e festivais de música, 87% das escalações são compostas por homens. Neste cenário, os cachês das artistas mulheres são 28% menores que os dos homens, uma diferença que aumenta com a idade. Os levantamentos foram feitos pela BBC Reality Check e União Brasileira de Compositores.

A desigualdade vai além da esfera dos eventos. Da composição à produção, o ambiente musical é dominado por eles: oportunidades, premiações, facilidade de ascensão, aceitação e até de reconhecimento.

Em 2018, 83% dos artistas mais populares da música foram homens, e apenas 12% das 600 músicas mais populares do mundo foram feitas por mulheres. De acordo com dados publicados pela Official Charts Company. E quando pensamos em produtores, a disparidade é ainda mais chocante: a proporção de produtores homens para mulheres nas 400 músicas mais populares de 2018 foi de 47 homens para 1 mulher.

Segundo dados da União Brasileira de Compositores, no Brasil os homens ainda detêm 90% do valor total distribuído e as mulheres ganham em média 28% a menos. Em 2017, entre os 100 artistas que mais faturaram apenas 17 eram mulheres.

Uma campanha internacional iniciada pela PRS Foundation (fundação inglesa que apoia e financia novos talentos musicais pelo Reino Unido) desafiou festivais do mundo todo a igualarem suas escalações em 50/50 até 2022.

Até o momento, 45 festivais já toparam o desafio. E em 2019, o espanhol Primavera Sound se tornou o primeiro grande festival a cumprir a promessa.

Continue Reading

MERCADO

Brasileiros procuram Réveillon em Portugal

Convento do Espinheiro, histórico hotel 5 estrelas, prepara noite com jantar de gala, música e fogos de artifício

Published

on

Brasileiros procuram Réveillon em Portugal
Divulgação

Se Portugal passou a ser a segunda casa dos brasileiros, por que não pensar em um Réveillon com o melhor do Alentejo? O Convento do Espinheiro, Historic Hotel & Spa preparou um ano novo temático, onde homenageia Havana, a capital Cubana. Música, alta gastronomia e conforto são os requisitos indispensáveis na festa do antigo Mosteiro, em Évora.

Brasileiros procuram Réveillon em Portugal

No dia 31, a programação começa às 19h30 com um coquetel, seguido de um jantar de gala. Com DJs, decoração estilo cubano e fogos de artifício, o Convento do Espinheiro dá às boas-vindas a 2020.

Além de usufruir desta experiência única, para toda a família e amigos, o Convento do Espinheiro ainda oferece vouchers para estadias, degustação de requintados menus gourmet ou momentos de absoluta tranquilidade no Spa.

O antigo Mosteiro do século XV é considerado Monumento Nacional e já se tornou rota de turistas dos quatro cantos do mundo, que passam por Évora, e não deixam de conhecer a história e lendas do local.

Continue Reading

As Mais Lidas