Connect with us

A gravadora Warner Music anunciou nesta sexta-feira (15) que três álbuns de David Bowie lançados nos anos 1980 foram reeditados em formato físico. São eles: Let´s Dance, Serious Moonlight (Live ´83) e Glass Spider (Live Montreal ´87). Todos estão disponíveis em todas as lojas do Brasil.

15º álbum de estúdio do artista, lançado originalmente em abril de 1983, Let´s Dance foi coproduzido por Nile Rodgers e traz três dos mais bem-sucedidos singles de Bowie. Além da faixa-título, Let´s Dance, primeiro lugar no Reino Unido, Estados Unidos e diversos outros países, o projeto inclui ainda Modern Love e China Girl, que alcançaram segundo lugar no Reino Unido. Indicado ao Grammy Awards como Álbum do Ano, em 1984, Let´s Dance vendeu 10,7 milhões de cópias em todo o mundo, tornando-se o mais vendido em toda a carreira do músico. O álbum, lançado como disco de edição limitada em 1983, foi remasterizado em 2018 e incluído no box Loving The Alien (1983-1988).

Serious Moonlight (Live ´83), gravado ao vivo durante a turnê homônima, também de 1983, foi pra estrada em apoio ao álbum Let´s Dance. O show viajou 15 países durante 96 performances, alcançando a marca de mais de 2,6 milhões de ingressos vendidos. O setlist completo do projeto também foi incluído no box Loving The Alien (1983-1988).

Por fim, completam os lançamentos físicos de David Bowie, Glass Spider (Live Montreal ´87), álbum ao vivo lançado em 2008 e gravado em Sydney, durante turnê homônima, entre os dias 7 e 9 de novembro de 1987. As performances do astro foram lançadas anteriormente em VHS e DVD, a edição especial do projeto vinha acompanhada de CD duplo gravador durante a mesma turnê em show no Estádio Olímpico de Montreal, em agosto de 1987. Agora este mesmo projeto chega no formato físico.

Confira o conteúdo completo das edições:

Let´s Dance

Modern Love (2018 Remastered Version)
China Girl (2018 Remastered Version)
Let’s Dance (2018 Remastered Version)
Ithout You (2018 Remastered Version)
Ricochet (2018 Remastered Version)
Criminal World (2018 Remastered Version)
Cat People (Putting Out Fire) (2018 Remastered Version)
Shake It (2018 Remastered Version)

Serious Moonlight (Live ´83)

CD 1

Look Back In Anger (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Heroes (Live ’83) [2018 Remastered Version]
What In The World (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Golden Years (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Fashion (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Let’s Dance (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Breaking Glass (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Life On Mars? (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Sorrow (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Cat People (Putting Out Fire) [Live ’83] [2018 Remastered Version]
China Girl (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Scary Monsters (And Super Creeps) [Live ’83] [2018 Remastered Version]
Rebel Rebel (Live ’83) [2018 Remastered Version]

CD 2

White Light / White Heat (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Station To Station (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Cracked Actor (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Ashes To Ashes (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Space Oddity Space Oddity/Band Introduction
Young Americans (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Fame (Live ’83) [2018 Remastered Version]
Modern Love (Live ’83) [2018 Remastered Version]

Glass Spider (Live Montreal ´87)

CD 1

Up The Hill Backwards (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Glass Spider (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Day-In Day-Out (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Bang Bang (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Absolute Beginners (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Loving The Alien (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
China Girl (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Rebel Rebel(Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Fashion (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Scary Monsters (And Super Creeps) (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
All The Mad Men (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Never Let Me Down (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]

CD 2

Big Brother (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
‘87 And Cry (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Heroes (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Sons Of The Silent Age (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Time Will Crawl
Band Introduction
Young Americans (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Beat Of Your Drum (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
The Jean Genie (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Let’s Dance (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Fame (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Time (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Blue Jean (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]
Modern Love (Live Montreal ’87) [2018 Remastered Version]

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Foi vencedor do Prêmio TopBlog Brasil em 2010 na categoria "Música"e foi membro do Grammy Latino.

ROCK

Genesis: membros se reunem para assistir jogo da NBA e rumores apontam para retorno

Phil Collins, Mike Rutherford e Tony Banks foram fotografados assistindo um jogo do New York Knicks

Published

on

Genesis: membros se reunem para assistir jogo da NBA e rumores apontam para retorno
Divulgação

Desde que o Genesis encerrou a sua bem sucedida e histórica turnê em 2007, os fãs da banda sonham incessantemente com um retorno da lendária banda de rock progressivo. A reunião casual que aconteceu nesta semana, com Phil Collins, Mike Rutherford e Tony Banks para assistir a um jogo do New York Knicks na NBA reacendeu a esperança de que o Genesis volte a se apresentar.

Genesis: membros se reunem para assistir jogo da NBA e rumores apontam para retorno

O site de fãs Genesis News chegou a dizer muitos rumores apontam que o grupo esteve nos EUA para “testar as águas para futuras atividades”.

De acordo com a Rolling Stone, Collins, que está próximo de completar 69 anos, pode estar preparando apenas uma festa de aniversário. E os fãs sabem que ele, Rutherford e Banks são grandes amigos.

Contudo, a publicação aponta alguns itens interessantes: Phil Collins encerrou sua turnê Not Dead Yeta mesma que passou pelo Brasil em 2018 -, Mike Rutherford também encerrou uma série de shows com os The Mechanics e Tony Banks lançou um álbum apenas em 2018 e não costuma se apresentar sem o Genesis. Tudo isso pode colaborar para a tão sonhada reunião da banda.

E quem sabe, seja a hora de chamar, finalmente o Peter Gabriel

Continue Reading

ROCK

Slash sobre novo álbum do Guns N’Roses: “Não há muita certeza como lançá-lo”

Lendário guitarrista admite que já há material pronto, mas a banda ainda não sabe como será a promoção do novo trabalho por causa da “natureza da indústria”

Published

on

Slash sobre novo álbum do Guns N'Roses: "Não há muita certeza como lançá-lo"
Divulgação

Slash, lendário guitarrista do Guns N’Roses, disse em uma entrevista ao site Guitar que “não tem muita certeza” de como as novas músicas da banda serão lançadas por causa da “natureza da indústria” atual.

Slash sobre novo álbum do Guns N'Roses: "Não há muita certeza como lançá-lo"

O novo álbum, que será o primeiro em quase 12 anos – o último foi Chinese Democracy de 2008 – já possui músicas prontas, mas o Guns N’Roses ainda não sabem ao certo qual será o próximo passo para divulgá-lo.

“Não houve resposta definitiva em nada e continuarei mantendo isso”, disse Slash à Guitar. “As coisas estão acontecendo, mas não há detalhes. Mais do que tudo, é por causa da natureza da indústria no momento. É algo do tipo: “como você quer fazer isso? Quero dizer, há material, gravação e não está acontecendo, mas não temos muita certeza do que estamos fazendo agora”, explicou.

E acrescentou: “Há um punhado de pessoas que disseram: Sim, grave um disco e vá para a velha escola!. E há um punhado de pessoas que pensam: “Nós nem sabemos mais o que é comprar um disco”.

Continue Reading

ROCK

Aerosmith: baterista Joey Kramer é impedido de ensaiar com a banda

Published

on

Aerosmith: baterista Joey Kramer é impedido de ensaiar com a banda
Reprodução | YouTube | TMZ

Joey Kramer, baterista do Aerosmith, foi impedido de ensaiar com a banda, que será homenageada no Grammy Awards 2020. Steven Tyler, Joe Perry, Tom Hamilton e Brad Whitford, alegaram anteriormente que Kramer havia sido afastado para tratar de uma lesão no ombro em abril de 2019, sendo substituído por John Douglas, seu técnico de bateria. Contudo, o músico de 69 anos e um dos fundadores da banda, entrou na justiça para reaver o direito de tocar com o Aerosmith. Um juiz recusou o pedido.

Aerosmith: baterista Joey Kramer é impedido de ensaiar com a banda

“Embora eu esteja extremamente decepcionado com a decisão do jui hoje, eu a respeito”, disse Joey Kramer através de um comunicado publicado pela Rolling Stone. “Eu sabia que entrar com uma ação judicial foi um pouco difícil, considerando que os documentos corporativos não fazem referência a nenhum processo para um membro da banda retornando de uma lesão ou doença”, explicou.

Todo o problema entre Joey Kramer e seus colegas do Aerosmith se agravou depois que ele foi impedido de participar de um ensaio. Kramer procurou explicar o fato através de um comunicado: “A verdade fala por si mesma: desde que machuquei meu pé em agosto passado e passei por muitas horas de fisioterapia para me curar, em nenhuma vez a banda se ofereceu para ensaiar comigo, Isso é um fato”, disse o músico. “Também fui enviado para a programação completa dos ensaios em 18 de janeiro e peguei um vôo para Los Angeles no dia seguinte para ensaiar e haviam muitos textos e e-mails informando que a banda não pôde esperar pelo meu retorno. Isso também é um fato. Quando eu apareci para ensaiar, fui recebido por dois seguranças que me proibiram de entrar”, relatou.

No vídeo abaixo, é possível ver o momento em que Joey Kramer chega ao local para ensaiar e é barrado por dois seguranças.

Na última terça-feira, a revista People divulgou uma nota do Aerosmith, explicando porque a banda impediu Kramer de ensaiar com ela: “Joey Kramer é nosso irmão; seu bem-estar é de suma importância para nós. No entanto, ele não se mostrou emocional e fisicamente capaz de atuar com o banda nos últimos seis meses. Sentimos sua falta e o encorajamos a se juntar a nós para tocar muitas vezes, mas aparentemente ele não se sentiu pronto para isso”, disse a banda.

“Joey esperou até o último momento para aceitar nosso convite, quando infelizmente não temos mais tempo para os ensaios durante a semana do Grammy. Com ele tocando, estaríamos fazendo um desserviço a ele, a nós mesmos e aos nossos fãs. Sem tempo suficiente para preparar e ensaiar, ele decidiu entrar com uma ação na sexta-feira à noite, no fim de semana anterior ao Grammy, com total desconsideração do que é nossa janela limitada para se preparar para realizar esses eventos importantes. Infelizmente não conseguiremos nos apresentar [juntos], mas é claro que o convidamos para estar conosco tanto no Grammy quanto no MusiCares Honor. Estamos unidos por muito mais do que nosso tempo no palco”, finalizaram.

Continue Reading

As Mais Lidas