Connect with us

Com mais de 30 anos de carreira e uma discografia que abarca mais de 20 álbuns, Zeca Pagodinho comemorou, em fevereiro deste ano, a chegada aos seus 60 anos com uma coleção de novas versões para alguns de seus grandes sucessos.

Na última sexta-feira (9) foi apresentado o EP Zeca 6.0, contando com repertório de quatro faixas e as participações de Vitão, Melim, Maneva e Ana Clara. O álbum está disponível em todas as plataformas digitais pela Universal Music.

O cantor Vitão interpreta o grande clássico de Zeca, Deixa a Vida Me Levar, um marco na carreira de Zeca, composta por Eri do Cais e Serginho Meriti. A versão original, apresentada por Zeca em 2002, deu nome a seu 14º álbum, que foi reconhecido com o Grammy® Latino. O cantor faz parte de uma nova e talentosa safra de artistas brasileiros que encontrou na internet a forma de divulgar o seu trabalho e encontrar um lugar ao sol, verdadeiros frutos dos novos tempos e de como a tecnologia tem transformado o mundo da música.

Zeca Pagodinho é homenageado em álbum por novos nomes da música

A banda Melim revisita o samba Lama Nas Ruas, composição do próprio Zeca junto com Almir Guineto. A primeira vez que Zeca apresentou a faixa foi no álbum e DVD Acústico MTV – Zeca Pagodinho (2003), mas ela já havia sido gravada no álbum homônimo de Almir Guineto, de 1986. Formada pelos irmãos Diogo, Rodrigo e Gabi Melim, a banda tem em seu estilo uma mistura de reggae, pop, MPB e influências internacionais. O seu estilo good vibe e o vocal harmonioso do trio conquistou fãs pelo país.

Quem interpreta a canção Seu Balancê é a banda Maneva. A composição da música é assinada por Paulinho Rezende e Toninho Geraes e faz parte do repertório do disco Zeca Pagodinho, lançado em 1998. A banda Maneva foi formada há mais de 14 anos, em São Paulo, e é uma das mais ouvidas do país no Spotify, com mais de 1 milhão de ouvintes por mês.

A quarta versão deste EP é Beija-Me, revisitada pela cantora Ana Clara. Composta por Roberto Martins e Mario Rossi, a faixa foi disponibilizada no álbum Acústico MTV – Zeca Pagodinho 2 – Gafieira, de 2006. A jovem sambista Ana Clara é dona de um timbre de voz diferenciado e considerada a nova revelação feminina do ritmo, que vem cultivando fãs por onde passa.

Ouça o álbum:

MPB & SAMBA

Marcos Valle anuncia live session de “Cinzento”

Published

on

Marcos Valle anuncia live session de “Cinzento”
Divulgação

Nesta quarta-feira (8) Marcos Valle lança, em vídeo, uma live session da música Cinzento, que também batiza seu mais recente álbum, lançado em janeiro.

A música foi escrita por Valle e Emicida e conta, inclusive, com a participação do rapper na versão em estúdio. A performance de Marcos Valle e sua banda — formada por Bernardo Bosisio (guitarra), Dudu Vianna (teclados), Jessé Sadoc (trompete e percussão), Alberto Continentino (baixo) e Renato “Massa” Calmon (bateria) — foi gravada e dirigida por Pedro Hansen e já pode ser conferida no YouTube.

Marcos Valle anuncia live session de “Cinzento”

Cinzento é a segunda parceria de Valle e Emicida. Escrita em sequência a Reciclo — que abre o disco —, a faixa nasceu a partir de uma melodia que Marcos Valle criou e enviou ao rapper paulistano, sugerindo que ele fizesse um rap para contrastar com a estrutura musical: “Emicida fez uma letra forte, cheia de poesia e críticas, inclusive na parte do rap cantado, que gravamos juntos, e que trouxe uma densidade à parte da interpretação. Como uma das minhas intenções nesse álbum, além dos ritmos variados que gosto de criar e experimentar, era chamar a atenção para esse momento estranho que estamos vivendo de polarização política, cheio de ódios, e também para uma tentativa de censura camuflada à cultura, achei que ‘Cinzento’ refletia essa inquietação”, explicou Valle sobre o processo criativo.

A música também remete aos dias que vivemos, e, mesmo tendo programado o lançamento antes mesmo de qualquer indício de quarentena, Marcos comentou sobre toda a conjuntura envolvida: “Quando eu e Emicida fizemos “Cinzento” não poderíamos imaginar que viria essa pandemia para amedrontar o mundo, tornando-o triste e… cinzento. Por isso, sem ser nossa intenção e desejo, a coincidência faz a mensagem mais forte ainda”, explicou.

Gravado no Estúdio Tambor (Rio de Janeiro), com produção e arranjos do próprio Marcos Valle, Cinzento é um lançamento da Deck disponível nas plataformas digitais, CD e vinil.

Continue Reading

MPB & SAMBA

Péricles anuncia nova live no YouTube

Published

on

Péricles anuncia nova live no YouTube
Divulgação

Após o sucesso da primeira live realizada há 15 dias, Péricles tem um novo encontro com o seu público na próxima quinta-feira (9), a partir das 20h, no seu canal oficial do YouTube.

Péricles anuncia nova live no YouTube

Na live #EMCASACOMPERICAO o artista mostrará alguns sucessos de sua carreira, mas quem irá definir o repertório do show será o público que acompanhará a apresentação de casa.

“Nesse momento, quero mandar um recado para todo mundo que me ouve, que gosta do meu som, que gosta de mim e do meu trabalho. A gente está passando por um momento muito difícil, um momento sem precedentes. Por isso, fiquem em casa, resguardem-se. Quem puder ter álcool em gel, use. Eu agradeço muito a Deus por estar cuidando da minha família, muitas pessoas não têm esse privilégio, tem muita gente na linha de frente. Profissionais da saúde e dos serviços primordiais não podem ter a chance que a gente tem de estar em casa em tempo integral. Não deixem de demonstrar amor pelos seus e por aqueles que mais precisam”, declara.

Continue Reading

MPB & SAMBA

Zeca Pagodinho afirma que não fará lives: “Queria tocar um samba, mas não sei tocar”

Published

on

Zeca Pagodinho afirma que não fará lives: "Queria tocar um samba, mas não sei tocar"
Divulgação

O sambista Zeca Pagodinho afirmou em sua rede social que não fará lives. Durante a atual quarentena da pandemia do coronavírus, muitos artistas foram às suas redes para criar apresentações para os fãs, mas o lendário cantor brasileiro prefere ficar “quietinho”.

Zeca Pagodinho afirma que não fará lives: "Queria tocar um samba, mas não sei tocar"

“Então, meus fãs, estou aqu. Queria poder tocar um samba, mas não sei tocar, não tem quem toque… Tô aqui nessa quarentena, mas estou respeitando, esperando que todo mundo também respeite para que isso daqui a pouco passe, e eu volte aos palcos pra gente cantar nosso samba com palmas, drinks, brindes“, explicou o cantor.

Zeca Pagodinho aproveitou o momento para mostrar alguns discos de vinil de outros grandes nomes do samba: “Enquanto isso, estou aqui ouvindo Beth Carvalho, Aniceto, Fundo de Quintal, Zeca Pagodinho … Escutando fitas K-7 que achei do passado, e rezando bastante para que tudo passe… Confira e se puderem, fiquem em casa!”, concluiu.

Continue Reading

As Mais Lidas